terça-feira, 30 de abril de 2013

ATA



Reunião PSI – Colégio Notre Dame – Ipanema – 22/04/2013


Novas informações sobre a obra de construção da estação N. S. da Paz :

 O  Governo do Estado do Rio De Janeiro, sob a alegação de tempo restrito para a conclusão da obra da linha 4 do Metrô, fez a opção de construir a estação no subsolo da praça N.S. da Paz , pelo método “ vala aberta”. Além de ser a pior escolha, o método ultrapassado e de extrema agressividade ambiental, tornará todo o futuro solo da praça infértil, injetando uma substância chamada Lama Betonítica com o objetivo de dar sustentabilidade às paredes e teto, devido à porosidade do subsolo da futura estação.  Esta lama, destrói todo o lençol freático e consequentemente inviabilizará a sobrevivência das árvores que ainda permanecem no local. A praça corre o sério risco de futuramente se tornar um espaço árido sem nenhum tipo de vegetação.
 Todo este processo trata-se de um assassinato declarado das árvores centenárias que proporcionam sombra e renovação de oxigênio da região.
Ainda existe uma tentativa de se frear este absurdo ecológico, denunciando-se este crime ambiental que está para acontecer.  Uma das empresas responsáveis pela construtora, a Odebrecht além de negligente sobre o risco,   agora reconhece que o método proposto pelo PSI é o mais indicado .
A situação do Leblon é semelhante à de Ipanema, uma vez que o tipo de solo é o mesmo e também o método de construção.

 Uma ação vai ser proposta, na próxima semana, pelo Ministério Público, contra o Governo e empreiteiras denunciando-os como responsáveis por crime ambiental.

Ata elaborada por Sylma 
  
  

Nenhum comentário: