terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

METRÔ

24/02/2014 18h51 - Atualizado em 24/02/2014 18h58

Primeiros trilhos da Linha 4 do Metrô começam a ser instalados em março

Trecho terá 1,1 mil trilhos, cada um com 18 metros de comprimento.
Mais de 300 mil pessoas devem utilizar o transporte, previsto para 2016.

Do G1 Rio



Trilhos da Linha 4 do Metrô já estão no Rio de Janeiro (Foto: Divulgação/ Consórcio Construtor Rio Barra )Trilhos da Linha 4 do Metrô já estão no Rio de Janeiro (Foto: Divulgação/ Consórcio Construtor Rio Barra )

Os trilhos do túnel da Linha 4 do Metrô, que vai ligar a Barra da Tijuca, na Zona Oeste, a Ipanema, Zona Sul, já estão no Rio de Janeiro e serão instalados a partir de março. Cada trilho tem 18 metros de comprimento e pesa mais de uma tonelada e veio ao país de navio da Espanha.
saiba mais

O trecho de cinco quilômetros será preenchido por mais de 1,1 mil trilhos. A carga que está na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, é apenas o primeiro lote do material. A partir de 2016, mais de 300 mil pessoas vão utilizar o transporte por dia.
Estações
Serão seis estações (Jardim Oceânico, São Conrado, Gávea, Antero de Quental, Jardim de Alah e Nossa Senhora da Paz) e aproximadamente 16 quilômetros de extensão. A Linha 4 do Metrô entra em operação após passar por uma fase de testes.
O material chegou de navio da Espanha e será instalado em Março (Foto: Divulgação/ Consórcio Construtor Rio Barra )O material chegou de navio da Espanha e será instalado em Março (Foto: Divulgação/ Consórcio Construtor Rio Barra )

sábado, 22 de fevereiro de 2014

MENORES !!!!

Menores tentam assaltar ciclista em Ipanema

  • Após a tentativa de roubo, dono da bicicleta agride um dos adolescentes

Rafael Nascimento (Email · Facebook · Twitter)

RIO — A tentativa de fazer justiça com as próprias mãos parece estar se tornando rotina no Rio. A cena se repediu na noite desta sexta-feira, na Rua Visconde de Pirajá, na altura da Praça Nossa Senhora da Paz, em Ipanema: dois menores tentaram roubar a bicicleta de um homem que circulava pelo local, mas foram surpreendidos pela reação do ciclista. De súbito, os algozes se tornaram vítimas e, na falta de um policial que pudesse mediar o conflito, o dono da bicicleta agiu por conta própria, atacando os dois ladrões.

Um dos menores, assustado com a reação do ciclista, fugiu. O outro — não tão veloz — acabou recebendo a carga de fúria sozinho. Enquanto levava tapas e socos, já no chão, uma pequena aglomeração de pessoas se formou ao redor daquele tumulto: muitos defendiam a atitude do rapaz que quase foi roubado, enquanto outros repudiaram as agressões. Até aquele momento, apesar de, segundo testemunhas ter sido chamada, a polícia nem poderia ser considerada coadjuvante na história, já que sequer tinha chegado ao local.

Após a confusão, quando os ânimos de todos já estavam amainados, os policiais chegaram. No fim, eles liberaram o menor, que correu em meio aos carros da via, e sumiu aos olhos daqueles que presenciaram o fato. Para todos os efeitos, apesar de um homem quase ter sido roubado e um menor ter sido agredido, o fato, oficialmente, não aconteceu, já que nenhuma ocorrência foi registrada na 14ª DP (Leblon).

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

VERGONHA ! POVO PORCO !


Frederico Mendes granderio@oglobo.com.br

Cinzas e lixo no paraíso do Arpoador

Enquanto pôr do sol é aplaudido, lixo deixado por visitantes merece vaias

Sacos plásticos, copos e garrafas se acumulam sobre a Pedra do Arpoador, procurada por quem quer assistir a um belo pôr do sol Foto: Frederico Mendes / Divulgação
Sacos plásticos, copos e garrafas se acumulam sobre a Pedra do Arpoador, procurada por quem quer assistir a um belo pôr do sol Frederico Mendes / Divulgação
Cariocas, nascidos no Rio ou em qualquer outro lugar do planeta, sabem que o pôr do sol mais bonito é visto do Arpoador no verão. Ali, entre novembro e fevereiro, o sol se esconde dentro do mar. Sentados, como em arquibancada de antigo Fla-Flu, aplaudem o crepúsculo, ato que já virou clichê no folclore da cidade, assim como jogar moedas nas fontes romanas ou prender cadeados nas pontes de Paris. Mas o lixo deixado pelos visitantes merece vaias.
“Vago na lua deserta das pedras do Arpoador”. O verso, que Cazuza cantava em 1988, hoje, onde antes se lia deserta, lê-se lotada. Na geografia privilegiada, o Arpoador nestes mesmos meses também admira a aurora, do outro lado da pedra. Na ditadura militar, em nome da segurança nacional, de noite era proibido o acesso à rocha. O largo virava drive-in perfeito para ver corridas de submarinos de dentro dos Fuscas — naqueles anos de chumbo, pau e pedras, paz e amor, dava para ir de carro até o final da rua. Um namoródromo sob a proteção dos recrutas do Forte que patrulhavam o local, isto é, verdadeiro sexo seguro. Em meados dos anos 1980, o trecho da rua foi fechado, e o acesso agora é restrito aos moradores.
Hoje, o nascer do sol ou da lua é point de encontro de todas as tribos. Nas madrugadas, centenas de jovens festejam nas pedras esperando o dia e deixam garrafas, latas, plásticos e guimbas, apesar das 18 caçambas de lixo nas pedras. Tudo isso sob o olhar de Joel de Oliveira, que há 21 anos recolhe em ritual matinal o lixo nos jardins que ele teima em cuidar. Ele já plantou 280 árvores e sofre cada vez que suas crias são pisadas pelo povo.
— Aplaudem o sol, mas não recolhem o seu lixo e ainda picham as pedras. Digo: “mija ali, onde o mar lava”. Os caminhões-pipa não podem subir para lavar detritos corporais, e o cheiro assusta. Só a chuva lava a urina. É que nem enxugar gelo. Limpo hoje, amanhã está sujo de novo — explica.
É o jeitinho brasileiro para o mito de Sísifo, personagem da mitologia grega, condenado pelos deuses a empurrar pesada pedra até o topo de um morro e logo vê-la desabar morro abaixo e assim recomeçar a tarefa até a eternidade e além.
O que impressiona é que, depois de tantos anos de campanhas pró-ecologia nas escolas e na mídia, ainda joguem lixo no chão para que outros catem.
*Frederico Mendes é fotógrafo e prepara um livro sobre o Arpoador com texto de Gilberto Braga


terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

TARADO NA PRAIA


Tarado na praia 
Teve gente estranhando a bronca que um vendedor de queijo coalho deu num homem com pinta de estrangeiro, domingo, no Posto 10. “Vou te dar uma surra, rapaz!”, gritava o camelô. A turma do deixa disso já cogitava chamar a Polícia, quando o vendedor então explicou o motivo de tanta ira: ele flagrou o gringo —, que foi embora de fininho —, se masturbando em público.

JÀ ERA !

A receita desandou 
Inadimplente desde julho de 2012, o restaurante Milano DOC teve seu despejo decretado na última quarta-feira por falta de pagamento de aluguel. A casa, especializada em massas, ocupa o imóvel na Rua Gomes Carneiro onde até os anos 1990 funcionava o Grottamare.

domingo, 9 de fevereiro de 2014

ACIDENTE


Acidente entre carro e caminhão deixa 1 morto e 2 feridos em Ipanema, no Rio

Motorista do carro, Juarez Estevão, estava alcoolizado, segundo a polícia.
Imagens da câmera de segurança na região estão sendo analisadas.

Do G1 Rio
Comente agora

Um acidente envolvendo um carro e um caminhão deixou um morto e dois feridos, na Rua Francisco Otaviano, em Ipanema, na Zona Sul do Rio, neste sábado (8). Segundo informações da 14ª DP (Leblon), o motorista do carro, identificado como Juarez Estevão de Oliveira Júnior, de 28 anos, estava alcoolizado.
De acordo com a polícia, Juarez bateu na traseira do caminhão, onde estavam três funcionários de uma empresa de transportes. Um deles - Marcílio Alberto Piauí Amorim, de 47 anos, teve uma perna amputada e foi encaminhado para o Hospital Miguel Couto, também na Zona Sul, onde morreu. Duas mulheres que estavam no carro se feriram e também foram encaminhadas para a unidade.
Imagens de câmeras de segurança na região estão sendo analisadas e agentes estão em diligências no local do acidente para apurar outras informações sobre o caso. A perícia  já foi realizada.

sábado, 8 de fevereiro de 2014

POIS É !

Está feia a coisa 
Os preços exorbitantes de Ipanema e do Leblon fizeram mais um vítima. Fechou as portas na terça-feira a pizzaria Eccelenza, que, com galhardia, conseguiu se manter por um ano na Rua Prudente de Moraes. Pesaram na decisão o aluguel alto e o faturamento menor que o esperado. 

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

ZONA


Moradores de rua dormem no Arpoador -
Foto: Leitor José Conde / Eu-RepórterMoradores de rua passam a noite nas pedras do ArpoadorGrupo, segundo a prefeitura, é formado por adultos que trabalham como catadores na praia

domingo, 2 de fevereiro de 2014

ATO NA PRAIA


 

Ipanema tem ato contra 'lei antigay' russa

Roberta Pennafort – O Estado de S. Paulo
RIO – A Anistia Internacional no Brasil promoveu, neste domingo, um ato na praia de Ipanema para recolher assinaturas em repúdio ao posicionamento preconceituoso contra homossexuais do governo da Rússia, que quer coibir a chamada “apologia à homossexualidade”.
É parte da campanha internacional “Para a Rússia com amor”, que tem como objetivo fazer pressão para que o país respeite os direitos dos gays. No Brasil, já foram reunidas seis mil assinaturas, que serão entregues à embaixada russa em Brasília essa semana.
Os organismos internacionais de defesa dos direitos humanos querem aproveitar as Olimpíadas de Inverno na cidade russa de Sochi, entre os dias 7 e 23 deste mês, para que o discurso contra a discriminação reverbere. No mês passado, o presidente Vladimir Putin equiparou gays a pedófilos. Disse que os homossexuais são bem-vindos ao país durante os jogos, mas devem “deixar as crianças em paz.”
“Durante os jogos, a opinião internacional vai estar prestando atenção a tudo que está acontecendo na Rússia. É absolutamente inadmissível que um país que quer ter uma posição de liderança no mundo de hoje tenha um discurso homofóbico”, apontou o assessor de direitos humanos da Anistia Maurício Santoro.

POSTO 10

Ipanema se transforma em palco ao ar livre

  • Projeto Verão Rio garantiu a diversão dos banhistas, levando espetáculo infantil e show musical ao Posto 10 da praia
ANNA BEATRIZ THIEME (

Ana Cañas se apresentou na noite deste sábado -
Foto: Márcio Alves / Agência O Globo
Ana Cañas se apresentou na noite deste sábado - Márcio Alves / Agência O Globo
RIO — Em dias de céu azul, a principal atração do Rio é a praia. E quem escolhe Ipanema pode curtir muito mais do que o mar. Isso porque no trecho localizado em frente ao Country Club foi montada mais uma edição do projeto Verão Rio que, ontem, teve agenda dedicada à arte. No fim da tarde, o musical infantil “O Mundo Encantado Buarque de Hollanda” garantiu a diversão dos banhistas que, logo depois, puderam assistir ao show da cantora paulista Ana Cañas. Estas foram algumas das atrações oferecidas pela iniciativa, que é uma realização do GLOBO em parceria com a Orla Rio, a prefeitura e a Riotur, e com patrocínio de Tresemmé, Pão de Açúcar, Smirnoff e Leite de Rosas. A programação continua hoje, a partir das 9h. Na agenda, show de Tiago Iorc, desfile de moda da Blue Man e oficina de percussão com o bloco Me Esquece.
Canções do cantor e compositor Chico Buarque serviram de roteiro para o espetáculo infantil, liderado pela atriz Anna Markun. Os menores acompanharam com atenção o desenrolar da montagem, que conta as aventuras do menino Chico no mundo encantado de Buarque de Hollanda. Apesar de ser pensado para o universo infantil, a adaptação de clássicos do cantor, como “A Banda” e “João e Maria”, contagiou os adultos.
— Sou grande fã do Chico, e poder assistir ao musical em plena praia foi um grande presente. A forma como o elenco abordou a obra dele foi de extrema delicadeza, perfeito para as crianças —., contou a advogada Ana Cláudia Costa, que levou seu filho Matheus, de 4 anos, ao evento.
— Sempre que posso, coloco as músicas de Chico para o meu filho ouvir. Ele até dançou ao ouvir algumas—, relatou.
Logo após o musical, os banhistas foram brindados com a voz de Ana Cañas. Em total clima pós-praia, Ana Cañas interpretou sucessos, como “Esconderijo”, e agitou o público com a canção “Rock and Roll”, do Led Zeppelin.
As irmãs Mariane Souza e Catarina Souza foram até o espaço em Ipanema especialmente para assistir ao show.
— A musicalidade de Ana é fantástica, e esse cenário de Ipanema ajuda a tornar tudo mais especial. É delicioso passar o fim de dia como esse — disse Mariane.
Além de música e teatro, o projeto ofereceu um diversificado cardápio de aulas e oficinas. Quem passou pela quadra esportiva montada no espaço se deparou com as oficinas de vôlei. Durante todo o dia, instrutores da equipe do Betinho ensinaram técnicas do esporte a adultos e crianças. As aulas de vôlei continuam hoje na quadra esportiva do espaço, com oficinas ministradas das 10h às 16h.
Segundo a professora Alexandra Silva, o vôlei de praia é uma modalidade cuja prática tem crescido, especialmente nos últimos anos.
— É uma atividade muito completa, capaz de movimentar membros superiores e inferiores do corpo no mesmo treino. Na Oficina da praia, nosso objetivo é explicar os principais fundamentos do esporte e deixar que adultos e crianças pratiquem na areia—, contou a professora.
TFT e duathlon terrestre agitam as areias
Mais cedo, o Clube Sou+Rio O GLOBO voltou a presentear os sócios com mais um treino de TFT (Training for Teams). A atividade, que é inspirada em treinamentos militares, é capaz de queimar de 500 a 800 calorias em uma hora. Segundo o instrutor e criador do método, a aula de ontem foi mais uma etapa de preparação para o grande desafio marcado para o dia 8 de fevereiro nas areias da praia, o TFT Superação.
Hoje, o clube levará aos sócios mais uma novidade. Será a vez do duathon terrestre tomar as areias, a partir das 9h. Segundo o professor Bernardo Tillman, a atividade consiste num revezamento entre corrida e ciclismo, sendo capaz de promover a perda de até 1 mil calorias em uma hora. Ele lembra que as vagas são limitadas e é preciso se cadastrar no clube para conseguir a vaga na equipe.
Outra atração que rendeu dose extra de diversão foi o painel do cartunista Bruno Drummond — que assina a seção Gente Fina da “Revista O GLOBO”. Os banhistas puderam interagir com os diálogos retratados pelo cartunista, garantindo fotos de recordação. Seis balões de diálogo trazem situações cotidianas e divertidas, que podem ser escolhidas pelos visitantes. Segundo o cartunista, a ideia foi criada após ele observar as areias tomadas em Ipanema por uma foto.
O casal de amigos Gilberto Mota e Neyla Barreto fizeram questão de garantir fotos com o painel.
— Achei a iniciativa fantástica. O cartum é a cara do verão carioca. Já estou indo compartilhar as fotos que tiramos com nossos amigos no Instagram—, disse Gilberto.
A gaúcha Michele Silveira foi outra que aprovou a ideia.
— Prova que nem mesmo o calor escaldante e a praia lotada são capazes de tirar o bom humor dos cariocas. O Rio é a cidade brasileira com o povo mais feliz —, disse a turista.

sábado, 1 de fevereiro de 2014

SÃO JOÃO ANTECIPADO !!!!!! bum bum bum !!!!!!!!


Bueiro explode em frente a bar em Ipanema e deixa turista ferida

Segundo a PM, uma mulher foi levada para o hospital Miguel Couto e levou 4 pontos na perna

Do R7
Um bueiro da Light explodiu por volta das 23h de sexta-feira (31) em frente ao bar Bartolomeu, em Ipanema, na zona sul do Rio. Segundo a PM, uma turista de Santa Catarina foi ferida na perna e levada para o hospital Souza Aguiar, onde recebeu quatro pontos e foi liberada.
Após a explosão, houve um incêndio no bueiro. Funcionários do bar correram para tentar apagar as chamas. Os clientes, assustados, deixaram o local sem pagar as contas. O bar costuma ficar aberto até as 5h da manhã, mas, por conta do episódio, ficou fechado durante toda a madrugada. O gerente disse que a Light se comprometeu a assumir o prejuízo.
Ainda não se sabe o que causou o incidente. A Light não trata o caso como explosão, mas “deslocamento da tampa”. O fornecimento de energia na região não precisou ser interrompido.

GRANDE NOVIDADE !

Rio


Guardas prendem dupla de ladrões em Ipanema

Guardas municipais do Grupamento Especial de Praia (GEP) prederam em flagrante uma dupla de ladrões, na tarde desta sexta-feira, dia 31, em Ipanema. Igor Pinto de Oliveira, 19 anos, e Reinaldo César Soares dos Santos, 20, tentaram furtar o cordão de ouro de uma adolescente de 14 anos que estava caminhando acompanhada do tio pelo calçadão da praia, na altura da rua Vinícius de Moraes.
Os ladrões fizeram a investida contra a vítima no momento que uma viatura de supervisão do GEP estava estacionando no local. Com a violência da abordagem, eles chegaram a arrebentar uma das alças do biquíni da adolescente, mas não conseguiram pegar o cordão. Assim que viram os agentes, correram em direção à areia.
Eles foram alcançados no espelho d´água e encaminhados para a  14ª DP (Leblon) onde o caso foi registrado como furto (artigo 155 do Código Penal).