sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

POSTO 9

..Após cinco meses fechados, postos 5 e 9 são reabertos

Por Isabela Bastos (isabelab@oglobo.com.br)

Agência O Globo



RIO - Aquela ducha na saída da praia ganhou um upgrade, ao menos em Ipanema e Copacabana. Fechados há cinco meses para obras, os postos 5 e 9 serão reabertos amanhã com cabines reservadas para banhos de seis minutos, com direito a toalha e sabonete. O serviço custará R$ 4 e será um diferencial dos novos postos da orla, que ganharam ainda "cerca" de vidro temperado no lugar das velhas grades e mais sanitários. Segundo a empresa Orla Rio, que administra os postos de salvamento, os outros 22 postos distribuídos pelas praias do Rio serão reformados no mesmo padrão. Mas o cronograma de obras ainda será fechado com a prefeitura depois do carnaval.

- A gente deve começar por Ipanema e Leblon a reformar os demais, mas sempre com o cuidado de não fechar postos em série para que o banhista não ande muito. As próximas reformas deverão durar três meses em cada posto. As primeiras demoraram mais porque tivemos que fazer ajustes nas obras - explica o vice-presidente da Orla Rio, João Marcello Barreto

Os novos postos serão reabertos às 10h, o de Copacabana, e 12h, o de Ipanema. A partir de domingo, o horário de funcionamento será das 6 às 22h. As reforma dos dois primeiros postos custou cerca de R$ 1 milhão. Cada posto ganhou uma cabine feminina e outra masculina para os banhos, com chuveiros frios. Conforme noticionou a coluna Gente Boa do GLOBO, além dos reservados, os novos postos ganharam ainda escadas retráteis para que os salva-vidas possam descer dos pontos de observação direito na areia das praias, em caso de necessidade.

- Saindo do posto direto pela areia, o guarda-vidas não precisa perder o foco na vítima. Nos postos antigos, o bombeiro tem que descer a escada do calçadão e dar a volta, fazendo com que a vítima saia do campo de visão momentaneamente - explica o vice-presidente da Orla Rio.

Ao contrário dos postos antigos, com dois sanitários apenas, os novos terão três banheiros femininos (um deles para cadeirantes) e dois masculinos, um para cadeirantes e outro com dois boxes de vasos sanitários e três mictórios. Segundo Barreto, a opção por aumentar o número de banheiros tem como objetivo amenizar as longas filas que se formam nos postos na saída da praia. O uso do banheiro continuará custando R$ 1,50.

- A população cresceu desde os anos 70, quando os postos foram criados - justifica.

Outra novidade são os fraldários com pia, que poderão ser usados gratuitamente. Já as duchas unisex, onde se pode tomar uma chuveirada de um minuto a R$ 1, foram mantidas. Já os espaços usados pelos salva-vidas também foram reformados. Os deques de madeira usados para observação foram trocados por similares em madeira ecológica, uma espécie de plástico que imita madeira, o mesmo usado no deque construído pela prefeitura em Ipanema.

Depois do carnaval, os novos postos ganharão guarda-volumes. Segundo o vice-presidente do Orla Rio, os armários só não serão colocados em funcionamento amanhã porque não ficaram prontos a tempo. Cada posto terão cerca de 30 armários, que poderão ser usados por R$ 4 o período de 12 horas.

Criados nos anos 70, os postos da orla já tinham passado por um programa de manutenção em outubro de 2010, com pintura e troca de equipamentos quebrados ou obsoletos

Nenhum comentário: