sábado, 4 de maio de 2013

FALTA DE PUNIÇÃO !



Com 660 infrações, nove ônibus são flagrados avançando sinal vermelho

  • Irregularidade foi cometida na esquina da Vieira Souto com Henrique Dumont, em Ipanema
  • Local é o mesmo onde triatleta Pedro Nikolay morreu ao ser atingido por um coletivo
  • Um dos coletivos, que possuía 126 infrações, cometeu irregularidades do Centro ao Leblon

ISABELA BASTOS(
 


Almoço. O motorista deixa o ônibus da linha Central-Leblon parado na faixa da esquerda e sai para comprar uma quentinha
Foto: Marcelo Carnaval / O Globo

Almoço. O motorista deixa o ônibus da linha Central-Leblon parado na faixa da esquerda e sai para comprar uma quentinha Marcelo Carnaval / O Globo
RIO — O ônibus da linha 132 (Central-Leblon), da Viação Real, chega ao Terminal Procópio Ferreira, na Central do Brasil, às 11h40m de sexta-feira. O motorista deixa o veículo numa curva, onde é proibido parar e estacionar, sai para comprar quentinha e, na volta, fica mais 20 minutos ali, dificultando a passagem de outros coletivos. Almoço encerrado, anda cem metros até o ponto oficial, de onde sai às 12h19m. No trajeto para a Zona Sul, faz fila dupla na Avenida Rio Branco para pegar passageiros na Cinelândia; anda emparelhado com mais dois coletivos no Aterro; passa do ponto na Praia de Botafogo; deixa passageiro em cima da faixa de pedestres na Rua Raul Pompeia, em Copacabana; avança sinal na esquina da Rua Rainha Elizabeth, antes de, enfim, chegar ao Leblon. Em uma única viagem, foram, segundo a prefeitura, cinco infrações ao Código de Trânsito Brasileiro e ao código disciplinar da Secretaria de Transportes.
Esse mesmo ônibus, placa LSK-1589, foi um dos nove coletivos flagrados pelo GLOBO avançando o sinal na esquina das Avenidas Vieira Souto e Henrique Dumont, em Ipanema, na madrugada de quarta-feira, 24 horas depois do atropelamento do triatleta Pedro Nikolay. Sozinho, o veículo registra 126 multas em 4 anos de vida útil, período em que foi conduzido por diversos motoristas. Apesar do corolário de infrações, não lidera a lista dos ônibus analisados, que somam 660 multas. O campeão é outro coletivo (placa KWC-2807) da mesma linha e empresa, com 136 infrações em quatro anos.




Nenhum comentário: