VIVA O METRÔ ! QUE TRAZ ESSA TURMA PARA CÁ


AO INVÉS DE VIREM CURTIR,VÊM PARA INFERNIZAR AS PESSOAS ! LIXO DE GENTE

Série de roubos a banhistas durou quatro horas no Arpoador e Leblon

Grupos causaram pânico e correria nas areias das praias

LUIZ ALMEIDA
Rio - Domingão ensolarado em pleno inverno. O que seria um dia agradável de lazer acabou se tornando um transtorno para dezenas de banhistas que se divertiam na tarde deste domingo nas praias do Arpoador e Leblon, na Zona Sul. Cariocas e turistas foram roubados por bandos formados em sua maioria por menores em diversos pontos da orla. As ações duraram das 13h às 17h, quando policiais do 23º BPM ( Leblon), com o apoio do Batalhão de Choque, conseguiram conter a ação dos assaltantes que passavam correndo levando bolsas, celulares, tênis e outros objetos, causando pânico.
O sol forte e a alta temperatura atraíram banhistas que lotaram as praias cariocas na Zona Sul: bandos fizeram vários ataques ao longo da orla
Foto:  Angelo Antônio Duarte / Agência O Dia
Pelo menos cinco pessoas registraram queixas dos assaltos na 14ª DP (Leblon), na 13ª DP (Copacabana) e na Delegacia de Atendimento ao Turista (Deat) . Até o fim da tarde, dez suspeitos haviam sido detidos ou apreendidos. Uma das vítimas foi o presidente da Chapecoense, Sandro Pallaoro, que caminhava pela orla com a mulher e o filho de 15 anos, além de dois casais de amigos, entre eles o preparador físico do clube de Santa Catarina, Anderson Paixão. 
Segundo Sandro, por volta das 15h30, eles foram abordados por cerca de 10 rapazes. “Eles levaram o tênis do meu filho e a bolsa da minha esposa. Por sorte, só pegaram o celular dela e jogaram a bolsa na areia. Infelizmente, não temos segurança. E isso não é só no Rio. É no Brasil inteiro”, desabafou. 
O momento em que um dos suspeitos desce a Pedra do Arpoador com um celular na mão
Foto:  Angelo Antônio Duarte / Agência O Dia
A alemã Manuela Skrabanik, 23, também teve o óculos de sol roubado no Arpoador. “Só não roubaram a minha mochila com meus outros pertences porque reagi e eles saíram correndo”, contou a turista, que está no Brasil há um mês e desde o domingo passado, no Rio. Mesmo após o susto, Manuela contou que pretende voltar à praia nesta segunda-feira. 
O coreano Juhyun Kim, 52, também foi roubado na Praia do Arpoador. O assaltante, identificado como Israel da Conceição de Andrade, 19, levou o celular dele, mas foi preso por policiais do Batalhão de Choque. O caso foi registrado na Deat. Um advogado, de 24 anos, e morador de Ipanema, que pediu para não ser identificado, estava sozinho no Posto 11, no Leblon, quando um ladrão roubou seu celular e fugiu correndo com um outro grupo de assaltantes.
A Guarda Municipal chega logo após o roubo, mas não consegue capturar ninguém
Foto:  Angelo Antônio Duarte / Agência O Dia

Bando rouba casal longe das areais
Longe das areias da praia também foram registrados roubos a pedestres praticados por bandos de assaltantes. Um casal que havia acabado de estacionar o carro em frente ao Condomínio Selva de Pedra, na Avenida Afrânio de Melo Franco, no Leblon, foi atacado.
Ela, que pediu para não ser identificada, conta que teve o cordão roubado por homens que aguardavam no ponto final do ônibus 476 (Méier-Leblon) e que se esconderam no coletivo. 

Nenhum comentário: