quarta-feira, 30 de outubro de 2013

HOTEL

Rio de Janeiro ganhará terceiro hotel Sofitel

No plano de expansão de uma das marcas upscale da Accor, a Sofitel, o Rio de Janeiro é destaque. “Há um projeto em estudo do terceiro hotel dessa bandeira na cidade”, revela sem dar detalhes, em entrevista exclusiva, o vice-presidente de Operações para América Latina da Sofitel e gerente geral do Sofitel Rio de Janeiro Copacabana, Nagi Naoufal.

Atualmente a francesa Accor tem um hotel com a marca e um hotel administrado pela marca, respectivamente, Sofitel Rio de Janeiro Copacabana e Caesar Park Rio de Janeiro Ipanema Managed by Sofitel.

O hotel de Ipanema faz parte do portfólio sul-americano de hotéis e das marcas Caesar Park e Caesar Business que a Accor comprou da Hotelera Posadas, do México, por US$ 275 milhões no ano passado.

Ao todo o grupo francês comprou 14 hotéis localizados no Brasil, na Argentina e no Chile, além de uma carteira de 14 projetos sob contrato de gestão e a aquisição das marcas Caesar Park e Caesar Business.

PRIMEIRO SO SOFITEL DAS AMÉRICAS
O Caesar Park Rio de Janeiro Ipanema Managed by Sofitel vai entrar em reforma após a Copa do Mundo de 2014 para, depois, ser rebatizado como Sofitel So Rio Ipanema. A inauguração deve ocorrer em 2015.

Será o primeiro hotel da marca butique da Sofitel nas Américas, como revelou ao Portal PANROTAS em primeira mão o COO da Accor na América Latina, Roland de Bonadona, em dezembro do ano passado.

A marca So Sofitel estreou em 2011 nas Ilhas Maurício, no Oceano Índico.

NOME ESCOLHIDO
Os hotéis So Sofitel têm uma característica singular: recebem a assinatura de grandes nomes do design e/ou da moda. O Sofitel So Mauritius levou a assinatura do designer e estilista japonês Kenzo Takada e pelo arquiteto tailandês Lek Bunnag. O Sofitel So Bangkok, na capital da Tailândia, tem a assinatura do estilista e designer francês Christian Lacroix.

Segundo Naoufal, o nome do estilista ou designer que vai assinar o desenho do futuro Sofitel So Rio Ipanema já foi escolhido. “Mas não posso dizer o nome, pois o contrato ainda não foi assinado.”

Naoufal e um grupo de executivos de hotéis da marca no Brasil e no Exterior receberam cerca de 70 agentes de viagens para um jantar de agradecimento, nesta noite, no restaurante Manioca,em São Paulo. 

sábado, 26 de outubro de 2013

ACIDENTE NA ORLA

Ciclista é atropelado na orla de Ipanema

Faixa da avenida Vieira Souto foi interditada

Do R7


Um carro atropelou um ciclista que passava pela avenida Vieira Souto, em Ipanema, zona sul do Rio de Janeiro, na tarde deste sábado (26). O acidente ocorreu por volta das 16h, próximo à rua Teixeira de Melo.
Uma faixa da via foi interditada por conta do atropelamento e os motoristas enfrentavam retenções por volta das 16h30.
Policiais militares isolaram a área e acionaram.
Entre os meses de abril e maio, alguns atropelamentos de ciclistas marcaram o Rio de Janeiro. O primeiro deles ocorreu justamente na avenida Vieira Souto. Pedro Nikolay, de 30 anos, morreu na hora.
Segundo testemunhas, o condutor teria furado o sinal. No momento do acidente, Pedro Nikolay estava atravessando o cruzamento em alta velocidade em um treino de ciclismo. Havia 20 atletas no grupo, porém Pedro estava mais para trás.

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

MAIS UM !

Windsor terá hotel de 600 apartamentos no Arpoador


Rosângela Gonçalves: o mercado do Rio de Janeiro está bom para a Windsor
Rosângela Gonçalves: o mercado do Rio de Janeiro está bom para a Windsor
A diretora da rede Windsor de Hotéis, Rosângela Gonçalves, que participa neste momento do Encontro PanHotéis Inovação e Tendências, na sede da CNC, no Rio de Janeiro, contou que a rede, uma das referências para o público corporativo brasileiro, vai construir um hotel totalmente novo, de 600 apartamentos, no bairro do Arpoador, localizado entre Copacabana e Ipanema.

“As obras já começaram e o empreendimento, novo em folha, será inaugurado em 2016”, contou a executiva. O empreendimento ficará no terreno onde antes funcionava um bingo, próximo ao Shopping Cassino Atlântico. “Trata-se de uma localização privilegiada, o hóspede poderá escolher entre Copacabana e Ipanema”, continua a diretora.

Ronsângela também lembrou os dois hotéis da rede, que serão inaugurados em maio no Rio de Janeiro, e que significam mil novos apartamentos na Cidade Maravilhosa – o Windsor Business, com 450 apartamentos, e o Mar da Barra, com 550 apartamentos. “Trata-se, respectivamente, de um quatro estrelas e um cinco estrelas”, concluiu Rosângela.

O Encontro PanHotéis tem patrocínio da CNC – Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, Sesc e Senac, com apoio de Sleep Solutions, ABIH, FBHA, Fohb, Resorts Brasil, Abracohr e R1 Solutions, tendo a Pestana Hotels & Resorts como rede oficial. 

terça-feira, 22 de outubro de 2013

YOGA NA PRAIA

Aulão de Yoga na praia


Divulgação
Para participar é só chegar
Neste próximo domingo, dia 27, a praia de Ipanema recebe mais uma edição do aulão de yoga. O evento começa às 9h e para participar basta levar sua canga para estender na areia.Como a ideia é aproximar as pessoas da prática, as aulas têm posições simples e podem ser acompanhadas por pessoas de todas as idades.
Não é necessário fazer inscrição, apenas encontrar o grupo na praia de Ipanema, à altura da rua Teixeira de Melo, à altura da Casa de Cultura Laura Alvim, um pouco antes do horário marcado.  Mais informações: contato@88yoga88.com.br

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

OLHA O VERÃO CHEGANDO !!!!!

Turistas estrangeiros são assaltados em Copacabana

  • Grupo de portugueses e um inglês foi abordado próximo ao Forte de Copabacana
  • No Arpoador, princípio de tumulto assusta banhistas
LUIZ GUSTAVO SCHMITT (
 
 Príncipio de tumulto e tentativa de furto no Arpoador Foto: Fábio Seixo / Agência O Globo
Príncipio de tumulto e tentativa de furto no Arpoador Fábio Seixo / Agência O Globo
RIO - Um grupo de turistas estrangeiros foi assaltado no fim da tarde deste domingo em Copacabana, na Zona Sul do Rio. No momento do roubo, o grupo de sete portugueses e um inglês estava andando pela Rua Francisco Otaviano, acompanhados do roteirista carioca que se identificou apenas como Leonardo.
De acordo com o roteirista, eles foram abordados por um grupo de cerca de 15 menores, todos aparentando ter entre 13 e 15 anos, quando passavam em frente ao restaurante Pizza Hut, próximo ao Forte de Copacabana.
— Eles arrancaram o cordão de ouro de uma amiga portuguesa e quando tentavam arrancar o cordão de outra, o turista inglês tentou intervir e acabou agredido. Está cheio de hematomas pelo corpo — contou Leonardo.
O roteirista procurou um guarda municipal que fazia patrulhamento na esquina da Rua Francisco Otaviano com a Avenida Nossa Senhora de Copacabana. O guarda saiu em busca dos menores. Na altura do Parque Garota de Ipanema, o grupo ainda denunciou o assalto a um policial militar, mas ele os informou que não poderia deixar seu posto e que só poderia avisar pelo rádio a outra patrulha. Os turistas, no entanto, não prestaram queixa na delegacia.
Tumulto no Arpoador
No Arpoador, um princípio de tumulto alardeou pânico entre banhistas e turistas.
De acordo com guardas municipais que patrulhavam a orla, um menor de idade teria tentado furtar sem êxito um cordão de ouro de um banhista. Em seguida, houve correria e gritos de “pega ladrão”.
Dois policiais militares foram acionados e correram pela areia, um deles com arma em punho. Eles revistaram um grupo de banhistas, mas nada foi encontrado e ninguém foi preso.
No primeiro dia do horário de verão, agentes da Secretaria Especial de Ordem Pública (Seop), com apoio da Guarda Municipal, fizeram uma operação de combate à desordem nas praias.
Ao todo, o trabalho impediu 242 práticas esportivas irregulares. 49 cães foram retirados das areias e 27 linhas com cerol foram apreendidas, entre as praias do Flamengo e Recreio.
Fiscais de Controle Urbano autuaram 14 barraqueiros em desacordo com a legislação e apreenderam com ambulantes irregulares: 46 espetinhos de camarão, 32 picolés e um carrinho de sorvete. No total, 137 veículos foram multados e 30 rebocados por estacionamento em local proibido na orla.
Agentes da Seop, com guardas municipais, também realizaram neste fim de semana um trabalho de ordenamento para coibir o comércio de ambulantes não autorizados e o estacionamento em local proibido em pontos turísticos da cidade. No Corcovado e no Pão de Açúcar, a fiscalização multou 62 veículos e rebocou cinco deles por estacionamento em local proibido.

]

sábado, 19 de outubro de 2013

100 ANOS

Homenagens marcam os cem anos de Vinicius de Moraes



No bar de Ipanema que sempre frequentou, em um mundo tão eterno quanto suas canções, Vinícius de Moraes celebraria neste sábado (19) seus 100 anos, com um uísque em uma mão, um cigarro na outra, rodeado de amigos e de lindas mulheres. O violão ficaria em casa. As visitas ao bar Veloso, que passou mais tarde a se chamar Garota de Ipanema (em homenagem à lendária canção da bossa nova), raramente eram para trabalhar. "Ele nunca trazia o violão, vinha para aproveitar", lembra Manuel Inácio Alves, dono do Garota de Ipanema há 37 anos e que lhe serviu uísque muitas vezes. "Ele adorava", contou.

A vida de Marcos Vinicius da Cruz e Melo Moraes, o "poetinha", como ele gostava de ser chamado, começou em 18 de outubro de 1913. Ele morreu em 9 de julho de 1980, em sua casa, no bairro da Gávea, perto do Jardim Botânico, onde nasceu, há 66 anos. O Brasil renderá neste sábado inúmeras homenagens a este poeta, diplomata e escritor de canções imortais, como "Garota de Ipanema", "Chega de Saudade", "Se todos fossem iguais a você", "Eu sei que vou te amar", músicas essencialmente cariocas, mas que muitos no mundo devem, pelo menos, cantarolar.

Shows e documentários serão apresentados esta semana no Rio de Janeiro e edições especiais de sua obra poética e musical serão vendidas. O escritor Carlos Drummond de Andrade certa vez disse que Vinicius, "o único poeta que viveu como poeta", levou sua poesia "até as camadas populares", algo "extraordinário". Ainda assim, ele foi alvo de críticas por sua incursão na música, na década de 1960, porque teria deixado para trás, de certa forma, a sua faceta poética. "Eu sou um labirinto em busca de uma porta de saída", afirmou Vinícius em uma entrevista à TV Globo, em 1977.

As faces de Vinícius
O lado mais conhecido de Vinicius era o que se apresentava no palco, mas em sua juventude ele foi um poeta que exaltou de forma apaixonada os sentimentos e apresentou o lado mais obscuro do homem. "Para isso é que nós fomos feitos / Para lembrar e sermos lembrados / para chorar e fazer chorar / para enterrar os nossos mortos", diz o seu "Poema de Natal". "Vinicius nunca aprendeu a viver sem poesia. Na velocidade do cotidiano quase nunca cabe a poesia, mas ela sempre o acompanhava", disse à AFP Toquinho, cantor e compositor com quem Vinicius trabalhou em sua última década de vida.

Sua carreira diplomática começou em 1943. Ele trabalhou em Los Angeles, Paris, Roma e Montevidéu, deixando o serviço depois de ser expulso pelo governo militar brasileiro (1964-1985). Em 1953, Vinicius escreveu a peça "Orfeu Negro", premiada em São Paulo e apresentada em 1956, com cenários do célebre arquiteto Oscar Niemeyer. A peça foi adaptada para o cinema com o nome "Orfeu de Carnaval", em 1959, pelo francês Marcel Camus e ganhou a Palma de Ouro no Festival de Cannes.

Que me desculpem as feias...
As mulheres - somente as bonitas, como esclareceu - sempre foram sua inspiração. "Que me desculpem as feias, mas beleza é fundamental", disse Vinicius, um conquistador inveterado. "Já amei feias lindas, feias interessantes. Estive com mulheres que me agradavam esteticamente, mas elas não eram só beleza, tinham alguma coisa que me atraía", tentou reparar-se. Na canção "Minha Namorada", por exemplo, Vinicius pede apaixonadamente à sua "linda namorada um juramento de só ter um pensamento / ser só minha até a morte".

Casado nove vezes - "todas foram companheiras maravilhosas", afirmou - Vinicius era um especialista em conquistar mulheres, com ou sem violão. O encanto de seu sorriso, de seu cabelo penteado para trás e de sua barriga saliente, testemunha de sua boa vida, derretiam qualquer uma. "Gostava das meninas jovens, adorava o amor", lembrou entre gargalhadas Manuel Alves.

Vinicius chegava ao Garota de Ipanema acompanhado de Antonio Carlos Jobim, seu grande companheiro e amigo, com quem compôs a famosa canção que mudou o nome do antigo bar Veloso. A música não foi composta no bar, como muitos acreditam. Jobim criou a melodia em sua casa para um musical escrito por Vinicius intitulado "Blimp", sobre um extraterrestre apaixonado por uma morena, mas ela terminou servindo para este clássico que inicialmente foi chamado de "Menina que passa".

Vinicius de Moraes, "o branco mais preto do Brasil", também dividiu os palcos, entre outros, com Baden Powell, João Gilberto, Chico Buarque, Carlos Lyra e Toquinho, que ganhou o poeta com "Tarde em Itapoã" e o acompanhou até morrer quase em seus braços. "No início me senti vítima de uma blasfêmia da vida, mas aceitei depois como um privilégio ter sido o escolhido para viver as últimas horas do poeta", afirmou. (AFP

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

REUNIÃO



            A próxima reunião do Projeto de Segurança de Ipanema será, SEGUNDA FEIRA, dia 21//10 às 18hs. no Colégio Notre Dame .

           
PAUTA

Medalha Pedro Ernesto para o PSI – montar a lista dos voluntários do PSI que serão homenageados com a Menção Honrosa



Lista dos responsáveis pelo dano ambiental, patrimonial e prejuízo ao erário por conta das obras na Praça N. Sra. da Paz

 – Fiscais de Ipanema começo do trabalho. Blog do \PSI e face book

ACESSE O NOSSO BLOG – WWW.PSIPANEMA.BLOGSPOT.COM

PROJETODEIPANEMA@gmail.COM.

ENTRE NO FACEBOOK  E INDIQUE NOVOS AMIGOS -  PSI IPANEMA

Twitter: @psi_seguipanema

HTTP//WWW.flickr.com/photos/psi ipanema

DEDIC – 14ª. DP – 23322866/ 23322880

DISQUE DENÚNCIA – 22531177



quarta-feira, 16 de outubro de 2013

PEGA LADRÃO !

16/10/2013 às 12h34

Polícia prende quadrilha suspeita por roubo a chineses em Ipanema

Segundo as investigações, alguns dos capturados são de famílias de classe média


  •  
Do R7

Policiais da Deat (Delegacia Especial de Apoio ao Turismo) prenderam na manhã desta quarta (16) quatro suspeitos de terem roubado um grupo de chineses em uma casa em Ipanema, na zona sul do Rio. O crime ocorreu em dezembro do ano passado.
Os agentes capturaram os suspeitos nos bairros do Méier, Cachambi, Higienópolis e Nova Brasília. Nos locais, os policiais encontraram materiais relacionados ao caso.
Um dos presos já tinha diversos registros criminais por roubo. Outro é investigado por homicídio. De acordo com as investigações, parte da quadrilha vem de famílias de classe média.

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

ATA DE REUNIÃO


Reunião PSI –  07/10/2013 – Colégio Notre Dame – Ipanema

      Infelizmente, não foi possível acessar o site que a Prefeitura disponibilizou para que a população participasse de um projeto de manutenção e melhorias nos bairros. Este site tem por objetivo fazer com que as pessoas enviem sugestões e idéias e até invenções para melhorar a qualidade de vida da população.
     Como a intenção parece ser boa, o PSI tentou participar da campanha, mas não foi possível, devido à dificuldade em acessar o site, que é o único meio de se entrar em contato com a equipe que organiza o projeto.

      Foi sugerido por uma moradora do bairro, mais precisamente da Rua Barão da Torre, em frente à Praça N. S. da Paz, que se fizesse uma campanha para desocupação das calçadas de Ipanema, em geral, por mesas de estabelecimentos que comercializam comidas e bebidas. Pode ser observado, que este tipo de comércio, praticamente toma conta de todas as calçadas em frente e as dos  lados  onde estão localizados, dificultando o trânsito de pedestres, principalmente para quem conduz cadeiras de rodas e carrinhos de bebês. Além do mais, estes comerciantes não têm o menor cuidado com a higiene do local, tornando as calçadas muito sujas e com o agravante de não limparem devidamente.
      Chegou-se à conclusão que deveria ser exigido dos órgãos competentes, maior cobrança de regras de padronização em geral, e com cuidados básicos ao se liberar tipos de estabelecimentos que podem provocar algum incômodo aos moradores próximos, tal como: barzinhos, boites, restaurantes, etc...

      Também foi decidida, a criação de “Fiscais de quarteirão” para relacionar as irregularidades de cada quadra de Ipanema. Estes fiscais documentariam o problema apresentado com fotos e um pequeno relatório sobre o fato e então entraria em contato com o Administrador Regional Leonardo Spritzer que se mostrou adepto da campanha. Haveria  também contatos com a imprensa para serem publicadas notas nos jornais divulgando os problemas a serem solucionados.

      Quanto à questão da Praça, foi sugerido por uma moradora, que se enfatizasse nas Ações judiciais, um amplo esclarecimento à população sobre a verba destinada à compensação ambiental. Esta verba de mais de um bilhão de reais, tem que ser usada exclusivamente para compensar os estragos ambientais que estão ocorrendo em Ipanema por conta da absurda construção da estação N.S.  da Paz.


Ata elaborada por Sylma Reis     

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

IPANEMA VIRANDO LIXO !

Cinco prédios poderão ser demolidos na Zona Sul do Rio

  • Projetos preveem prédio comercial em Ipanema e hotel em Copacabana

LUIZ ERNESTO MAGALHÃES (
RIO - A valorização imobiliária vai deixar apenas na memória dos moradores alguns prédios que serviam de referência em Ipanema e Copacabana. A Secretaria municipal de Urbanismo analisa cinco pedidos de demolição de imóveis nos dois bairros, como informou na quarta-feira a coluna Gente Boa. Embora a prefeitura afirme que não há nada definido, empresários confirmam a existência de novos projetos para os endereços, entre eles, um prédio comercial e um hotel.
Na Rua Visconde de Pirajá, por exemplo, os imóveis nos números 495 e 499, onde funcionam uma agência bancária e uma farmácia, poderão ser novamente reunidos para a construção de um edifício comercial de 13 andares.
— O plano é construir salas comerciais para alugar, possivelmente andares inteiros, já que cada pavimento terá 360 metros quadrados de área útil. Salas comerciais são um bom negócio em Ipanema porque a oferta é escassa — disse Rubem Vasconcellos, da Patrimóvel, sócio como pessoa física nos imóveis, junto com a Bradesco Seguros.
Segundo Vasconcellos, a farmácia e o banco já serão fechados no fim do mês. A previsão é que o novo prédio seja inaugurado em 2016. O projeto deverá custar de R$ 25 milhões a R$ 30 milhões. Num terceiro imóvel, também na Visconde de Pirajá, fica uma filial das Lojas Americanas, mas O GLOBO não conseguiu localizar o proprietário. As lideranças comunitárias lamentaram as mudanças.
— Ipanema já está superadensada. O curioso é que o Plano Diretor afirma que novas construções devem ser desestimuladas na Zona Sul, mas sempre há uma brecha na legislação — lamentou a presidente do projeto Segurança em Ipanema, Ignez Barreto.
A presidente da Associação de Moradores de Ipanema, Maria Amélia Fernandes Loureiro, lamenta, mas acredita que o processo é irreversível:
— Não há como segurar a verticalização.
Em Copacabana, os pedidos de demolição são para terrenos na Av. Nossa Senhora de Copacabana 956 e Bolívar 65. Nos imóveis, funcionavam o hotel Copa Linda e um restaurante, que fecharam. Segundo o presidente da Associação Brasileira da Indústria Hoteleira (ABIH), Alfredo Lopes, investidores espanhóis compraram os imóveis e vão construir um novo hotel, graças a incentivos fiscais da prefeitura para aumentar a oferta de quartos na cidade até os Jogos de 2016.

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

FUTEVOLEI

Ídolos do futebol se reencontram no Brasileiro de Futevôlei 4x4


Entre os dias 25 e 27 de outubro, vários jogadores que marcaram época no futebol estarão reunidos na praia carioca de Ipanema para a edição inaugural do Campeonato Brasileiro de futevôlei 4x4. Oito equipes disputarão o título, cada uma representando um estado brasileiro. A exceção é o Rio de Janeiro, que contará com dois times. Diferentemente da modalidade tradicional, o futevôlei 4x4 prima pelo dinamismo, com quatro componentes de cada lado e uma rede mais baixa. Tal formato busca o maior entretenimento do público, com foco na popularização das transmissões televisivas.

Dentre os craques presentes no evento, se destacam o ex-maestro santista Giovanni, capitão da equipe paulista, o meia Pedrinho (ex-Vasco), líder de uma das equipes cariocas, o tetracampeão Aldair, à frente dos capixabas, além de Cláudio Adão, nome respeitável no esquadrão mineiro. Tradicional no futebol, a família Adão também contará com outro ilustre membro nesta competição: Felipe, ex-atacante do Guarani e do Boavista (RJ), que integra a outra equipe do Rio de Janeiro.

Na fase classificatória, disputada nos dias 25 e 26 de outubro, as partidas serão disputadas em sets únicos de 25 pontos, bem como as semifinais. Por sua vez, a final seguirá uma configuração distinta, no formato de melhor de três sets. O evento terá a entrada franca.

Líder do ranking mundial da modalidade, o Brasil é considerado o berço do futevôlei, que começou a ser praticado nas praias cariocas na década de 1960, recebendo a alcunha inicial de "pévôlei". As primeiras associações e federações do esporte apareceram na década de 90, período em que se firmou em Goiânia a Confederação Brasileira de Futevôlei (CBFv). Desde 2002, tal organização promove anualmente o Circuito Brasileiro masculino, mesmo ano de fundação da Federação Internacional de Futevôlei (FIFv). Além do modelo 4x4, tal prática também admite a variação com três atletas de cada lado.

Principal evento do esporte em duplas, o Circuito Mundial masculino de futevôlei acontece desde 2007. Das oito edições já realizadas, o Brasil saiu vencedor em seis e o Paraguai em duas.

DOMINGO

Domingo é dia de aulão de yoga em Ipanema


Divulgação
Divulgação
Evento começa às 9h
Neste próximo domingo, dia 13, a praia de Ipanema recebe mais uma edição do aulão de yoga. O evento começa às 9h e para participar basta levar sua canga para estender na areia.
Como a ideia é aproximar as pessoas da prática, as aulas têm posições simples e podem ser acompanhadas por pessoas de todas as idades. Não é necessário fazer inscrição, apenas encontrar o grupo na praia de Ipanema, à altura da rua Teixeira de Melo, à altura da Casa de Cultura Laura Alvim, um pouco antes do horário marcado.  Mais informações: contato@88yoga88.com.br

HOMENAGEM


Mais Vinicius

Além do show no dia 20, na Praia de Ipanema, outra homenagem vai marcar os cem anos que Vinicius de Moraes completaria no dia 19. O seminário no Museu da Imagem e do Som do RJ será no dia 16. Reunirá nomes como o parceiro Carlos Lyra, Miúcha, Zuenir Ventura, João Máximo, Marcos Azambuja, Miguel Faria Jr., Miguel Jost e Gilda Mattoso, sua última mulher.

E as homenagens ao poetinha não param. Em janeiro, Haroldo Costa vai dirigir um show no Theatro Municipal. Já a Biblioteca Pública do Estado, prevista para ser reinaugurada em fevereiro, receberá uma exposição.

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

VIRANDO INFERNO !

Ipanema vai virando Copacabana...construindo mais prédios comerciais ! acabei de ver no site da Prefeitura..3 pedidos de demolições !....
o maior de todos..é do imóvel da Loja Americanas..entre a Anibal e Garcia !!..segue os outros 2 imoveis bem perto tb desse !..é Ipanema perdendo seu charme !

Pedidos na Prefeitura :

Ipanema, Rua Visconde de Pirajá, nº 532 - AP.2
Descrição do Imóvel : Imóvel comercial
Processo nº : 02/11/000549/2013
Data de requerimento : 26/8/2013
Publicado no D.O. Rio nº 130
pág.66, coluna 1ª em 23/9/2013 .

As solicitações de exame histórico deverão ser formalizadas junto ao 1ª SLF, acompanhadas de justificativa nos termos do Dec. 20.064.

Ipanema, Rua Visconde de Pirajá, nº 499/499 A -AP.2.
Descrição do Imóvel : Imóvel comercial
Processo nº : 02/11/000531/2013
Data de requerimento : 19/8/2013
Publicado no D.O. Rio nº 125
pág.51, coluna 1ª em 16/9/2013 .

As solicitações de exame histórico deverão ser formalizadas junto ao 1ª SLF, acompanhadas de justificativa nos termos do Dec. 20.064.

Ipanema, Rua Visconde de Pirajá, nº 495 -AP.2.
Descrição do Imóvel : Imóvel comercial
Processo nº : 02/11/000530/2013
Data de requerimento : 19/8/2013
Publicado no D.O. Rio nº 125
pág.51, coluna 1ª em 16/9/2013 .

As solicitações de exame histórico deverão ser formalizadas junto ao 1ª SLF, acompanhadas de justificativa nos termos do Dec. 20.064.

domingo, 6 de outubro de 2013

CIDADE DAS OLIMPÍADAS

Mais de 30 chafarizes e dez bustos desapareceram das ruas do Rio

  • Há 20 anos, a arquiteta Vera Dias, gerente de Monumentos e Chafarizes da Secretaria de Conservação e Serviços Públicos, tenta calcular o número exato de obras sumidas

LUDMILLA DE LIMA(


O stábile de Alexander Calder no Parque da Catacumba: essa escultura e um móbile do artista, autor da peça mais cara da ArtRio este ano, estão desaparecidos desde os anos 80
Foto: Foto: Arquivo/Michel Filho
O stábile de Alexander Calder no Parque da Catacumba: essa escultura e um móbile do artista, autor da peça mais cara da ArtRio este ano, estão desaparecidos desde os anos 80 Foto: Arquivo/Michel Filho
Drummond perdeu os óculos várias vezes, Noel Rosa teve o copo de chope roubado e o Manequinho já ficou, digamos, sem a sua “torneirinha”. Só o Chafariz das Saracuras, nos últimos dez anos, foi vítima de ladrões mais de seis vezes: em agosto, as quatro saracuras e uma das quatro tartarugas em bronze foram furtadas da fonte de Mestre Valentim, em Ipanema. Mas, pior do que todo esse vandalismo contra monumentos, está o desaparecimento total de obras que ficavam expostas em ruas do Rio. Roubadas ou destruídas — sendo que algumas sumiram do mapa de modo misterioso, sem deixar rastro —, elas vão aos poucos se apagando da memória dos cariocas. Um caso clássico é o das obras do artista americano Alexander Calder instaladas, inicialmente, no Parque do Flamengo, e, depois, no Parque da Catacumba: tomadas pela ferrugem, foram levadas para um depósito da prefeitura, de onde desapareceram nos anos 80.
A prefeitura, dona do móbile “Rio” e de um stábile do artista, até hoje é questionada sobre o paradeiro das criações pela Fundação Calder, com sede em Nova York. Para se ter uma ideia do valor do móbile (adquirido em 1961 por um milhão e duzentas e cinquenta mil cruzeiros) e do stábile (este doado pelo artista), Calder foi o autor da peça mais cara da ArtRio deste ano, arrematada por R$ 24 milhões.
A arquiteta Vera Dias, gerente de Monumentos e Chafarizes da Secretaria de Conservação e Serviços Públicos, há 20 anos tenta calcular o número de obras desaparecidas. Ela já se conformou com a impossibilidade de fechar essa conta, mas, até o momento, chegou a mais de 30 chafarizes e dez bustos. Entre estes últimos, está o da romancista Júlia Lopes de Almeida, o primeiro busto de uma mulher, de 1935, do Rio. O monumento ficava no Passeio Público, mas foi furtado em 2004, junto com uma representação de Mestre Valentim. Enquanto há na cidade 217 esculturas de figuras masculinas, apenas 13 mulheres receberam a mesma distinção. Desse pequeno total, três bustos femininos ninguém sabe onde estão.
— Desde 93 ando pelas ruas procurando monumentos. Só agora, com o acesso a um número enorme de registros fotográficos, temos uma ideia melhor do que existiu e desapareceu. Mas o número total é uma incógnita — diz Vera, que não cansa de lamentar o vazio deixado por uma escultura que adornava a primeira fonte em ferro fundido do país: a Mulher da Luz, do Chafariz da Praça das Nações.
Da noite para o dia, em outubro de 2010, a peça de 250 quilos foi levada do topo do chafariz neoclássico, esculpido para a Exposição Nacional de 1908. Como não há o molde, não foi possível produzir uma réplica. Os monumentos são visados pelo material e por colecionadores. No caso das peças de Calder, com a falta de cuidado, uma das hipóteses é que viraram sucata.
O colecionador Fernando da França Leite cita monumentos que só podem ser lembrados por fotos e desenhos antigos. No Império e no começo da República brasões costumavam decorar as ruas:
— Os sumiços ocorriam muito quando o sistema de governo mudava. Esses medalhões tinham arte e devem estar em algum lugar — desconfia.
Um brasão do Campo de Santana está no depósito municipal, que preserva outras peças originais para o caso da necessidade de reprodução de réplicas de cópias já vistas nas ruas. Outros recursos para salvar as obras é a instalação de câmeras, como feito com o Chafariz das Saracuras, e a divulgação dos 1.100 monumentos do Rio pelo site riomonumentos.com.

MAIS ASSALTO

Militar do Exército é preso após participar de assaltos no Rio

A PM informou que o soldado Cláudio da Silva, de 20 anos, praticou assaltos em Ipanema, Leblon e Lagoa, antes de ser preso. Os acusados estavam em carro pertencente à família do militar
Rio de Janeiro - Um soldado do Exército foi preso hoje (5) de madrugada acusado de participar de assaltos na zona sul do Rio. Com ele, estavam um irmão e uma amiga.
A PM informou que o soldado Cláudio da Silva, de 20 anos, praticou assaltos em Ipanema, Leblon e Lagoa, antes de ser preso. Os acusados estavam em carro pertencente à família do militar.
O registro da 14ª Delegacia de Polícia (DP) diz que Silva ficava ao volante do carro, enquanto o irmão Guilherme Rodrigues, de 19 anos, e Ana Beatriz Cristina da Silva, de 18, praticavam os assaltos.
O trio foi preso depois que o veículo passou a ser perseguido por patrulhas do 23ª Batalhão de Polícia Militar (BPM), até ser parado na praça Santos Dumont, na Gávea (zona sul).
De acordo com o boletim de ocorrência, os policiais militares recolheram com os suspeitos uma pistola de brinquedo e pertences roubados de várias vítimas, como celulares e documentos. Cinco pessoas atacadas pelo bando registraram queixa na delegacia.
Moradores da favela da Rocinha (São Conrado, zona sul), os acusados foram autuados pela prática do crime de assalto à mão armada e permanecem presos.

No bairro da Glória, também na zona sul carioca, dezenas de pessoas foram assaltadas por um grupo de 30 menores de rua durante a madrugada. Nenhum criminoso foi preso. Segundo testemunhas, após o arrastão, a quadrilha se dividiu na fuga, em direção à Lapa (bairro na região central) e ao Aterro do Flamengo (sentido zona sul).

ASSALTO


Restaurante em Ipanema, no Rio, é assaltado na tarde de sábado

Dois homens levaram pertences de clientes e fugiram em uma moto.
Gerente nega que caixa do estabelecimento tenha sido roubada.

Do G1 Rio


Um novo caso de assalto a restaurantes na Zona Sul do Rio aconteceu neste sábado (5). Desta vez, o roubo ocorreu no restaurante Restô, na Rua Joana Angélica, em Ipanema. A ação aconteceu ainda de dia, quando dois homens assaltaram a caixa do estabelecimento e clientes. As informações foram confirmadas pela Polícia Militar.
O gerente do estabelecimento, no entanto, nega que o dinheiro do restaurante tenha sido levado. Segundo ele, os criminosos agiram somente na varanda da casa.

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

DESTRUIÇÃO DA PRAÇA NOSSA SENHORA DA PAZ







REUNIÃO



            A próxima reunião do Projeto de Segurança de Ipanema será, SEGUNDA FEIRA, dia 07//10 às 18hs. no Colégio Notre Dame .

           
PAUTA


WWW.riomais.com.vc – projetos apresentados pelo PSI – canteiros da Visconde de Pirajá, lixeiras grandes nas esquinas.

Praça N. Sra. da Paz, metrô, ação.

Lista dos responsáveis pelo dano ambiental, patrimonial e prejuízo ao erário por conta das obras na Praça N. Sra. da Paz

Proposta de inspetores de quarteirão – como formatar o trabalho e contato com a sub prefeitura

ACESSE O NOSSO BLOG – WWW.PSIPANEMA.BLOGSPOT.COM

PROJETODEIPANEMA@gmail.COM.

ENTRE NO FACEBOOK  E INDIQUE NOVOS AMIGOS -  PSI IPANEMA

Twitter: @psi_seguipanema

HTTP//WWW.flickr.com/photos/psi ipanema

DEDIC – 14ª. DP – 23322866/ 23322880

DISQUE DENÚNCIA – 22531177



quarta-feira, 2 de outubro de 2013

CARTA AO PSI

Carta ao PSI : 

Barão da torre, trajetória de reconstrução e destruição, uma
rua marcada por interferências e percalços.

Aproximadamente  em meio do ano de 2009 morriam as Cássias, espécie de árvores predominantes em toda a extensão da rua Barão da Torre em Ipanema.
Foi por conta desse ocorrido, que dois moradores voluntariamente: Eduardo Saggese e Andrea Rangel iniciaram um processo e busca por soluções que pudessem atenuar a degradação da rua.

Percorreram todos os órgão competentes para atestarem as condições das árvores, como: Instituto Jardim Botânico, Feema, Ibama, Instituto Burle Marx, entre outros especialistas. Até chegarem contactar o Ministro do Meio Ambiente Sr. Carlos Minc, e começaram as promessas de estudos e replantio para essa rua, em especial.

Não foi fácil e nunca é! Andrea e Eduardo que não fizeram questão de se promover com essa ação, que comentando por alto, foi um grande feito plantar quase 80 árvores já em fase adulta e em pontos da rua mesmo com resistência de alguns condomínios e comerciantes.
O plantio envolveu um operacional enorme e um custo altíssimo, isso tudo para podermos ter garantido o "corredor verde", que segundo especialista é tão fundamental ruas bem arborizadas para reduzir os efeitos dos poluentes urbanos, quanto praças, parques e bosques.

Em resumo: fora feito o replantio e agora, só em 2013 é que a rua Barão da Torre começa a dar seus primeiros "tons" de vegetação, tudo estaria caminhando bem se não fosse as novas intervenções na rua praticadas pelas obras do metrô!
Obras que de todos os transtornos que já conhecemos e presumidamente esperamos, traz esse novo e desagradável argumento: retirar as árvores e "tentar" reimplantá-las no futuro!

Quem? Que garantia? Como? Quando? 

obrigado pela atenção,
Eduardo Saggese

Ipanema, 2 de outubro de  2013