sábado, 31 de dezembro de 2011

PRAIA DE IPANEMA

Enviado por Renata Leite -

Homem morre afogado no mar de Ipanema

Um homem, ainda não identificado, morreu afogado, na noite desta sexta-feira, ao entrar no mar de Ipanema. O corpo ainda está na areia, na altura do Posto 9, onde bombeiros aguardam a chegada da perícia da Polícia Civil. Há pouco, um parente da vítima chorava, com as mãos no rosto, sentado num quiosque, enquanto cerca de 15 curiosos rodeavam o local.

De acordo com o Grupamento Marítimo de Copacabana, responsável pela área, os salva-vidas realizaram muitos resgates no mar, ao longo do dia. As ondas variam entre meio metro e um metro no bairro.

A recomendação dos militares é que se evite entrar no mar à noite, quando afogamentos podem passar despercebidos por quem está na areia a e no calçadão. Principalmente turistas que não estão habituados com o mar, devem ficar atentos à sinalização de perigo, devido a correntezas. Nesta época, a mistura de bebida e mergulhos pode ser fatal.

LAGOA


Enviado por Equipe de Rio -

Lagoa tem nova iluminação

A Lagoa Rodrigo de Freitas ganhou ontem uma nova iluminação com tecnologia LED. Foram instaladas 540 luminárias, que proporcionarão maior luminosidade, com menor consumo de energia. A nova iluminação gera uma luz branca e uniforme, que permite melhor identificação de cores e condições de visibilidade para o tráfego de veículos, ciclistas e pedestres.

- Entregamos aqui um presente da prefeitura para um dos pontos turísticos mais importantes da cidade. É o primeiro logradouro público iluminado a LED. Esse investimento tem um duplo efeito para a cidade: reduz em 50% o consumo de energia e aumenta em quase 40% a luminosidade. Passamos a ter aqui um dos principais cartões postais da cidade, mais iluminado, com mais qualidade, mais atrativo e consumindo menos energia, garantindo a sustentabilidade do Rio – afirmou o secretário Carlos Roberto Osorio.

Foram trocados todos os postes da orla da Lagoa, incluindo os que sofreram com processo corrosivo ao longo dos anos. Os novos são de aço com 4,5 metros e na base possuem sapatas que os elevam do solo e permitem o maior controle da corrosão. Os velhos postes serão levados para a Gerência de Materiais da Rioluz. Depois de avaliação técnica, eles serão recuperados com tratamento especial e pintura específica para reutilização em outros logradouros da cidade.

A substituição reduzirá em 50% o consumo de energia, o suficiente para iluminar 360 casas por um ano.
As luminárias escolhidas obedecem aos padrões europeus RoHS (Restriction of Hazardous Substances), não contém materiais prejudiciais ao meio ambiente e oferecem redução de 50% na emissão de CO2, considerando a emissão anual de 0.536 kg CO2 por kWh (European average from Eco-Invent). A nova iluminação também terá maior durabilidade, chegando a 50 mil horas de vida útil (11 anos considerando o uso diário de 12 horas).


sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

VERGONHA !!!!!!



ISSO ERA PARA SER UM DEQUE,ONDE AS PESSOAS IRIAM APRECIAR AS CAGARRAS.


VIROU ALÉM DE ESTACIONAMENTO DE CADEIRAS, LIXO !



DESACATO

Ambulante é detido por desacato em Ipanema

Rio - Guardas do Grupamento Especial de Praia (GEP) da Guarda Municipal do Rio prenderam, na tarde desta sexta-feira, o ambulante Fábio Leonardo Sorrentino, de 38 anos, por ter desacatado os guardas no momento da apreensão de mercadorias que estavam sendo comercializadas irregularmente na Avenida Vieira Souto, em frente ao número 158.

O caso foi registrado na 14ª DP (Leblon) como desacato. Com o ambulante foram apreendidos 19 óculos de sol.


.

ACONTECEU EM IPANEMA

FELIZ ANO NOVO - 2012

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

BAIRROS.COM

Enviado por Bairros.com -

Cantor Chico Reys se apresenta em Ipanema

O cantor e compositor Chico Reys se apresenta no Vinícius Bar, no dia 3 de janeiro, com musicas autorais e releituras de autores com referências africanas, como Afros descendentes autores como: Johnny Alf, Sinhô, Tim Maia, Cartola, Jorge Bem Jor etc. O show mistura arranjos refinados, que vêm temperados de uma harmonia fina de dissonância requintada.

Serviço:
Show do Chico Reys no Vinícius Bar
Rua Vinicius de morais 39, Ipanema
Dia:03 de janeiro
Horário: 21h30
Reservas: Tel. 2287-1497

DEQUE DE IPANEMA



Esse deque foi construído para que as pessoas pudessem apreciar a vista das Ilhas Cagarras,no entanto virou propriedade dos barraqueiros que usam e abusam ao seu bel prazer,sem se importarem com os moradores e/ou turistas .
Deviam levar uma chamada,pois não são donos da praia,e ainda tem mais quando colocam as cadeiras é jogando no chão sem dar valor ao serviço feito pela Prefeitura,como se quisessem estragar,por puro despeito !

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

CADEIA NELE !

Beltrame dá voz de prisão a apontador do jogo do bicho

Depois da Operação Dedo de Deus, que há 15 dias prendeu 44 pessoas ligadas à cúpula do jogo do bicho, o secretário de Segurança do Rio, José Mariano Beltrame, decidiu atacar o problema pelas bases. Ontem (27), Beltrame deu voz de prisão, pela sexta vez, a um apontador do jogo do bicho que faz ponto próximo à casa dele, num dos quarteirões mais chiques de Ipanema. Roberto de Azeredo Coutinho atuava na esquina da Nascimento Silva com Garcia D'Ávila.

Beltrame justifica a atitude dizendo que o combate a qualquer crime começa por ele. Mas, prendeu sabendo que Roberto seria solto tão logo chegasse à delegacia. De fato, os dois deixaram a DP praticamente juntos. A legislação impede que os anotadores sejam mantidos na cadeia porque o crime do qual são acusados é considerado leve. "Esta situação é um absurdo. Prendemos e depois eles são liberados porque a legislação não permite mantê-los presos", disse Beltrame. "Chegou a hora da sociedade decidir o que deseja em relação ao jogo do bicho. Ou se criminaliza essa prática, ou se legaliza".

Além de prender o anotador, Beltrame decidiu mexer nos procedimentos policiais. A Polícia Civil expediu hoje uma portaria que orienta os delegados a enquadrarem os anotadores do jogo no crime contra a economia popular. Na Operação Dedo de Deus, a polícia descobriu que os resultados dos sorteios estavam sendo manipulados pelos contraventores. Com base nisso, pretende abrir inquérito contra os anotadores.

Em 2011, a Polícia Civil e a Polícia Militar prenderam cerca de 3.350 contraventores, o maior resultado da história do Estado em um ano. A maior quantidade de prisões em um mesmo dia foi na sexta-feira, dia 23 de dezembro: 197 apontadores e 30 operadores de máquinas caça-níqueis foram detidos.

O historiador Felipe Magalhães, autor do livro Ganhou, leva! O jogo do bicho no Rio de Janeiro, está convencido de que o jogo está em franca decadência. "A concorrência com outras loterias certamente ajuda neste declínio. O jogo do bicho é um jogo velho. Não sei por quanto tempo ele resiste". Magalhães acredita que há anos o bicho não é mais a principal fonte de renda dos grandes contraventores, como Aniz Abraão David e Luizinho Drummond, que estão foragidos.

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

CADEIA NELE !

Falso policial é preso na Lagoa


Jornal do Brasil


Agentes do 23º BPM (Leblon) prenderam, na madrugada desta terça-feira, um homem que se fazia passar por policial próximo ao Clube Caiçaras, na Lagoa, Zona Sul da cidade. Segundo a PM, quando foi abordado, o indivíduo vestia uma farda completa da corporação e portava uma pistola e uma faca.

Ele teria abordado um grupo de pescadores e alguns transeuntes que passavam pelo local. Ele foi autuado por usurpação de função pública e uso ilegítimo de uniforme ou distintivo. Após ter o material apreendido, o acusado foi liberado.

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

JORGE ANTONIO BARROS






Em Ipanema acontece a mesma coisa São incompetentes ,acham que como estão fardados são poderosos e podem tudo !
Conversam o tempo todo(gostaria de ser uma mosca para saber o que tanto falam!)não dão a mínima para o que acontece em volta e te olham como se fossemos de outro mundo,alienígenas,se achando superiores a tudo e a todos .

Vejam a foto ao lado !
Escritor flagra ineficiência de guardas municipais no Leblon

O escritor e cronista João Paulo Cuenca viveu no Leblon -- bairro de classe média alta do Rio -- na antevéspera de Natal, uma situação que tem se tornado cada vez mais comum nas esquinas do Rio: guardas municipais sem iniciativa. Se a prefeitura quer continuar a colaborar de verdade com a prevenção contra a violência, em apoio à Secretaria de Segurança do estado, deve urgentemente promover a reciclagem desses agentes.

Fala João Paulo:

"Curso de Rio de Janeiro em cinco minutos.

Na última sexta-feira, às 19h15m, na esquina de Ataulfo de Paiva com General Artigas, no Leblon, três guardas municipais pegavam sombra na esquina. A calma daquela cena foi interrompida quando uma multidão subiu a Ataulfo correndo atrás de um assaltante. "Pega ladrão!", e foram atrás do homem pela General Artigas.

Os três guardas municipais não demonstram a mesma solidariedade. Quando eu pergunto por que não foram atrás do bandido, um deles me pergunta se eu quero ensiná-lo a trabalhar: "Meu amigo, se eu correr,
posso tropeçar e me machucar". Os três agora estão com telefones em punho, ligando para a polícia e se esforçando para fazer cara de preocupados. Os aposentados do Leblon começam a mandá-los trabalhar e
recebem uma ameaça de voz de prisão por crime de desacato. Soa uma sonora vaia de umas 40 velhinhas e os guardas finalmente se deslocam, em passinhos curtos, até o outro lado da calçada. O deslocamento deles foi de 10 metros, e não foi para pegar o ladrão. Curso intensivo de carioquismo, covardia e prevaricação em 5 minutos.

Pergunto: para que servem os cassetetes na cintura de um GM? Dar pancada em trabalhadores de rua? Para que servem os GM? Multar carros e brincar de estátua em calçadas da Zona Sul? Numa cidade que está desalojando dezenas de milhares de moradores de forma arbitrária por obras para a Copa e Olimpíadas (o número nacional dos Comitês Populares da Copa aponta para uma faxina de 170 mil pessoas), o Leblon é o bairro onde o poder público cometerá a pachorra de oferecer "manobristas 24 horas" para seus moradores incomodados com um buraco do metrô. O Leblon é o bairro onde grupos de 3 a 5 guardas municipais são pagos para fazer nada nas esquinas.

O assalto? Ser assaltado é pouca punição para quem acredita nessa ordem de coisas, nesse prefeito e nesse governo."

LEI SECA





Boias da Lei Seca vão iluminar a Lagoa Rodrigo de Freitas

A ideia é conscientizar a população nesta época em que há mais acidentes no trânsito

O Globo


A montagem da Secretaria de Estado de Governo mostra a boia da Lei Seca, que iluminará a Lagoa Rodrigo de Freitas, a partir desta segunda-feira



RIO - Depois do tradicional balão da Operação Lei Seca que, a partir desta segunda-feira, levará cariocas e turistas a flutuar pelo céu de Copacabana, outra novidade, divulgada pela Secretaria de Estado de Governo para chamar a atenção do público na época do ano em que há mais acidentes no trânsito, são as boias-blimps que vão iluminar a Lagoa Rodrigo de Freitas, a partir da 19h desta segunda. Com a mensagem "Colabore", quatro metros de diâmetro e feitas de lona plástica, elas ficarão flutuando em oito pontos diferentes da lagoa, e vão contar com iluminação interna.

As boias poderão ser vistas no cartão postal da cidade, entre as avenidas Epitácio Pessoa e Borges de Medeiros, até o dia 1º de janeiro. Neste período, parte da equipe de cadeirantes, que trabalham fazendo operações nas ruas, também atuará na região, conversando com o público, distribuindo panfletos e alertando sobre o perigo da mistura álcool e direção.

"A Lagoa atrai milhares de pessoas nesta época do ano. Nada melhor do que aproveitar esse espaço e o momento de esperança, que é o Natal, para conscientizar as pessoas sobre a importância de nunca dirigir depois de beber, pedir mais paz no trânsito e que todos colaborem para que a campanha continue salvando vidas", afirmou, em nota, o coordenador da operação Lei Seca, major Marco Andrade.

AQUI FALTA TUDO ! EDUCAÇÃO ,RESPEITO E PRINCIPALMENTE VERGONHA NA CARA !



fotos de Fabio Rocha e Simone Marinho
RUA JANGADEIROS











GENARAL OSÓRIO









PRAÇA GENERAL OSÓRIO


EXEMPLO !!!!!!!!!!!!!!!!








RUA JOANA ANGÉLICA















RUA VISCONDE DE PIRAJÁ



POVINHO SEM EDUCAÇÃO !!!


Lixo acumulado em praias da Zona Sul afugenta banhistas

Céu encoberto e cheiro ruim do mar também ajudam a espantar cariocas e turistas

Flávia Milhorance



Lixo espalhado em torno de uma caçamba em Ipanema: a quantidade de detritos na areia atrapalhou quem quis ir à praia no domingo de Natal

Simone Marinho / O Globo

RIO - O céu encoberto por nuvens e o lixo acumulado tornaram as areias das praias de Ipanema e do Leblon pouco atraentes para cariocas e turistas no domingo de Natal. O ambulante Manuel de Souza disse que, ao chegar no domingo às 6h à Praia de Ipanema, na altura do Posto 9, já encontrou a areia cheia de detritos, principalmente cocos abertos e produtos de plástico.

— A população é mal-educada, mas também não vi nenhum funcionário da Comlurb. O lixo de ontem (sábado) está todo aí — reclamou.

Antônio Souza, funcionário de um hotel no Leblon, contou que no dia anterior funcionários da Comlurb haviam pedido uma contribuição para o fim de ano.

— Muito engraçado isso. Ontem (sábado) eles passaram pedindo caixinha de Natal. Hoje (domingo), eles não apareceram para limpar a praia — afirmou.

Taxa de ocupação de hotéis no Rio chega a 95%

Com as festas de fim de ano, a taxa de ocupação dos hotéis está em torno de 95%, de acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio de Janeiro. A turista inglesa Jane Douglas passou o Natal e também estará na cidade no réveillon. Ela se incomodou com o lixo acumulado na Praia do Leblon, na altura do Jardim de Alah:

— O Rio é lindo, mas andar em meio a todo esse lixo realmente é muito desconfortável.

Apenas por volta das 13h repórteres do GLOBO viram funcionários da Comlurb na areia do Leblon. Nesse horário, nas praias de Copacabana, Leme e Vermelha, o lixo já tinha sido recolhido. De acordo com a Comlurb, o planejamento da limpeza durante o Natal foi o mesmo para toda a orla. Os garis terminaram o trabalho às 17h de sábado e retornaram às praias às 9h de domingo. A companhia não soube informar por que havia grande quantidade de lixo nas praias de Ipanema e do Leblon.

Além disso, como nos dias anteriores, no domingo o mar em Ipanema e no Leblon ainda apresentava um aspecto viscoso, tom marrom e mau cheiro. Quase nenhum banhista foi visto. De acordo com o último boletim divulgado pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea), no dia 23, apenas cinco praias estavam próprias para o banho, entre elas Grumari, Prainha, Recreio, Barra da Tijuca e Vermelha.

A operação Choque de Ordem nas praias multou, neste fim de semana, 493 veículos e rebocou 30 por estacionamento irregular no trecho da orla do Leme ao Recreio dos Bandeirantes.

domingo, 25 de dezembro de 2011

CARTA MANDADA AO "O GLOBO"

Desordem e desrespeito total na areia e no asfalto, em Ipanema.


Até parece complô armado contra o bairro - tamanha a sensação de descaso...
Não sou pitonisa, mas prevejo triste destino para o Governador e Prefeito :
Ao insistir na construção da estação de metrô N.Sra. da Paz - totalmente descabida - por ser a unica praça decente do bairro e protegida por Decreto de tombamento , o Governo do Estado estará prejudicando crianças e cadeirantes
que a frequentam.É bom ressaltar que essas pessoas tem parentes, amigos e simpatizantes à causa da manutenção da Praça, em outros bairros da Cidade e isso certamente será levado em conta, nas próximas eleições ;
Quanto ao Prefeito : Se o seu Secretário de Conservação insistir na retirada das grades - e no sucateamento das Praças - será conhecido como Secretário da Eliminação...
Também será muito lembrado na eleição de 2012.Ainda está em tempo para reverter esse quadro de total descalabro.
Se as autoridades do estado e municipio não respeitam o cidadão-contribuinte-eleitor-como querem que a recíproca seja verdadeira ?
Todos unidos por um Rio melhor, com educação e mais qualidade de vida !!!


Maria da Graça Cunha

ANCELMA GOIS



Enviado por Ancelmo Gois -

GOIS DE PAPEL


Ponto final

Antônio Rufino de Souza, cearense, porteiro em Ipanema, é uma espécie de Papai Noel das crianças do Morro do Vidigal. Coração generoso, arrecadou brinquedos e consumiu suas folgas deste mês no conserto dos danificados. Sua mulher, solidária, fez vestidinhos novos para as bonecas. Ontem, Rufino distribuiu tudo para a garotada da favela. Que Deus o proteja, e a nós não desampare

sábado, 24 de dezembro de 2011

UOP

..Oito meses após a 1ª UOP, cariocas insistem na cultura da desordem

Por Selma Schmidt (selma@oglobo.com.br)

Agência O Globo – 24 minutos atrás....


RIO - A cena se repete em duas praças, ambas incluídas no perímetro de Unidades de Ordem Pública (UOPs): de um lado, guardas municipais; de outro, a desordem. No fim da tarde da última quarta-feira, cinco agentes e dois carros da Guarda Municipal estavam na Praça General Osório, junto à Rua Teixeira de Melo, em Ipanema. Bem perto dali, na Rua Jangadeiros, um flanelinha agia livremente no estacionamento do Rio Rotativo, e a rampa para deficientes em frente a um restaurante estava, mais uma vez, bloqueada por dois carros - como O GLOBO já havia noticiado dez dias antes. Já na área da UOP da Tijuca, uma hora e meia antes, dois guardas faziam o patrulhamento da Praça Vanhargem, onde os motoristas, para ampliar as vagas de estacionamento, não pouparam a esquina da Rua Felipe Camarão.

Oito meses depois da inauguração da primeira UOP e de a prefeitura investir R$ 44 milhões na implantação de quatro unidades - sem falar nos custos de manutenção, estimados em cerca de R$ 9 milhões por ano em cada uma delas -, a cultura da ordem ainda não pegou nessas áreas. Faltam campanhas educativas, e o carioca resiste, apesar dos 62.906 veículos multados e 1.796 rebocados até o dia 20 deste mês no perímetro das UOPs da Tijuca, do Centro, do Leblon e de Ipanema. Mas o coordenador do Laboratório de Etnografia Metropolitana do Ifcs/UFRJ, o antropólogo Marco Antonio da Silva Mello, diz que não há como pensar em mudança de comportamento do carioca, se o poder público não fizer a sua parte.

Problemas migram para áreas vizinhas

As quatro primeiras UOPs contam com um efetivo de 1.094 guardas municipais, distribuídos por turnos. Para Mello, as regras só vão vingar quando o poder público passar a tratar bem o cidadão:

- A prefeitura está cobrando. O que está oferecendo? Oferece transporte coletivo de qualidade? E por que permite a particularização do espaço público? Deixa fecharem ruas com cancelas e guaritas, colocarem grades em calçadas e milícias controlarem territórios.

Ele lembra que, na história urbana do Rio, a tentativa de disciplinar os espaços públicos é antiga: começou na gestão do prefeito Pereira Passos. $das dificuldades, acrescenta, é que o carioca vê esses espaços como sendo do Estado, e não seus.

Responsável pelas UOPs, o secretário Especial da Ordem Pública, Alex Costa, trata como um desafio mudar a cultura do carioca de resistir ao ordenamento da cidade, mas prefere não fixar prazo:

- Esse é um processo longo de convencimento. O carioca tem de entender que a ação da prefeitura é permanente e que o objetivo não é multar, mas ordenar melhor a cidade.

Além das tentativas de burlar a fiscalização nas áreas das UOPs, há infratores que migram para a vizinhança das unidades. Na terça-feira passada, pouco após o meio-dia, por exemplo, dezenas de camelôs se concentravam junto às grades do Campo de Santana, na Avenida Presidente Vargas.

Também fora, embora próximo da área da UOP do Centro, ambulantes em situação irregular se concentram em ruas coladas ao camelódromo da Rua Uruguaiana. Na Buenos Aires e na Senhor dos Passos, entre Uruguaiana e Rua dos Andradas, eles não se limitavam às calçadas, espa$se pelas pistas. Mais adiante, em frente ao prédio-sede do Detran, na Avenida Presidente Vargas 817, o mau exemplo era dos motoristas, que estacionavam junto ao meio-fio ou em fila dupla - neste caso, com o pisca-alerta ligado, aguardando vaga num estacionamento próximo.

- Nossa intenção é criar outras unidades no Centro - diz Costa.

Centro é onde há maior resistência

O monitoramento das UOPs, feito pela Seop, indica o Centro como a área de maior resistência. Na tarde de terça-feira, repórteres do GLOBO contaram sete automóveis parados, com o pisca-alerta ligado do lado esquerdo da Avenida Rio Branco, entre a Presidente Vargas e a Almirante Barroso. Na esquina das ruas do México e Santa Luzia, havia um camelô vendendo bolsas. Na Almirante Barroso, um carro de passeio ocupava uma vaga para táxi. Outro estava estacionado na esquina da Rua do México com o porta-$aberto, para permitir que um camelô vendesse quentinhas.

Do Centro para o Leblon, os problemas no miolo e nas vizinhanças da UOP também não dão trégua. Na Rua Dias Ferreira, apesar da repressão, há motoristas que insistem em parar em fila dupla. Ligam o pisca-alerta e aguardam passageiro. Na terça-feira, alertado pelo guarda André Antunes, o publicitário Jorge Luiz Moraes fechou a mala do carro e saiu.

- Parei só para desembarcar uma pessoa. Abri a mala por alguns instantes, mas já estou saindo. Não estaciono em fila dupla - garante.

Segundo Antunes, a Dias Ferreira e o trecho da Avenida Ataulfo de Paiva em frente à padaria Rio-Lisboa e ao restaurante Talho Capixaba são os pontos da UOP do Leblon onde os motoristas mais param irregularmente para embarque e desembarque:

- Nosso trabalho é mais educativo. Só multamos quando o motorista não está no carro ou não concorda em sair. Se fôssemos multar todos, seria um infinidade de multas.

Presidente da Associação de Moradores do Leblon, Evelyn Rosen$se diz preocupada especialmente com a migração da desordem para a vizinhança da UOP. Até na Avenida Visconde de Albuquerque já há camelôs, conta ela:

- Que projeto é esse? É para mudar de lugar as irregularidades?

Moradora de Ipanema há 64 anos, a aposentada Roselene Soares sentiu uma melhora, embora insuficiente, dentro do perímetro da UOP. Ela, no entanto, critica o que chamou de falta de preparo dos guardas:

- Eles conversam muito, não coíbem as infrações como deveriam.

Mais otimista, o presidente da Associação Comercial e Industrial da Tijuca, Jaime Miranda, sente que a UOP freou a ação de camelôs e dos distribuidores de panfletos. Em relação ao estacionamento irregular, porém, a situação só vai melhorar, diz ele, se houver transporte coletivo de qualidade e a construção de edifícios-garagem.

- No entorno da Praça Saens Peña, há 1.500 lojas e salas - diz ele.

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

CADEIA NELE !

Flanelinha é preso em Ipanema após denúncia de moradores

Acusado foi autuado por exercício ilegal de profissão

Jornal do Brasil


Guardas da Unidade de Ordem Pública de Ipanema (UOP-Ipanema) da Guarda Municipal do Rio de Janeiro prenderam em flagrante, na tarde desta sexta-feira, dia 23, Adilson José Saturnino da Silva, de 45 anos, por atuar como flanelinha no cruzamento da rua Barão da Torre com a avenida Henrique Dumont, em Ipanema. A equipe da GM-Rio chegou até o local da irregularidade a partir de denúncia de moradores.

Quando os guardas chegaram no local, Adilson havia acabado de estacionar um veículo na esquina das rua Barão da Torre com a avenidade Henrique Dumont. Percebendo a aproximação dos guardas, o acusado pegou um balde vazio e disse que estava apenas lavando o veículo. A chave do automóvel estava com ele. Os guardas municipais informaram ao acusado que o levariam para a delegacia a fim de prestar esclarecimentos.

Neste momento, um morador, que estava registrando a ocorrência com um aparelho celular, se ofereceu para testemunhar contra o acusado. Segundo Peter Hohl, de 49 anos, o flanelinha atuava há muito tempo na região, cobrando irregularmente para estacionar veículos. Ainda de acordo com o morador, o flanelinha não se incomodava de parar em local proibido, nas esquinas das ruas e até na frente de portões de garagem.

Os guardas municipais deram voz de prisão ao acusado e o levaram para a 14ª DP (Leblon), onde o caso foi registrado como exercício ilegal da profissão (artigo 47 da lei nº 3688/41). Adilson foi liberado, mas terá que responder a processo.

É TUDO O QUE IPANEMA QUER !!



APOIADO !



quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

IPANEMA AFUNDANDO !



Calçada em frente ao nº 318 da rua Visconde de Pirajá.

SUJEIRA ! EDUCAÇÃO REFINADA DO POVO



LIXO DEIXADO PELO FLORISTA !



PAPAI NOEL EXISTE !!!!!!

A praça é das crianças


Papai Noel existe e seu nome é Zuenir Ventura , nosso bom Velhinho Ipanemense !

Depois do verdadeiro bombardeio de insultos : " elitistas" , "grâfinas" , "dondocas", "tias velhas de Ipanema",
"aposentados" ( com conotação de inuteis e eleitores de quinta categoria ) que os organizadores do evento Pró-Praça N.S.da Paz , em 22/10/2011, e manifestantes , receberam , injustamente , contrariando o próprio regulamento do Jornal , foi verdadeiro presente de Natal a opinião, em 21/12, do prestigiado jornalista e da psicanalista Renata Salgado, no texto intitulado " A praça é das crianças " (aqui peço licença para incluir os velhinhos cadeirantes também, tão apreciadores da aprazível área de lazer ).

Segundo Ruy Castro , autor do livro " Ela é carioca " :
..." Ipanema tem 1,67 quilometro quadrado e dentro dessa estreita faixa é possível atravessá-la a pé em duas horas." Complemento :
Quem não tiver tempo ou disposição para andar, várias linhas de ônibus circulam pelo bairro , inclusive a de integração com o metrô, desde dezembro 2009...

Que imbuídos do mais alto sentimento de Boa-Vontade e Sensatez, as autoridades envolvidas nesse projeto absurdo da estação naquele local, desistam.A comunidade ipanemense ; as árvores quase centenárias, o verde que brilha sob o sol ; os pássaros que lindamente cantam e encantam; os gatinhos lá refugiados e que são voluntariamente bem tratados e alimentados por moradores ( alô Cora ! ) penhoradamente agradecerão.

Maria da Graça Cunha

VERGONHA !!!!!!



Inaugurado em outubro, corredor viário de Ipanema já está destruído

Foto mostra o início da Rua Visconde de Pirajá, próximo ao Obelisco

Pablo Rebello



Inaugurado em 8 de outubro, o corredor de ônibus de Ipanema já mostra sinais de má conservação. O flagrante é no início da Rua Visconde de Pirajá, próximo ao obelisco. Os tachões são arrancados pelos ônibus que trocam de faixa, passando para a via destinada apenas aos veículos leves.

PRAIA DE IPANEMA







GAROTA DE IPANEMA FAZ 50 ANOS!


Shows celebram 50 anos de "Garota de Ipanema"



Tom Jobim em sua casa no Rio de Janeiro em 1994

Uma série de shows com os ícones da bossa nova celebrará os 50 anos, em 2012, do clássico "Garota de Ipanema". Primeiramente gravada por Pery Ribeiro, a música de Tom Jobim e Vinicius de Moraes contabiliza mais de 160 registros, entre eles os de Frank Sinatra, Ella Fitzgerald e, mais recentemente, Amy Winehouse.

O projeto "A Caminho do Mar" passará por Belo Horizonte, São Paulo, Brasília e Rio. "Embora surjam poucos artistas dedicados estritamente ao gênero, a gravação da Amy comprova que a bossa nova continua influenciando músicos de todo o mundo", afirma Leonardo Conde, idealizador da iniciativa.

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

PRAIA DE IPANEMA


Praia de Ipanema recebe novas mudas de vegetação de restinga
Objetivo é recuperar as dunas entre os postos 9 e 10. Replantio vai se estender até o Arpoador

Simone Avellar



A Praia de Ipanema, entre os postos 9 e 10, acaba de ganhar novas mudas de vegetação de restinga

Simone Avellar


RIO - A Praia de Ipanema, entre os postos 9 e 10, acaba de ganhar novas mudas de vegetação de restinga, com o objetivo de recuperar as dunas da praia. O projeto é custeado por empresas parceiras, que adotaram os canteiros. A meta agora é estender o replantio até o Arpoador.

EMAIL RECEBIDO

Bairro.

Mandei um email prá o jornal agradecendo o interêsse da prefeitura em manter as tradições, usos e costumes dos bairros. Apenas pergunto porquê nossa Ipanema está de fora , se não conseguimos nem manter nossa principal praça preservada.

Então listo, ponto a ponto o q. nosso bairro trouxe de novidades, conceitos, entre êles : a bossa, com Nara e Cartola unindo môrro e asfalto, Pasquim , a diferençao em jornalismo, a moda com sandalinha rasa, teatro q. se não fôsse o pequeno C. Mendes nuncaa haveria o Asdrúbal, N. Rodrigues e J. Saldanha no futebol, R. Braga e sua cobertura cheia de árvores, Tom e Vinicius botando Ipanema no mapa-mundi, etc. Nem cheguei no pier, no verão da lata e na Mulher de Branco, mas deu vontade.

Aquí, nossa livrarias viraram farmácias ou lojas de porcarias chinesas e nossa calçadas estão cheias de tapumes da Ceg, e em menos de 3 kms teremos 3 estações de metrô!!bj

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

GALO CANTOU


Prezado(a)s,

A Editora Record, o Instituto Atlântico, o Projeto de Segurança de Ipanema e a Localiza tem o prazer de convidá-lo(a) para o lançamento do livro “GALO CANTOU” de autoria de Paulo Rabello de Castro e colaboradores, que ocorrerá no dia 20/12 às 19hs na Livraria da Travessa, situada no shopping Leblon - 2º piso (convite em anexo). Nesta oportunidade, será realizado um bate-papo com Paulo Rabello e vários co-autores, do livro, inclusive o PSI e com a participação do vice-governador, Luiz Fernando de Souza Pezão, da deputada Aspásia Camargo e do colunista de O Globo, Merval Pereira.

Contamos com a sua presença!

domingo, 18 de dezembro de 2011

MAZELAS DE UMA PRAIA



LIXO DO DEQUE ABANDONADO NO LOCAL DA OBRA.

A CERCA QUE VIROU VARAL DE CANGAS



DEQUE DE IPANEMA


Praia de Ipanema ganha chuveiro movido a energia solar

Aparelho foi instalado na altura da Rua Vinícius de Moraes e será inaugurado até o fim do ano

Carolina Radu

Prefeitura vai inaugurar chuveiro movido a energia solar até o fim do ano

Hudson Pontes / O Globo

RIO - Começou a funcionar experimentalmente, no sábado, a ducha ecológica movida 100% a energia solar, na Praia de Ipanema, em frente à Rua Vinícius de Moraes. O sucesso foi imediato e os banhistas aproveitaram a manhã de sol para se divertir e admirar a inovação. O chuveiro foi instalado a partir de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Ambiente, responsável pelo deque de madeira reciclada, com 72 metros quadrados; a Blue Sol, que doou a ducha; e o Instituto-E, que adotou a ideia. A previsão é de que todo o conjunto seja inaugurado até a última semana do ano.

O engenheiro Allan Veríssimo, que vive nos Estados Unidos e veio ao Rio passar férias, achou a iniciativa interessante.

- Achei bem bacana. Deviam fazer mais e espalhar por toda a orla. Os chuveiros das barracas desperdiçam muita água, este evita justamente isso - elogia. A novidade

O invento funciona somente durante o dia, quando o tempo está aberto, e uma placa alerta que em dias nublados ou chuvosos a vazão de água diminui, devido a menor incidência do sol. Neste domingo os banhistas também puderem confirir o evento Transperformance, que fez das areias de Ipanema palco de uma performance teatral.

As estudantes Cecília Andrade e Vanessa Mattos também gostaram da ideia.

- É muito legal. A água está geladinha. Vamos aproveitar muito isso neste calor que faz no verão - comemora Cecília.

Revestido de madeira plástica e reciclada, o mirante terá uma escada de acesso à praia, feita do mesmo material. No entorno, serão plantadas 700 mudas de ipoméia. No total, serão investidos cerca de R$60 mil.

O secretário municipal de Meio Ambiente, Carlos Alberto Muniz, acredita que o mirante será um ótimo ponto para que cariocas e turistas vejam o pôr do sol, conversem e aproveitem a ecoducha.

- O local também trará a vegetação que outrora havia ali com o plantio da vegetação de restinga. Assim, faremos a consolidação de tempos idos dos anos 40/50/60, numa das praias mais lindas do Rio e de frente ao monumento tão bonito que são as ilhas Cagarras.

Este é um projeto-piloto, e a intenção é, primeiramente, ver a receptividade do público e, em seguida, estudar a viabilidade de colocá-lo em outros pontos da orla.

O primeiro chuveiro solar instalado em uma praia carioca capta água do lençol freático através de uma bomba instalada a nove metros de profundidade. O sistema usado é o da fotovoltaica, que é a luz do sol convertida em energia elétrica. Esta fonte energética evita o aquecimento global, pois não emite carbono. Atualmente, os chuveirões instalados na praia são alimentados por bombas a diesel, gasolina e energia elétrica.

MEIO AMBIENTE E SEGURANÇA

MEIO-AMBIENTE E SEGURANÇA


O bairro de Ipanema vem há pelo menos quatro anos, através de suas Associações de Moradores e Projeto de Segurança de Ipanmea, propondo ações e medidas que concernem à preservação do meio-ambiente e conseqüentemente à segurança e preservação da vida de seus cidadãos.

Tais ações podem ser relatadas, dentre as mais relevantes, como o apoio inicial e permanente às operações IPABACANA que posteriormente transformaram-se em OPERAÇÃO CHOQUE DE ORDEM que visam prioritariamente a recuperação de pessoas abandonadas nas ruas e conscientização geral do bairro. Esta Operação é de capital importância pois remete aos conceitos de convivência pessoal e civilização, destruídos depois de tinta anos de descaso.

O sub-projeto de conceder títulos de propriedade aos habitantes da comunidade do Cantagalo, é, notadamente crucial, a fim de mais uma vez proporcionar cidadania àqueles moradores, na medida que terão seus direitos públicos garantidos mediante o pagamento de impostos e taxas como todos os demais moradores. Para ilustrar este tópico, faz-se menção ao lixo que é despejado na encosta do morro por falta de infra-estrutura de recolhimento.

A questão dos transportes coletivos, com ênfase nas linhas de ônibus que pesadamente circulam e fazem do bairro seus estacionamentos,, inclusive com superposição para idênticos destinos e, permanentemente com veículos vazios é fator de grave preocupação ambiental. Os GASES TÓXICOS E POLUENTES EMANADOS POR TAIS VEÍCULOS, movidos por energia de combustíveis fósseis é diretamente causador de doenças bronco-respiratórias que grande parte da população desconhece.

A recuperação da área verde na orla da praia como manutenção das APA, é também preponderante para a revitalização da vida marinha, já destruída pela devastação ambiental, vide o desaparecimento dos tatuís.

O Rio de Janeiro sediará em junho de 2012, a CONFERÊNCIA RIO+20. Dessa forma, o momento é extremamente importante para a reflexão dos fatos sobre MEIO-AMBIENTE E SEGURANÇA, não podendo deixar-se de ressaltar o pensamento de
Lawrence Summers, economista-chefe do Banco Mundial, quando da preparação da Rio 92:
- “ Cá entre nós, não deveria o Banco Mundial estar incentivando mais a migração de indústrias poluentes para os países menos desenvolvidos?....” (1)


JGuia,
Rio de Janeiro, 18 de dezembro de 2011.

sábado, 17 de dezembro de 2011

AVACALHAÇÃO !!



Eterna falta de educação do povinho brasileiro.


Virou varal de cangas a grade da revegetação !


CADÊ O CHOQUE DE ORDEM QUE NÃO VÊ NADA !

DEQUE DE IPANEMA

Deque ,agora com chuveiros.

ACIDENTE EM IPANEMA


Motociclista morre atropelado por ônibus na Zona Sul do Rio

Acidente aconteceu em Ipanema, na manhã deste sábado.

Duas faixas da Rua Prudente de Moraes foram inteditadas
.
Do RJTV



Um motociclista de 30 anos morreu atropelado por um ônibus, na manhã deste sábado (17), no cruzamento entre as ruas Prudente de Moraes e Teixeira de Mello, em Ipanema, na Zona Sul do Rio. As informações são da polícia.

Por causa do acidente, duas faixas da Rua Prudente de Moraes precisaram ser inteditadas. O trânsito ficou lento no local

PRAIA DE IPANEMA

Enviado por Marceu Vieira -


Praia colorida


Hoje, ao meio-dia, 500 barracas dos Postos 8 e 9 da Praia de Ipanema serão cobertas por tecidos de várias cores diferentes.

É performance da artista plástica Marta Niklaus, com a intenção de reproduzir na vida real a imagem de um antigo cartão postal da cidade. Os panos serão presos com pregadores. A intervenção faz parte do projeto "Transperformance", do Oi Futuro.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

METRÔ


Obras da Linha 4: moradores do Leblon se revoltam com interdição de garagens

Jornal do BrasilMaria Luisa de Melo



A informação divulgada na última quinta-feira (15) pelo secretário da Casa Civil Régis Fichtner de que dois trechos da Avenida Ataulfo de Paiva, no Leblon (Zona Sul do Rio), vão ser interditados para as obras da Linha 4 do metrô, na Zona Sul (que vai ligar a Barra da Tijuca a Ipanema) não caiu bem aos moradores do bairro.

Indignados com a notícia, eles criticaram duramente a decisão do governo do estado de não permitir que garagens de alguns prédios da Ataulfo funcionem e desconfiam que a promessa do secretaria da Casa Civil de disponibilizar edifícios-garagem para atender os moradores prejudicados não passe mesmo de uma promessa. As obras devem começar já em fevereiro do ano que vem.


Mapa divulgado pelo Governo do Estado aponta os trechos que entrarão em obras na Zona Sul"O trânsito naquela região já é terrível. Não apenas nos horários de rush, mas durante todo o dia. Esta obra vai atrapalhar mais ainda o cotidiano de quem mora no Leblon. Impedir que os motoristas utilizem as garagens de seus próprios prédios é uma medida absurda. É um direito dos moradores usarem suas próprias garagens", reclamou a estudante Luiza Varges.

A presidente da Associação de Moradores e Amigos do Leblon (AMALeblon), Evelyn Roseweig foi mais além em sua crítica. "Onde o governo do estado vai alugar edifícios-garagem para atender os moradores do Leblon? Porque o único edifício-garagem que o bairro possui fica na Rua João Lira. Não há outro e este não vai atender à demanda", disparou a representante. "O povo carioca mais uma vez vai ser prejudicado", concluiu.

A resposta dada ao assunto pelo secretário da Casa Civil Régis Fichtner, durante entrevista coletiva, sugeriu sacrifício dos cariocas:

"A mensagem que queremos passar para a população é que serão necessários transtornos temporários para uma obra desse porte. No entanto, os benefícios posteriores serão permanentes", afirmou.

As interdições para obras da Linha 4 na Zona Sul prevêem ainda o fechamento da Praça NOssa Senhora da Paz, em Ipanema, por 13 meses, de fevereiro de 2012 a fevereiro de 2013; além da interdição das estações General Osório e Cantagalo, que passarão por obras de integração com a nova linha e, por isso, também serão interditadas.

Os trechos a serem fechados na Avenida Ataulfo de Paiva ficam entre as ruas General Urquiza e Bartolomeu Mitre e as avenidas Borges de Medeiros e Afrânio de Melo Franco.

Procurada através de sua assessoria de imprensa nos dias 15 e 16 deste mês, a Casa Civil não respondeu às solicitações feitas pelo Jornal do Brasil sobre as críticas dos moradores com relação às propostas de interdição do governo do estado.

DEQUE ????? KKKKKKKKKK



Enviado por leitor Ivan Ribeiro dos Santos -

EU-REPÓRTER


Deque construído em Ipanema vira centro de logística de barraqueiros


O deque, pequeno e sem graça, recém construído na Praia de Ipanema já ganhou uma finalidade não prevista: centro de logística de barraqueiros.


CARTA MANDADA AO "O GLOBO"

Metrô e caos


Se um simples estouro de uma tubulação de esgoto , em Ipanema, causou afundamento do asfalto após infiltração de esgoto, imaginem o que poderá acontecer com a obra gigantesca
do metrô em Ipanema-Leblon , com o tal "tatuzão" que será utilizado de forma pioneira bem
como sua estratégia de operação.


Ipanema foi construída sobre um grande areal.Que nossas "autoridades" levem isso em grande consideração.E não a sua vaidade pessoal e preocupação com os turistas que virão para a Copa e Olimpíadas...Estas passarão - os transtornos permanecerão.Como afirmar que os motoristas deixarão de utilizar seus automóveis ? Os moradores de Ipanema consultados temem a reedição do epísódio do "Palace II", nesse caso podendo ocorrer em série.


Em um país em que a vida humana vale nada , vide : assassinatos a torto e a direito;vítimas ( muitas fatais) causadas por chuvas torrenciais causando desabamentos, todo ano; tragédias no Morro do Bumba;do bondinho de Santa Tereza; do restaurante que foi pelos ares na Pça.Tiradentes; da barca que faz a travessia Rio-Niteroi; do pedalinho da Lagoa que acabou afundando a 4 metros de profundidade...todos poderiam ser evitados se houvesse um gerenciamento de riscos inteligente ; uma política de prevenção eficiente ; responsabilidade.Mas , não ! O cidadão que se dane ! Que êle reze para não ser mais uma vítima !

Aos responsáveis pela concessão das licenças de impacto ambiental, no caso do metrô, pedimos cautela, sensatez, honestidade, principalmente.

Aproveitando a oportunidade : Que a Praça Nossa Senhora da Paz seja devolvida à população com as mesmas árvores centenárias, espécies em extinção; com a mesma vegetação abundante , com o mesmo canto dos pássaros.Não aceitaremos chão duro de pedra portuguesa, coqueirinhos e árvores de pau-brasil que não sombreiam nada ! e que não se transforme em Terminal Rodoviário , mesmo destino da Pça.General Osorio e entorno, no momento.Se não respeitam o tombamento por Decreto no.23.161,de 2003-( ...estão ainda incluídas nessa área a Pça.Nossa Senhora da Paz...) que ao menos respeitem o desejo dos moradores

Penhoradamente agradecemos !


Aos palpiteiros de plantâo :


Progresso, sim ! Descaso com a vida humana , não !

Maria da Graça C F

METRÔ

Obras da Linha 4 vão bloquear garagens de prédios do Leblon

Moradores de trechos da Avenida Ataulfo de Paiva terão que estacionar em edifícios-garagem

Waleska Borges

Carla Rocha



RIO - Se, como disse o prefeito Eduardo Paes, referindo-se aos transtornos causados pelas obras viárias na Zona Portuária, "não dá para fazer omelete sem quebrar ovos", os moradores do Leblon e de Ipanema podem se preparar para uma alta nas taxas de colesterol. Já em fevereiro começam as obras para ligar o metrô da Zona Sul à Barra da Tijuca. As principais interdições acontecerão na Avenida Ataulfo de Paiva, que terá dois trechos (da General Urquiza à Bartolomeu Mitre e entre a Borges de Medeiros e a Afrânio de Melo Franco) parcial ou totalmente fechados. Nesses locais, nem mesmo as garagens dos prédios poderão ser usadas. Para tentar diminuir os transtornos, o governo estadual informou que moradores prejudicados "terão acesso a serviço gratuito de manobrista e guarda de veículos". A CET-Rio informou que rotas alternativas para os trechos fechados ainda serão estudadas.


No Leblon, entre fevereiro e outubro de 2012, apenas o trânsito do BRS (faixas exclusivas para ônibus) na Ataulfo de Paiva não será interrompido. Já entre novembro de 2012 e julho 2013, todos os veículos usarão outros trajetos, inclusive os ônibus do BRS. O tráfego na via só será normalizado em agosto de 2013, quando os moradores poderão voltar a usar suas garagens.

As alternativas a serem estudadas incluem desviar o trânsito da Ataulfo de Paiva para a Delfim Moreira e a Humberto de Campos, inclusive no trecho da Cruzada São Sebastião. Outra opção a ser analisada é a construção de uma ponte metálica provisória sobre o canal do Jardim de Alah, para a travessia dos veículos que saírem da Humberto de Campos.

A previsão é que as obras fiquem prontas em dezembro de 2015. Serão construídas quatro estações e um túnel subterrâneo da Gávea à Praça General Osório, em Ipanema.

— Não há no mundo inteiro como fazer uma obra dessa magnitude sem que haja algum transtorno para a população, mas os benefícios serão muitos — disse o secretário estadual da Casa Civil, Régis Fichtner.

Obras fecharão duas estações do metrô

Uma mudança que já está certa é a inversão de mão, de fevereiro de 2012 a dezembro de 2015, das ruas Aperana e Gabriel Mufarrej, no Alto Leblon, para a construção de saída de ventilação e de emergência do metrô.

Em Ipanema, a Praça Nossa Senhora da Paz ficará fechada por 13 meses (de fevereiro próximo a fevereiro de 2013). Nesse trecho não haverá alteração no trânsito, e o estacionamento em volta da praça continuará permitido. Duas estações de metrô — General Osório e Cantagalo — serão fechadas de dezembro de 2012 a julho de 2013. Nesse período, a Siqueira Campos voltará a ser a estação terminal da Linha 1.

A estação da Gávea ficará sob o terreno do estado onde funciona o estacionamento e o prédio de incubadora de empresas da PUC. O acesso ao estacionamento da universidade será mantido, com 280 vagas remanejadas para uma área próxima. Já a incubadora funcionará numa outra área no mesmo terreno. De acordo com o estado, os pontos de ônibus da Avenida Padre Leonel Franca serão reordenados. Essas alterações acontecerão entre fevereiro e novembro de 2012.

Segundo Fichtner, a expectativa é que a licença ambiental das obras seja concedida até fevereiro:

— As interdições ficarão a cargo da CET-Rio. Não sabemos se elas vão ocorrer antes ou depois do carnaval.

Ainda de acordo com Fichtner, a linha Zona Sul-Barra do metrô vai transportar cerca de 300 mil pessoas por dia, além de retirar das ruas quase dois mil carros por hora nos horários de pico. As escavações das quatro novas estações (Nossa Senhora da Paz, Jardim de Alah, Antero de Quental e Gávea) vão ocorrer ao mesmo tempo para passagem do Shield, conhecido como tatuzão, a cerca de 12 metros de profundidade, que vai perfurar os túneis de forma silenciosa e sem a necessidade de abrir valas nas ruas.

Para Evelyn Rosenzweig, presidente da Associação de Moradores do Leblon, as obras vão causar transtornos aos moradores. No entanto, ela aprova a ampliação do sistema.

— Será um tremendo desconforto para o morador. O comércio será o principalmente prejudicado. Mas outras partes da cidade já passaram pela mesma situação e agora será a nossa vez. Pensar na garagem para os moradores foi um ato simpático.

O presidente da Associação de Proprietários de Prédios do Leblon, Augusto Boisson, disse que as obras são necessárias, mas pediu às autoridades que minimizem os transtornos. A presidente da Associação de Moradores de Ipanema, Maria Amélia Loureiro, também aprovou as intervenções:

— São obras da cidade, não do bairro. Então acho que a gente vai ter que aturar algum transtorno.

O engenheiro de trânsito Fernando Mac Dowell disse que, numa obra como a do metrô, é fundamental haver uma série de estudos sobre o fluxo de veículos da área atingida, o impacto no tempo de viagem e até uma análise das consequências financeiras para a população afetada.

— A CET-Rio vai analisar todos os aspectos e optar pela melhor alternativa, em comum acordo com o governo do estado — afirmou.
Links patrocinados

METRÔ

Obras da Linha 4 vão bloquear garagens de prédios do Leblon

Moradores de trechos da Avenida Ataulfo de Paiva terão que estacionar em edifícios-garagem

Waleska Borges

Carla Rocha



RIO - Se, como disse o prefeito Eduardo Paes, referindo-se aos transtornos causados pelas obras viárias na Zona Portuária, "não dá para fazer omelete sem quebrar ovos", os moradores do Leblon e de Ipanema podem se preparar para uma alta nas taxas de colesterol. Já em fevereiro começam as obras para ligar o metrô da Zona Sul à Barra da Tijuca. As principais interdições acontecerão na Avenida Ataulfo de Paiva, que terá dois trechos (da General Urquiza à Bartolomeu Mitre e entre a Borges de Medeiros e a Afrânio de Melo Franco) parcial ou totalmente fechados. Nesses locais, nem mesmo as garagens dos prédios poderão ser usadas. Para tentar diminuir os transtornos, o governo estadual informou que moradores prejudicados "terão acesso a serviço gratuito de manobrista e guarda de veículos". A CET-Rio informou que rotas alternativas para os trechos fechados ainda serão estudadas.


No Leblon, entre fevereiro e outubro de 2012, apenas o trânsito do BRS (faixas exclusivas para ônibus) na Ataulfo de Paiva não será interrompido. Já entre novembro de 2012 e julho 2013, todos os veículos usarão outros trajetos, inclusive os ônibus do BRS. O tráfego na via só será normalizado em agosto de 2013, quando os moradores poderão voltar a usar suas garagens.

As alternativas a serem estudadas incluem desviar o trânsito da Ataulfo de Paiva para a Delfim Moreira e a Humberto de Campos, inclusive no trecho da Cruzada São Sebastião. Outra opção a ser analisada é a construção de uma ponte metálica provisória sobre o canal do Jardim de Alah, para a travessia dos veículos que saírem da Humberto de Campos.

A previsão é que as obras fiquem prontas em dezembro de 2015. Serão construídas quatro estações e um túnel subterrâneo da Gávea à Praça General Osório, em Ipanema.

— Não há no mundo inteiro como fazer uma obra dessa magnitude sem que haja algum transtorno para a população, mas os benefícios serão muitos — disse o secretário estadual da Casa Civil, Régis Fichtner.

Obras fecharão duas estações do metrô

Uma mudança que já está certa é a inversão de mão, de fevereiro de 2012 a dezembro de 2015, das ruas Aperana e Gabriel Mufarrej, no Alto Leblon, para a construção de saída de ventilação e de emergência do metrô.

Em Ipanema, a Praça Nossa Senhora da Paz ficará fechada por 13 meses (de fevereiro próximo a fevereiro de 2013). Nesse trecho não haverá alteração no trânsito, e o estacionamento em volta da praça continuará permitido. Duas estações de metrô — General Osório e Cantagalo — serão fechadas de dezembro de 2012 a julho de 2013. Nesse período, a Siqueira Campos voltará a ser a estação terminal da Linha 1.

A estação da Gávea ficará sob o terreno do estado onde funciona o estacionamento e o prédio de incubadora de empresas da PUC. O acesso ao estacionamento da universidade será mantido, com 280 vagas remanejadas para uma área próxima. Já a incubadora funcionará numa outra área no mesmo terreno. De acordo com o estado, os pontos de ônibus da Avenida Padre Leonel Franca serão reordenados. Essas alterações acontecerão entre fevereiro e novembro de 2012.

Segundo Fichtner, a expectativa é que a licença ambiental das obras seja concedida até fevereiro:

— As interdições ficarão a cargo da CET-Rio. Não sabemos se elas vão ocorrer antes ou depois do carnaval.

Ainda de acordo com Fichtner, a linha Zona Sul-Barra do metrô vai transportar cerca de 300 mil pessoas por dia, além de retirar das ruas quase dois mil carros por hora nos horários de pico. As escavações das quatro novas estações (Nossa Senhora da Paz, Jardim de Alah, Antero de Quental e Gávea) vão ocorrer ao mesmo tempo para passagem do Shield, conhecido como tatuzão, a cerca de 12 metros de profundidade, que vai perfurar os túneis de forma silenciosa e sem a necessidade de abrir valas nas ruas.

Para Evelyn Rosenzweig, presidente da Associação de Moradores do Leblon, as obras vão causar transtornos aos moradores. No entanto, ela aprova a ampliação do sistema.

— Será um tremendo desconforto para o morador. O comércio será o principalmente prejudicado. Mas outras partes da cidade já passaram pela mesma situação e agora será a nossa vez. Pensar na garagem para os moradores foi um ato simpático.

O presidente da Associação de Proprietários de Prédios do Leblon, Augusto Boisson, disse que as obras são necessárias, mas pediu às autoridades que minimizem os transtornos. A presidente da Associação de Moradores de Ipanema, Maria Amélia Loureiro, também aprovou as intervenções:

— São obras da cidade, não do bairro. Então acho que a gente vai ter que aturar algum transtorno.

O engenheiro de trânsito Fernando Mac Dowell disse que, numa obra como a do metrô, é fundamental haver uma série de estudos sobre o fluxo de veículos da área atingida, o impacto no tempo de viagem e até uma análise das consequências financeiras para a população afetada.

— A CET-Rio vai analisar todos os aspectos e optar pela melhor alternativa, em comum acordo com o governo do estado — afirmou.
Links patrocinados

METRÔ

Obras da Linha 4 vão bloquear garagens de prédios do Leblon

Moradores de trechos da Avenida Ataulfo de Paiva terão que estacionar em edifícios-garagem

Waleska Borges

Carla Rocha



RIO - Se, como disse o prefeito Eduardo Paes, referindo-se aos transtornos causados pelas obras viárias na Zona Portuária, "não dá para fazer omelete sem quebrar ovos", os moradores do Leblon e de Ipanema podem se preparar para uma alta nas taxas de colesterol. Já em fevereiro começam as obras para ligar o metrô da Zona Sul à Barra da Tijuca. As principais interdições acontecerão na Avenida Ataulfo de Paiva, que terá dois trechos (da General Urquiza à Bartolomeu Mitre e entre a Borges de Medeiros e a Afrânio de Melo Franco) parcial ou totalmente fechados. Nesses locais, nem mesmo as garagens dos prédios poderão ser usadas. Para tentar diminuir os transtornos, o governo estadual informou que moradores prejudicados "terão acesso a serviço gratuito de manobrista e guarda de veículos". A CET-Rio informou que rotas alternativas para os trechos fechados ainda serão estudadas.


No Leblon, entre fevereiro e outubro de 2012, apenas o trânsito do BRS (faixas exclusivas para ônibus) na Ataulfo de Paiva não será interrompido. Já entre novembro de 2012 e julho 2013, todos os veículos usarão outros trajetos, inclusive os ônibus do BRS. O tráfego na via só será normalizado em agosto de 2013, quando os moradores poderão voltar a usar suas garagens.

As alternativas a serem estudadas incluem desviar o trânsito da Ataulfo de Paiva para a Delfim Moreira e a Humberto de Campos, inclusive no trecho da Cruzada São Sebastião. Outra opção a ser analisada é a construção de uma ponte metálica provisória sobre o canal do Jardim de Alah, para a travessia dos veículos que saírem da Humberto de Campos.

A previsão é que as obras fiquem prontas em dezembro de 2015. Serão construídas quatro estações e um túnel subterrâneo da Gávea à Praça General Osório, em Ipanema.

— Não há no mundo inteiro como fazer uma obra dessa magnitude sem que haja algum transtorno para a população, mas os benefícios serão muitos — disse o secretário estadual da Casa Civil, Régis Fichtner.

Obras fecharão duas estações do metrô

Uma mudança que já está certa é a inversão de mão, de fevereiro de 2012 a dezembro de 2015, das ruas Aperana e Gabriel Mufarrej, no Alto Leblon, para a construção de saída de ventilação e de emergência do metrô.

Em Ipanema, a Praça Nossa Senhora da Paz ficará fechada por 13 meses (de fevereiro próximo a fevereiro de 2013). Nesse trecho não haverá alteração no trânsito, e o estacionamento em volta da praça continuará permitido. Duas estações de metrô — General Osório e Cantagalo — serão fechadas de dezembro de 2012 a julho de 2013. Nesse período, a Siqueira Campos voltará a ser a estação terminal da Linha 1.

A estação da Gávea ficará sob o terreno do estado onde funciona o estacionamento e o prédio de incubadora de empresas da PUC. O acesso ao estacionamento da universidade será mantido, com 280 vagas remanejadas para uma área próxima. Já a incubadora funcionará numa outra área no mesmo terreno. De acordo com o estado, os pontos de ônibus da Avenida Padre Leonel Franca serão reordenados. Essas alterações acontecerão entre fevereiro e novembro de 2012.

Segundo Fichtner, a expectativa é que a licença ambiental das obras seja concedida até fevereiro:

— As interdições ficarão a cargo da CET-Rio. Não sabemos se elas vão ocorrer antes ou depois do carnaval.

Ainda de acordo com Fichtner, a linha Zona Sul-Barra do metrô vai transportar cerca de 300 mil pessoas por dia, além de retirar das ruas quase dois mil carros por hora nos horários de pico. As escavações das quatro novas estações (Nossa Senhora da Paz, Jardim de Alah, Antero de Quental e Gávea) vão ocorrer ao mesmo tempo para passagem do Shield, conhecido como tatuzão, a cerca de 12 metros de profundidade, que vai perfurar os túneis de forma silenciosa e sem a necessidade de abrir valas nas ruas.

Para Evelyn Rosenzweig, presidente da Associação de Moradores do Leblon, as obras vão causar transtornos aos moradores. No entanto, ela aprova a ampliação do sistema.

— Será um tremendo desconforto para o morador. O comércio será o principalmente prejudicado. Mas outras partes da cidade já passaram pela mesma situação e agora será a nossa vez. Pensar na garagem para os moradores foi um ato simpático.

O presidente da Associação de Proprietários de Prédios do Leblon, Augusto Boisson, disse que as obras são necessárias, mas pediu às autoridades que minimizem os transtornos. A presidente da Associação de Moradores de Ipanema, Maria Amélia Loureiro, também aprovou as intervenções:

— São obras da cidade, não do bairro. Então acho que a gente vai ter que aturar algum transtorno.

O engenheiro de trânsito Fernando Mac Dowell disse que, numa obra como a do metrô, é fundamental haver uma série de estudos sobre o fluxo de veículos da área atingida, o impacto no tempo de viagem e até uma análise das consequências financeiras para a população afetada.

— A CET-Rio vai analisar todos os aspectos e optar pela melhor alternativa, em comum acordo com o governo do estado — afirmou.
Links patrocinados

PEDALINHOS


Proprietário diz que Little Boat funcionará nesta sexta-feira

Fiscais começaram a retirar da Lagoa pedalinhos da empresa, que opera sem autorização

Célia Costa

Fiscais da subprefeitura da Zona Sul retiram um dos pedalinhos da empresa Little Boat, que operava na Lagoa sem autorização

Pablo Jacob / O Globo


RIO - Fiscais da subprefeitura da Zona Sul começaram na quinta-feira a retirar da Lagoa Rodrigo de Freitas os pedalinhos da Little Boat, empresa que funciona há quatro meses sem autorização do Corpo de Bombeiros. Quatro embarcações foram levadas em reboques para o depósito da Secretaria Especial de Ordem Pública (Seop), no Rocha, e restante deveria ser retirado pelo proprietário a partir desta sexta-feira. Mas a história está longe do fim. O dono da Little Boat, Paulo Vilas Boas Vargas, contesta a subprefeitura da Zona Sul. Segundo ele, toda a documentação requisitada foi entregue, inclusive a fornecida pelo Corpo de Bombeiros. E mais: mesmo tendo parte de sua frota de pedalinhos apreendida, Vargas disse que vai funcionar normalmente a partir das 9h desta sexta-feira.

— Estão dizendo que não tenho autorização. Mas tenho sim. Não é verdade que a empresa foi interditada em agosto. Até hoje não recebi qualquer auto de interdição — argumentou o proprietário da Little Boat.

Empresas que operam pedalinhos na Lagoa são impedidas de funcionar
Vargas garantiu ainda que, além da autorização dos bombeiros, tem permissão da Capitania dos Portos e uma licença transitória da prefeitura. A empresa, segundo ele, funciona desde 1984 e, até o último sábado, não tinha registrado nenhum tipo de acidente. Nesse dia, um pedalinho naufragou com um casal.

O dono da empresa havia recebido um prazo de 24 horas — que expirou às 14h de quinta-feira — para apresentar toda a documentação necessária para seu funcionamento. No entanto, ele não entregou o principal deles: a liberação do Corpo de Bombeiros.

A subprefeitura informou que tentou notificar a empresa na terça-feira. Segundo o órgão, fiscais estiveram duas vezes na Lagoa, mas não encontraram nenhum representante da Little Boat para apresentar a notificação. O responsável foi comunicado no final da tarde daquele dia por telefone, mas o documento só tem validade a partir da data do recebimento pelo representante da empresa.

Na quinta-feira, segundo fiscais da subprefeitura, a Little Boat apresentou apenas uma apólice de seguro de responsabilidade civil, cartão de CNPJ, nota fiscal da compra de coletes salva-vidas e a habilitação e licença da condução da lancha de apoio. Além do certificado do registro do Corpo de Bombeiros — que estava vencido desde janeiro deste ano —, a empresa não entregou o certificado de vistoria e atestado assinado por um engenheiro naval.

Para voltar a operar na Lagoa, além de apresentar toda a documentação exigida, a Little Boat terá que receber a aprovação da prefeitura. Os pedalinhos retirados da Lagoa na ação de quinta-feira, segundo fiscais da subprefeitura, estão à disposição do proprietário. Ele pode até retirá-los do depósito. Só não pode levar os equipamentos de volta para a Lagoa.

A Irmãos Klein, a outra empresa que opera pedalinhos na Lagoa, também foi notificada e, segundo a subprefeitura, já apresentou a documentação necessária e, por isso, continua operando normalmente.

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

QUEM REALMENTE PRECISA QUE SE DANE !

Zona Sul começa a receber as obras do metrô em fevereiro de 2012

Moradores de prédios dos trechos interditados não terão acesso a garagem


POR PÂMELA OLIVEIRA

Rio - Ruas e praças começarão a ser interditadas em fevereiro de 2012 para as obras da linha 4 do Metrô, que ligará Ipanema a Barra da Tijuca. De acordo com o secretário de Estado da Casa Civil, Régis Fichtner, que apresentou o mapa das interdições nesta quinta-feira no Palácio Guanabara, cerca de 500 metros de vias públicas serão interditados para construção de 4,5 km de obras no trecho Zona Sul.

"Não há no mundo inteiro como fazer uma obra desta magnitude sem que haja algum transtorno à população, mas os benefícios serão muitos. Vamos ter dois anos de transtornos e depois benefícios para população. Vamos ter que viver com algumas dificuldades por conta de um bem maior para nossa cidade", disse Fichtner .

A Praça Nossa Senhora da Paz, em Ipanema, ficará fechada de fevereiro de 2012 a fevereiro de 2013. Segundo Fichtner, a feira que acontece às sextas-feiras será transferida para outro local. Em maio, 60% da praça será devolvido à população.

Por nove meses (entre fevereiro e outubro), o trecho da Atualfo de Paiva entre as ruas Anfrânio de Melo Franco e Borges de Medeiros, no Leblon, terá o trânsito em meia pista apenas para a passagem de ônibus do Sistema BRS. Outro trecho da Avenida, entre a rua General Urquiza e Av. Bartolomeu Mitre, também será parcialmente interditada, permitindo apenas o tráfego de ônibus dos sistema BRS. Moradores de prédios localizados nos trechos interditados para veículos não terão acesso a garagem: o governo afirmou que eles terão acesso a a serviço de manobrista 24 horas que guardarão so carros em prédios próximos.

O governo apresentou sugestões de desvio de trânsito à CET-Rio e caberá ao órgão as modificações:

Ainda durante as obras, duas estações do metrô - General Osório e Cantagalo - que passarão por obras para conexão com a Linha 4 serão fechadas por oito meses. Isso vai ocorrer de dezembro de 2012 a julho de 2013. Nesse período, a estação Siqueira Campos voltará a ser a estação terminal da Linha 1.

A partir da obtenção das licenças para o trecho Sul, serão iniciadas, simultaneamente, as escavações das quatro novas estações na Zona Sul: Nossa Senhora da Paz, Jardim de Alah, Antero de Quental e Gávea. Todas precisam ser escavadas ao mesmo tempo para a passagem do Shield (“Tatuzão”), equipamento que vai perfurar os túneis subterrâneos na Zona Sul, sem a necessidade de abrir valas na superfície e ao longo das ruas. Um equipamento deste porte será utilizado pela primeira vez em uma obra do Estado do Rio, operando a cerca de 12 metros abaixo do solo, de forma silenciosa, e sem impacto para a população.

Segundo dados do Governo do Estado, a Linha 4 do metrô vai transportar mais de 300 mil pessoas por dia e retirar das ruas cerca de 2 mil veículos por hora/pico. Iniciadas em junho de 2010, as obras serão concluídas em dezembro de 2015. O trecho Oeste (Barra - Gávea) e a expansão da estação General Osório já possuem licença ambiental e de execução e, por isso, as obras já começaram.

.

VERGONHA !!!!!!

Ignez,


eu não disponho atualmente de um celular com camera, ou maquina ..mas essas barracas que vc citou,(as outras tambem entre a farme e o espelhão) alem de um estado precário de favelização , desordem, um bando de pessoas (tipo moradores de rua), crianças(soltas nuas jogadas na areia entre o calçadão e essas barracas) ficam instalados nelas o dia todo, tomando banho, lavando roupa, etc... fazendo um muro próximo ao calçadão...O comportamento e aparencia dos serventes esfarrapados,irreverentes (parecem mendigos, pivetes) tem afastado eu, meus amigos, e muitos dali.

Nada por ali é controlado ou inspecionado por autoridades.... Em função disso, ha uns 3 anos, houve uma migração dos antigos frequentadores, para o quadrilátero entre Joana ang[elica e Maria Quitéria (o popular Coqueirão).

A aquantidde de bandidos com cobertura de várias barracas na Farme, aumentou muito Golpes como boa tarde cinderela, roubos frequentes, brigas constantes entre eles mesmos(os empregados das barracas), que não tem alguma identificação... Isso tudo, essa falta de ordem , tornou ali um lugar perigoso ( o piscinão de ramos deve ser menos caótico ).

Conhecidos meus que trabalham com turismo chegaram até autoriddes para reclamar essa situação ha um ano atrás(eu mesmo fui assaltado na Farme a tarde com a praia cheia , 3 vezes...)...Pelo que vi essa semana , nenhuma fiscalização do choque de ordem aparece por lá ha um bom tempo.....Se apareceram, o respectivo trabalho não foi cumprido..

Sempre alguem de fora , quer conhecer o famoso point de Ipanema.... Ali deveria ter um tratamento mais especial por ser tratar de uma praia comportamentalmente democrática reverenciada no mundo inteiro......Isso é fato, e eu comprovei pessoalmente no exterior.

Meus amigos com camera, geralmente fotografam o PÔR do SOL, visto dali

Vou tentar providenciar fotos específicas como vc me pediu , afinal salta aos olhos de qualquer um ao passar no calçadão, o aspecto assutador daquela área.

Mas não é dificil fotografar essa muvuca das barracas, afinal muitos fazem fotos ali no calçadão, e a zorra total da favelização é explicita, e um prenúncio do que nos espera “a caminho do mar”



NOTA 10 PARA A CEDAE !!!!!! COM LOUVOR !
























quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

DE NOVO.............??????????????

Afundamento de pista complica trânsito em Ipanema

Orientação da prefeitura é que motoristas sigam pela Vieira Souto

.Do R7




...Um buraco na rua Gomes Carneiro, em Ipanema, zona sul do Rio, deixa o trânsito engarrafado na região, desde o início da tarde desta quarta-feira (14). O Centro de Operações informou que duas vias foram interditadas para obras emergenciais da Cedae (Companhia Estadual de Água e Esgoto).

A orientação da prefeitura é que os motoristas que vão de Ipanema para Copacabana evitem passar pela via. A melhor alternativa é a avenida Vieira Souto.

De acordo com a Cedae, a previsão é de que as obras de reparo terminem ainda nesta quarta-feira.

PEGA LADRÃO !!!

Roubo em badalado restaurante de Ipanema.

Jornal do Brasil

Anna Ramalho


Roubo em Ipanema

Um amigo da coluna teve sua mochila-saco roubada ontem durante o almoço no restaurante Le Vin, em Ipanema.

Coisa de profissional, pois eram quatro pessoas à mesa e ninguém percebeu nada.

PEGA LADRÃO !!!

Roubo em badalado restaurante de Ipanema.

Jornal do Brasil

Anna Ramalho


Roubo em Ipanema

Um amigo da coluna teve sua mochila-saco roubada ontem durante o almoço no restaurante Le Vin, em Ipanema.

Coisa de profissional, pois eram quatro pessoas à mesa e ninguém percebeu nada.

ECO NATAL

EcoNatal 2011 // Dê um presente para a Natureza - Praias Limpas Verão 2012!

Vem aí o Verão 2012!!

As nossas praias, rios, lagos e lagoas continuam muito sujos; por isso um grande mutirão de final de ano fará uma belíssima Limpeza no dia 17 de dezembro, sábado; em diversas localidades no Rio de Janeiro.

Pela primeira vez estaremos coletando os resíduos e microlixo com sacolas de plástico reciclado - Dover Roll. Convide seus amigos e familiares a colocarem a “Mão na Massa”, e vamos deixar a nossa cidade maravilhosa e limpa! Vale ressaltar que esta iniciativa ajuda no combate ao Aquecimento Global e na preservação da nossa Biodiversidade.

Esta Ação é uma realização do Projeto Limpeza Na Praia - IEA; e conta com o Apoio da Ancar Ivanhoe, Outback, Prezunic, Ipiranga, Odebrecht, SABB – Coca-Cola, Praia Ipanema Hotel, Dover Roll, Green By Missako, Prefeitura do Rio de Janeiro / SMAC, Maxi Forma, Agência Rio de Notícias, Vídeo Clipping, Amigança Produções & Promoções, Aqualung, Jeep Tour, Guarda Municipal, Programa Na Praia, Ministério do Meio Ambiente – MMA, Aqualittera, Clean Up The World.

Lembramos que a sua participação é de grande importância não somente para a preservação da Vida Marinha; mas também, da Biodiversidade como um todo.

- Dia 17 de Dezembro, Sábado; às 10 horas nos seguintes locais:

Pontos de Encontro:
(Sempre com início às 10 horas e término às 13 horas, em todos os pontos).

- Rio de Janeiro / RJ:

Praia de Copacabana:
Início: Posto 6 - junto à Colônia de Pescadores, caminhando até a Rua Santa Clara;

Praia de Ipanema:
Início: Em frente ao Hotel Praia Ipanema, caminhando até a Rua Garcia D´Avila;

Praia do Leblon:

Início: junto à estátua do Zózimo, caminhando até o Canal de Ipanema;

Praia da Barra da Tijuca:
Início: no Quebra-Mar, caminhando até o Quiosque do Pepê;

Prainha:

Encontro na Prainha


Praia de Sepetiba:
Início: na Praça do Coreto;

Itacoatiara / Niterói:

Na Praia de Itacoatiara;

Ilha de Paquetá:
Na praia da Moreninha, com a Guarda Municipal e moradores;

- Saquarema - Região dos Lagos / RJ:

Em Vilatur / Saquarema;

- Maricá - Região dos Lagos / RJ:

Na Praia da Barra, com Início na rua 2.

--------------------------------------------------------------------------------------

- CURSO:

- Data do Curso (Gratuito) do Evento EcoNatal 2011 - Verão Limpo 2012 para os Coordenadores dos Voluntários, com as Normas Internacionais de Cuidados com os Voluntários (segundo a ONU / UNEP / Clean Up The World): dia 15/12/11, quinta-feira, às 16 horas, no Instituto Ecológico Aqualung - IEA.

Obs - Os materiais do Evento serão entregues a todos neste dia (sacolas recicláveis, folders, luvas, camisetas).
(Por favor Confirmar Presença).
--------------------------- --

Agenda de Eventos 2012:

A) Evento Bloco Limpeza - Carnaval Sem Sujeira! 2012:

11 de Fevereiro de 2012;

B) Evento Limpando & Reciclando - Dia Mundial do Meio Ambiente 2012:

02 de Junho de 2012;

C) Evento Dia Mundial de Limpeza - Clean Up The World 2012:

15 de Setembro de 2012;

D) Evento EcoNatal 2012 - Verão com Praias, Rios, Lagos e Lagoas Limpas 2013:

15 de Dezembro de 2012.

-----------------------------

- Em anexo segue a Arte do Cartaz do Evento.


RSVP:

Att., Saudações Sustentáveis,

Anna Turano e Hildon Carrapito
Membro Clean Up The WorldBrazil

Instituto Ecológico Aqualung - IEA

Projeto Limpeza Na Praia



Telefax. : 21 2225-7387

Nextel.: 21 7848-3084. ID 81*36746 // 78306842 ID 81*29552 // Cel. : 21 9522-1051



Site: www.institutoaqualung.com.br (Projeto Limpeza Na Praia) – Releases & Photo Galleries

E-Mail: limpezanapraia@institutoaqualung.com.br



Rua do Russel, 300 / 401, Glória, RJ, Brasil. CEP: 22210-010.

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

PEGA LADRÃO !!!




Polícia prende 3 suspeitos de roubar relógios Rolex no Rio


Pelo menos 5 vítimas teriam identificado Márcio Henrique Meira Silva, o PQD


Mônica Garcia

Direto do Rio de Janeiro


Policiais da 14ª Delegacia de Polícia, no Leblon, Rio de Janeiro, prenderam na segunda-feira três integrantes de uma quadrilha envolvida em roubos a relógios Rolex e de outras marcas famosas, praticados na zona sul da cidade. O delegado titular da unidade, Gilberto Ribeiro, apresentou os suspeitos vinham agindo há pelo menos seis meses.

O bando vinha sendo investigado há pelo menos quatro meses, após a Polícia Civil constatar que os roubos eram praticados sistematicamente e da mesma forma, principalmente nos bairros de Ipanema e Leblon.

"Começamos a observar que os roubos aconteciam da mesma forma. E eles sempre roubavam produtos caros. Por isso começamos a investigar, pois não eram roubos comuns. Essa quadrilha é formada por pelo menos cinco pessoas, três que já estão presas, uma que já identificamos e estamos procurando, e outro bandido que ainda estamos investigando", afirmou o delegado.

Os assaltos podem ter rendido a quadrilha pelo menos R$ 200 mil. O último roubo praticado, aconteceu há dez dias no Leblon, onde foram roubados dois relógios rolex, um deles avaliado em R$ 85 mil.

Pelo menos cinco vítimas já identificaram um dos presos, Márcio Henrique Meira Silva, o PQD, 34 anos. Ele era quem assaltava as vítimas, e pode ser quem assassinou em setembro o arquiteto, Rômulo Castro em Ipanema, em uma tentativa de assalto quando chegava em casa.

Junto com PQD foi presa Maria de Jesus Rodrigues Cunha Martins, a Gisele, 29 anos, que está grávida. Ela é amante do bandido. O marido da suspeita esteve várias vezes na delegacia para obter informações e levou até advogado.

A prisão dos dois aconteceu dentro de um vagão de metrô, na estação Gal. Osório em Ipanema. De acordo com o titular da 14ª DP, os policias abordaram os dois suspeitos e pediram que não reagissem e saíssem normalmente com eles. Com PQD foi apreendido um comprovante de depósito no valor de R$ 3,8 mil, em uma conta poupança em nome de amante.

Maria de Jesus, que trabalhava em uma loja no Leblon, próxima a 14ª DP, seria uma das olheiras do bando, não atuando efetivamente nos assaltos. O advogado de Cristiano Rodrigues de Andrade, o Boca, 33 anos, Flávio Jorge Martins, esteve junto com a esposa do suspeito e informou que nenhuma vítima reconheceu seu cliente. O defensor diz que o nome do suspeito foi citado por alguém e só por isso ele foi preso, mas que ele não tem nada a ver com a quadrilha, e que existe apenas um mandado antigo de prisão.

Há pelo menos 12 investigações em curso contra o bando. A polícia ainda investiga quem seria o receptador dos objetos roubados. Há suspeitas de os relógios eram repassados dentro do município do Rio de Janeiro, e não iriam para São Paulo, conforme foi noticiado em primeiro momento.

"Essa quadrilha é daqui do Rio, eles eram de Santa Teresa, mas quando fechamos o cerco contra eles, cada um foi para um lado. Eles vinham praticando os assaltos não só em motos, mas também a pé e de carro" afirmou Ribeiro.

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

UOP ?????????????



RUA NASCIMENTO SILVA ONTEM !!!!!!!!!!!

domingo, 11 de dezembro de 2011

TÊNIS NA LAGOA


Projeto Tênis na Lagoa alegra o Natal de jovens

Festa de fim do ano do grupo será neste domingo nas quadras em frente ao Monte Líbano

Simone Avellar

Alunos do Tênis Lagoa com Alexandre Borges (ao centro), que coordena o projeto social

Laura Marque

s
O projeto social Tênis na Lagoa, que há sete anos promove o ensino gratuito do esporte para jovens de comunidades carentes, promoverá hoje, a partir das 10h, uma festa de Natal para seus alunos com a presença de Thomaz Koch, único brasileiro a vencer um Grand Slam na categoria dupla masculina (Roland Garros, em 1975).

Durante a confraternização, que acontecerá nas quadras em frente ao Clube Monte Líbano, crianças e adolescentes vão receber presentes doados por amigos do projeto.

— As aulas são uma iniciativa particular, não contam com qualquer patrocínio. Como muitas famílias não têm condições de dar um presentinho no Natal, corro atrás de doações para nossa festa. Os alunos escrevem cartas para o Papai Noel e eu tento arranjar padrinhos para atender aos pedidos — conta Alexandre Borges, coordenador do projeto.

Apesar de Borges destacar que a iniciativa tem como principal objetivo formar cidadãos, as aulas de tênis dão perspectivas de sucesso no mundo esportivo para vários jovens. É o caso de Patrick Rodrigues, de 17 anos, que pegou pela primeira vez numa raquete há apenas seis meses. Morador da Rocinha, ele chegou às finais em duas importantes competições estaduais.


— O projeto me dá uma oportunidade muito legal. Agora, vou me esforçar para ser campeão em breve — diz o rapaz.

Patrick e dois colegas do projeto estão cotados para participar do torneio Rota do Sol, que será realizado em janeiro no Nordeste.

Para financiar a viagem, Borges iniciou a campanha “Eu apoio”, com a venda de camisetas do Tênis na Lagoa por R$ 20.


— É um torneio muito importante, pois vale pontos no ranking nacional — explica Borges.

Os interessados em ajudar o projeto podem entrar em contato com Borges pelo email ou pelo telefone 9115-2610.