quinta-feira, 1 de março de 2012

MORTE SUSPEITA

Filho de campeão do surfe tem morte suspeita aos 13 anos

O pai, Ricardo Bocão, é dono de títulos internacionais no esporte


Rio - A morte de um jovem atleta na tarde de terça-feira deixou o mundo do surfe de luto. Vitor Ramos, de 13 anos, filho caçula de Ricardo Bocão, um dos surfistas profissionais mais importantes da história do esporte no Brasil, foi encontrado desacordado no banheiro da casa da família, em Ipanema. O garoto foi socorrido, mas chegou morto ao Hospital Miguel Couto, na Gávea. A polícia abriu inquérito para apurar as causas da morte.
Os pais serão chamados, pela 14ª DP (Leblon), para depor. Segundo amigos que comentavam a morte em redes sociais da Internet, Vitor teria morrido em decorrência do rompimento de um aneurisma.
Amigos e surfistas prestaram homenagem a Vitor e deixaram mensagens de conforto à família. No Facebook, Ricardo Bocão agradeceu o apoio e contou que Vitor disputou campeonato em Marbella, na Costa Rica, mês passado. “Era um garoto doce, com uma luz diferente e que estava num momento muito feliz da sua vida. Estou rodeado de pessoas lindas, mas as lágrimas continuam caindo”, desabafou o pai.
O surfista Ricardo Bocão fundou o Rocinha Surfe Clube, escola do esporte que oferece treinamento gratuito a crianças da Rocinha e do Vidigal, em São Conrado. Bocão também é sócio do Woohoo, canal por assinatura especializado em surfe.

Nenhum comentário: