domingo, 31 de outubro de 2010

PRAIA DE IPANEMA - FERIADÃO





Dois ambulantes são baleados na Praia de Ipanema, confirma PM

Vítimas teriam sido atingidas numa tentativa de assalto.

Homem foi detido e levado para delegacia da região.
Do G1 RJ

PM e bombeiros socorrem vítimas em Ipanema
(Foto: Rodrigo Antunes Fanaia/VC no G1)Dois ambulantes foram baleados no ombro na tarde deste domingo (31) na Praia de Ipanema, altura da Rua Garcia Ávila, na Zona Sul do Rio. As informações foram confirmadas pela Polícia Militar.

Segundo o comandante do 23º BPM (Leblon), tenente-coronel Roberto Garcia, as vítimas são dois irmãos que moram na Ilha do Governador. Os tiros, ainda segundo a polícia, foram disparados por um morador da Rocinha. O suspeito estava a pé e, na fuga, tentou roubar uma moto, mas foi detido por policiais militares que faziam o patrulhamento da região.

Ainda segundo o comandante, uma das vítimas disse à polícia que o suspeito tentou roubá-lo.

O preso foi levado para a 14ª DP (Leblon). Já as vítimas, que não aparentam estar gravemente feridas, foram socorridas por bombeiros e encaminhadas ao Hospital Miguel Couto, no Leblon

REUNIÃO

A próxima reunião do Projeto de Segurança de Ipanema será, QUARTA FEIRA, dia 03 /11 às 18hs. no Colégio Notre Dame .

SUGESTÃO DE PAUTA


Praia Linda, Praia Limpa - Ignez


Metrô N. Sra. da Paz – Ignez


Maria Quitéria entre Prudente e Visconde


HSCB – Sandra Louzada

Jardineiros de Ipanema – Cristina e Wania


Carnaval e Réveillon – MP - Ignez


ACESSE O NOSSO BLOG – WWW.PSIPANEMA.BLOGSPOT.COM


PROJETODEIPANEMA@TERRA.COM.BR


ENTRE NO FACEBOOK E INDIQUE NOVOS AMIGOS - PSI IPANEMA


DEDIC – 14ª. DP – 23322866/ 23322880


DISQUE DENÚNCIA - 22531177


A REUNIÃO POSTERIOR À DO DIA 03/11 SERÁ REALIZADA EM 017/11 – MESMO HORÁRIO E LOCAL

sábado, 30 de outubro de 2010

ILEGAL E DAÍ?

Irregularidades

Policiais infiltrados flagram ação de flanelinhas no Rio

Natanael Damasceno e Vera Araújo


RIO - Quinta-feira, 22h. Na Praça Nossa Senhora da Paz, uma das mais movimentadas de Ipanema, dezenas de motoristas disputam uma vaga de estacionamento. E, em torno das casas noturnas que garantem o movimento do lugar, pelo menos seis homens disputam a atenção de quem quer parar naquela área. Eles abordam e orientam os motoristas a estacionarem - nem sempre em locais permitidos - e cobram pelo serviço. No ar, há sempre uma ameaça:

- Pô doutor. Deixa uma "pele" que a gente fica de olho - disse Paulo Roberto Cabral de Souza, de 51 anos, a um policial infiltrado.

Fingindo não entender o termo, o investigador indaga:

- Pele?

Paulo explica:

- R$ 5 está bom. E ninguém mexe no carro.

Bando atua após a saída de funcionários da Embrapark

De acordo com o delegado titular da 14 DP(Leblon), Fernando Veloso, cuja equipe de investigadores vem acompanhando a ação dos flanelinhas nas ruas do bairro, Paulo é o cabeça de um dos grupos de guardadores ilegais que dominam as vagas do Rio Rotativo. Eles atuam depois que os funcionários da Embrapark deixam o local e chegam a cobrar até R$ 50 dos motoristas.

Na última semana, no entanto, uma operação da 14 fez com que Paulo e outros quatro flanelinhas interrompessem a noite de lucros. Depois de dias de gravação que mostram o assédio dos flanelinhas aos motoristas, 15 policiais os levaram para a delegacia e, com o apoio da Guarda Municipal e da Secretaria Especial da Ordem Pública, rebocaram um dos veículos estacionado irregularmente.

Além de Paulo, foram detidos Rosenilton Nascimento dos Santos, de 30 anos; Marcio da Cruz Santana, de 27 anos; Rogério de Andrade Silva, de 38; e Janderson dos Santos, de 18, o único que não tinha anotações criminais. Marcio e Rogério já tinham sido detidos por atuarem como flanelinhas na região. Além disso, Rogério e Rosenilton tinham sido presos por assalto e tentativa de assalto à mão armada.

- Eles agem como uma quadrilha. A nossa ideia é mostrar que eles não agem isoladamente. Os flanelinhas combinam entre si e, muitas vezes, há o apoio de policiais corruptos. Fincam raízes e criam até milícias urbanas - disse Veloso.

Apesar da aprovar operação, vítimas não denunciam

As queixas contra os flanelinhas lideraram os tweets do perfil ILEGALeDAI. . A maioria reclama dos valores cobrados e da forma como os guardadores agem extorquindo dinheiro de motoristas. Em alguns lugares a cobrança chega a R$50.


Siga o @ILEGALeDAI no Twitter

No episódio de quinta-feira, após a ação da polícia, os frequentadores de casas noturnas, entre espanto e curiosidade, comemoraram a operação. Nenhum deles, entretanto, cogitou a hipótese de ir à delegacia para denunciar os guardadores:

- Até que enfim. Acho que tem que fazer isso mesmo. Mas não dá para a gente ir na delegacia.Você dá queixa, e, na semana seguinte, os encontra novamente - diz Edson Hipólito, de 26 anos, que estava com amigos em frente à boate Baronetti.

Apenas um casal de jovens foi à delegacia, mesmo assim porque teve o seu veículo, que estava sobre a calçada, rebocado. O motorista, Anderson Oliveira, de 29 anos, disse que só parou o carro sobre a calçada porque Paulo afirmara que não haveria problema. Ele disse que pagou os R$ 5 pedidos pelo flanelinha para não ter o carro danificado.

Segundo Veloso, as afirmações do jovem podem levar à conclusão que houve uma ameaça velada, o que não foi suficiente para configurar a ação como extorsão.

- Policiais têm sido infiltrados entre estas pessoas. Eles tentam fazer imagens, tentam registrar, colher alguma prova que evidencie que estas pessoas praticam extorsão. Mas ainda assim, sem o depoimento das vítimas dizendo que houve ameaça, fica muito difícil.

De acordo com o delegado, a ausência de depoimentos que incriminem os flanelinhas é a maior dificuldade da polícia para resolver o problema e, nesse caso, foi crucial para o resultado final da operação: depois de dias de trabalho e de horas de gravação, todos foram soltos após serem autuados por exercício ilegal de profissão, uma contravenção.

- É inegável que ao submeter essas pessoas à Justiça, a gente está dificultando muito o trabalho do Ministério Público e até a ação do juiz. Fica muito mais difícil essas pessoas serem responsabilizadas e submetidas às penas do crime de extorsão, sem que as vítimas sequer tenham sido identificadas. E, na maioria dos casos, a pessoa não quer nem se identificar para o policial que esta fazendo esse trabalho.

O delegado disse ainda que, independente da contribuição das vítimas, os policiais vão continuar se infiltrando entre estas quadrilhas:

-Mas não se pode negar que vai ficar muito mais fácil os flanelinhas continuarem impunes. Precisamos que a sociedade faça a sua parte.

PRAIA DE IPANEMA -

Adolescente de 16 anos morre afogada em Ipanema

Redação SRZD Rio+

A Secretaria municipal de Saúde confirmou na tarde deste sábado a morte de uma adolescente de 16 anos, que se afogou na praia de Ipanema, na altura do posto 8, Zona Sul do Rio de Janeiro.

A jovem foi encaminhada para o hospital Miguel Couto, no Leblon, e ainda não foi identificada.

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

CONVITE



Amigos,

a AMIPANEMA participou de uma reunião com representantes da Prefeitura e algumas empresas para organização de um Evento no sábado, dia 30, na Pedra do Arpoador cujo objetivo é sensibilizar os frequentadores desse ponto turistico a não deixarem mais lixo no local. Será um mutirão de limpeza da Pedra.

TAREFA DE CADA ENTIDADE:

EcoBrand - empresa que adotou a Pedra

limpeza da areia da praia do Arpoador e plantio de mudas em lugares de fácil acesso da Pedra (crianças)

recolher o lixo da área com grama (adultos)

limpeza do fundo do mar dos dois lados da Pedra que dão acesso visual à praia (mergulhadores)


SUPLLY – empresa que iniciou o trabalho de limpeza das pichações

monitoramento de voluntários que irão ajudar a remover as pichações.

PARQUES & JARDINS

providenciar mudas compatíveis com a região para serem plantadas na Pedra pelas crianças.

COMLURB

Disponibilizará garis especializados em áreas de risco, devidamente equipados, para limparem a Pedra

(área onde não tem vegetação, entre grandes fendas e próximo ao mar)

Levará containeres e vai mensurar quantidade de lixo no final do mutirão

Estudará a possibilidade de instalar mais papeleiras em lugares estratégicos da Pedra do Arpoador

SECRETARIA DE MEIO AMBIENTE

Levar os Agentes Ambientais para dar suporte à ação.

SECRETARIA DE CONSERVAÇÃO

Instalar Tenda no local do antigo Correio

GRAFITTI

Iniciar Grafite no poste de 40m

IPA BEBÊ

Convocar os voluntários do Favela Surf Club


AMIPANEMA

Convidar moradores e amigos de Ipanema para participarem da ação

DPZ
Suporte Publicitário e Divulgação

PROGRAMAÇÃO:
9:30 - Horário de Chegada

10:00 - Instruções para os Grupos de Voluntários e distribuição dos materiais de segurança

10:15 - Início do Mutirão de Limpeza:

Cada grupo se dirige para sua área de atuação

- VOLUNTARIOS TERRA (área da Pedra com vegetação )

- VOLUNTARIOS MAR (nadadores e mergulhadores)

- ÁREA DE RISCO (garis especializados)

11:00 - Remoção das pichações com os voluntários

Distribuição dos equipamentos de segurança e

instruções para os voluntários de como operar a máquina.

11:45 - Término previsto para o mutirão de limpeza

Pesagem do lixo


CONVIDAMOS TODOS OS MORADORES

E AMIGOS DE IPANEMA

A PARTICIPAREM DESTA AÇÂO.

abs

maria amelia loureiro





MULTAS

Carros são multados por estacionamento irregular na Zona Sul

Rio - A Subprefeitura da Zona Sul e a 6ª Região Administrativa, com apoio do Grupamento Especial de Trânsito (GET), rebocaram duas vans que estavam com a documentação irregular e multaram 15 veículos por estacionamento em local proibido na Lagoa, no Leblon e em Ipanema. Em parceria com a 4ª Região Administrativa e a Secretaria Municipal de Assistência Social, a Subprefeitura acolheu 10 moradores de rua em Laranjeiras. As ações aconteceram nesta quinta-feira.

.

PRAIA DE IPANEMA -

Guardas prendem banhistas por desacato na Praia de Ipanema

O Globo

RIO - Guardas do Grupamento Especial de Praia (GEP) prenderam, na tarde desta sexta-feira, três banhistas por desacato na Praia de Ipanema, altura do Posto 9, próximo à Rua Maria Quitéria. Segundo a Guarda Municipal, o trio fazia parte de um grupo que praticava altinho na beira da água e que teria se recusado a parar com o jogo, que é proibido, como solicitado pelos agentes. Os guardas, então, apreenderam a bola. Ainda segundo a GM-RIO, os integrantes do grupo agrediram verbalmente os guardas e incitaram a população que estava na praia. Os guardas foram cercados e chamaram reforço. Com a chegada de mais agentes, os banhistas foram presos.

De acordo com a GM-Rio, a equipe do GEP, ao sair da areia, foi atacada pela população, que jogou garrafas e cocos nos guardas. Dois deles ficaram feridos sem gravidade. O caso foi registrado na 14ª DP (Leblon).

DIA ONLINE

Homem é preso com 10 compridos de ecstasy em Ipanema

Rio - Policiais do 23º BPM (Leblon) prenderam em flagrante Ulisses Costa Ramos da Silva, de 27 anos, com 10 comprimidos de ecstasy, na Rua Maria Quitéria, em Ipanema, na Zona Sul, na madrugada desta sexta-feira. Ele foi detido em frente ao Bar Empório, após os PMs receberem uma denúncia de venda de drogas. Ulisses disse que o entorpecente era para consumo próprio. O caso foi registrado na 14ª DP (Leblon).

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

ACIDENTE EM IPANEMA











Acidente entre ônibus e carro em Ipanema





Waleska Borges





..RIO- Um ônibus e um carro de passeio bateram na Rua Visconde de Pirajá com a Rua Maria Quitéria, em Ipanema, na manhã desta quarta-feira. Uma luminária foi derrubada. Segundo informações da CET-Rio, uma pessoa ficou levemente ferida. Apesar do acidente, o trânsito não sofre retenções. Quem trafega pela Linha Amarela, sentido Barra da Tijuca, encontra trânsito bom. Em direção ao Centro, o tráfego é lento desde Pilares à Avenida Brasil.
FOTOS -Rose

terça-feira, 26 de outubro de 2010

AMIPANEMA

INTERVENÇÕES NA PEDRA DO ARPOADOR


Segue abaixo o resumo da Ação da Pedra do Arpoador.

O QUE É A AÇÃO?

A Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos e a Subprefeitura da Zona Sul iniciou na quinta-feira, dia 21/10, a limpeza das pichações da Pedra do Arpoador, em Ipanema. O trabalho, parte da Operação Verão, é uma nova etapa do Programa Antipichação da Prefeitura e está sendo executado por equipe especializada, sob a coordenação da Comlurb e tem o apoio da Nike e Iguana Eventos.

OBJETIVO:

Recompor a paisagem a devolver a pedra limpa.

O QUE SERÁ FEITO ATÉ SABADO (30/10)?

- Remoção das pichações da Pedra do Arpoador através de removedor biodegradável e após aplicação de jato de água. O trabalho será feito até o 29/10, das 9h às 18h.

- Recuperação da vegetação original pelo atual adotante da área, EcoBrand. Além de cercar a vegetação e fazer uma sinalização com material ecologicamente correto.

AÇÕES PARALELAS

Para encerrar as intervenções no Arpoador, no sábado, dia 30 de outubro, as 9:00, haverá:

- Mutirão de limpeza com voluntários, incluindo Favela Surf Club (Associação de Surf do Pavão/Pavãozinho), para retirada de lixo na encosta e entre as fendas da pedra e finalização da remoção das pichações.

- Grupo de mergulhadores que irá recolher o lixo do fundo do mar no entorno da Pedra do Arpoador (ação coordenada pela EcoBrand)

- Grafite - Com o objetivo de integrar o poste de luz existente à paisagem natural, será feito o primeiro grafite da cidade em um poste com mais de 40 metros de altura com mais 1,5 de diametro. Para isso será montado um andaime no entorno do poste para que três artistas possam trabalhar simultaneamente. O tema da arte será plantas trepadeiras em aspiral. O trabalho tem duração prevista de 5 dias. (ação coordenada pela Casa 56)


Repercussão do início das ações!


Vale a pena ver os vídeos dos dois primeiros links.


http://noticias.uol.com.br/ultnot/multi/2010/10/21/0402193768C88993C6.jhtm?prefeitura-do-rio-limpa-pichacoes-das-pedras-do-arpoador-0402193768C88993C6


http://noticias.r7.com/rio-de-janeiro/noticias/prefeitura-fara-limpeza-de-pichacoes-da-pedra-do-arpoador-20101021.html


http://oglobo.globo.com/rio/mat/2010/10/22/pedra-do-arpoador-vai-ficar-livre-das-pichacoes-922844597.asp


http://odia.terra.com.br/portal/rio/html/2010/10/pedra_do_arpoador_passa_por_limpeza_apos_pichacoes_118842.html

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

MEMÓRIA







Enviado por Bairros.com -

MEMÓRIA VISUALA

rua da foto fica em Ipanema


As fotos mostram a Rua Henrique Dumont, quase esquina com a Barão da Torre, em Ipanema, em dois tempos: 1982 e hoje. Toda quarta-feira, o Bairros.com publica uma foto antiga de algum ponto da Zona Sul para testar sua memória visual.

domingo, 24 de outubro de 2010

PESQUISA





Pesquisa mostra que menos de 8% dos assassinatos e de 3% dos roubos resultam em punição no estado23/10 às 21h40 Antônio Werneck


RIO - Dia 9 passado, calçadão da Praia do Leblon, próximo ao Hotel Marina. Dois menores passam correndo e roubam uma mochila, com documentos e outros objetos pessoais, que estava no cesto de uma bicicleta. A vítima é uma estudante de 24 anos, do curso de Ciências Sociais da PUC. Sem tempo para esboçar reação, resta a ela seguir para a 14 DP (Leblon), onde registra queixa. A universitária conta que, apenas em Ipanema e no Leblon, a região mais policiada da cidade, já sofreu três roubos semelhantes. Nenhum dos casos foi esclarecido pela polícia até agora.

"Vai ser difícil prenderem os ladrões. Foram assaltos muito rápidos, não vi o rosto dos bandidos e, na delegacia, fiquei em dúvida. Foi impossível apontar um suspeito" - contou a estudante, que não quis se identificar.

Vídeo: Pesquisa mostra dados da impunidade no Rio
A pequena eficiência da polícia e o grande número de registros de roubos e homicídios são fatores que podem explicar o grau de impunidade no Estado do Rio. Pelo menos é o que aponta uma pesquisa inédita dos sociólogos Ignácio Cano e Thais Lemos Duarte, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). Depois de analisarem centenas de registros de ocorrência de roubos (mais de 900 mil) e homicídios (mais de 46 mil) feitos, entre 2000 e 2007, nas delegacias do estado, eles foram à Justiça buscar os resultados. E encontraram: menos de 8% dos homicídios (dolosos, quando há intenção de matar) e de 3% dos roubos resultaram em sanção penal para os autores.

"Em outras palavras, mais de 92% dos homicídios e mais de 97% dos roubos permaneceram impunes. Essas altas taxas de impunidade comprometem seriamente a capacidade do estado para identificar, processar e punir os criminosos e, como consequência, para fornecer segurança aos cidadãos" - afirma Ignácio Cano.

De quatro assaltos, vítima só registrou um
Durante a pesquisa, coordenada pelo Centro de Estudos de Segurança e Cidadania (Cesec), da Universidade Candido Mendes, com financiamento da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), os dois sociólogos identificaram fatores associados a uma maior ou menor probabilidade de esclarecimento dos crimes e de punição. Segundo Cano, de uma maneira geral, os dados descobertos pelo estudo parecem apontar para "o fato de que os crimes cometidos contra mulheres e os ocorridos na rua apresentam maiores chances de ficar impunes".

"Por sua vez, delitos com maior número de autores e de vítimas e aqueles cometidos com arma de fogo resultam numa maior probabilidade de condenação. Especificamente no caso dos roubos, a probabilidade de sanção aumenta nos crimes em que autor e vítima se conhecem e naqueles em que o valor dos bens roubados é alto" - diz.

O relato da farmacêutica Patrícia Silva Belo, de 30 anos, assaltada em Ipanema, parece confirmar os dados da pesquisa. Por volta das 21h do último dia 13, um bandido de cerca de 30 anos, vestindo bermuda estilo surfista, camiseta e chinelos, exigiu celular e dinheiro da vítima.

"Entrei em pânico: fiquei chorando muito, sem saber o que fazer, enquanto o bandido ordenava que eu fingisse ser sua namorada. Depois fugiu" - conta a farmacêutica.

O assalto em Ipanema foi o quarto sofrido por Patrícia. Em todos os outros casos, ela não procurou a polícia para registrar queixa.

"É difícil os policiais chegarem aos autores dos crimes. A gente fica com medo e acaba não procurando a delegacia" - diz Patrícia.

sábado, 23 de outubro de 2010

LIXÃO EM IPANEMA - CANTAGALO





Apesar das recentes obras realizadas no morro do Cantagalo, um lixão, a céu aberto, cresce bem no meio da comunidade. É uma pena que, turistas e visitantes, que sobem o elevador do Complexo Rubem Braga, não vejam a imagem.
Certamente ficariam tão chocados quanto os moradores dos apartamentos localizados no final das ruas Alberto de Campos e Nascimento Silva. De suas janelas é possível apreciar a vista, que muitas vezes, conta com a presença de porcos que circulam no meio da sujeira.
Além do desconforto do cheiro, os vizinhos do lixão sofrem com moscas varejeiras e baratas voadoras.

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

BRIGA EM IPANEMA





Camelôs x guardas municipais
Chapa quente em Ipanema

A chapa esquentou ainda agora, em Ipanema, entre camelôs e guardas municipais.
Foi na Visconde de Pirajá, quase na esquina com Teixeira de Melo. Cinco ambulantes tiveram suas bancadas derrubadas e as mercadorias apreendidas. Virou briga. O comércio do quarteirão baixou as portas, a pista foi fechada e os moradores ficaram do lado dos ambulantes, xingando os guardas.

Veja o bafafá do alto, na imagem de Raiza de Souza.

BELEZA !!!!!





Enviado por leitor Alberto Cumplido de Sant´anna -
.
EU-REPÓRTER

Obra calçada movimentanda atrapalha pedestres


Avenida Visconde de Pirajá, na altura do número 470: uma das calçadas mais movimentadas de Ipanema. Não é possível que esta obra transtorne tanto a passagem de idosos e cadeirantes.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

RIO ORLA






Enviado por Bruna Talarico, Fernanda Dutra e Pedro Sá -
A dois meses do início do verão, orla e Lagoa ganham cara nova

A apenas dois meses do início do verão, a orla da Zona Sul virou um canteiro de obras: postos de salvamento do Arpoador ao Leblon passam por intervenções estruturais; quiosques antigos de Copacabana vão ser, enfim, modernizados — nos moldes implantados no bairro há mais de dois anos. Já na Lagoa, as ações começam no início de novembro: o espelho-d’água será completamente revitalizado, e a ciclovia terá novo traçado.

O início do horário de verão, no último fim de semana, com dias mais longos, é um convite para os cariocas aproveitarem as belezas naturais da cidade. Donos de quiosques comemoram o adiantamento dos relógios. Num só dia ensolarado, eles chegam a vender 500 cocos. Outros empresários apostam em atrações inovadoras, como o brunch na Lagoa que garante descontos no pedalinho e no aluguel de bicicletas. Antes de sair de casa, confira o que o espera nos cartões-postais da Zona Sul.

O Globo-Zona Sul, em sua reportagem de capa, traçou raio x da orla, indo do Leme ao Leblon e mostrando as apostas do verão - e também apontando o que precisa melhorar para que cariocas e turistas aproveitem a estação mais esperada do ano.




quarta-feira, 20 de outubro de 2010

BURACO





Buraco interdita três faixas de rua da Zona Sul do Rio, diz CET-Rio

Agentes da Guarda Municipal estão no local para monitorar o trânsito.

Ainda não há informações sobre a causa do buraco.

Do G1 RJ

Curiosos observam a cratera na Rua Gomes Carneiro, na Zona Sul do Rio (Foto: Patrícia Kappen/G1)Um buraco interditou três faixas da Rua Gomes Carneiro, em Ipanema, na Zona Sul do Rio, no fim da tarde desta quarta-feira (20). As informações foram confirmadas pela Companhia de Engenharia de Tráfego do Rio de Janeiro (CET-Rio).

De acordo com a CET-Rio, o trânsito segue congestionado e com retenção no local. Ainda não há informações sobre a causa do buraco.

Agentes da Guarda Municipal estão no local para monitorar o trânsito.

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

NOTA DE FALECIMENTO





Morre, aos 84 anos, fundador da rede de supermercados 'Zona Sul'

Redação SRZD
Francesco Leta, fundador da rede de supermercados Zona Sul, morreu na manhã do último domingo, em sua casa, no Rio. Leta tinha 84 anos e sofria de enfisema pulmonar.

Ele era italiano e veio para o Brasil em 1947. O primeiro Zona Sul foi inaugurado em 1959, em Ipanema, Zona Sul do Rio, e ainda está em funcionamento. A partir daí, outras 30 filiais do supermercado foram criadas com a ajuda dos filhos, além de um mercado de atacado.

NOTA DE FALECIMENTO





Morre, aos 84 anos, fundador da rede de supermercados 'Zona Sul'

Redação SRZD
Francesco Leta, fundador da rede de supermercados Zona Sul, morreu na manhã do último domingo, em sua casa, no Rio. Leta tinha 84 anos e sofria de enfisema pulmonar.

Ele era italiano e veio para o Brasil em 1947. O primeiro Zona Sul foi inaugurado em 1959, em Ipanema, Zona Sul do Rio, e ainda está em funcionamento. A partir daí, outras 30 filiais do supermercado foram criadas com a ajuda dos filhos, além de um mercado de atacado.

sábado, 16 de outubro de 2010

PSI - INFORMA

Devido á previsão de chuvas para o dia 17/10 os coordenadores do projeto Praia Linda, Praia Limpa – PSI, Prorio, Brasil pet e Eccovida acharam melhor adiar o lançamento e a divulgação da ação para meados de Novembro. No entanto, dada a urgência e a importância de começar com a limpeza das areias de Ipanema resolvemos começar a coleta de todo o lixo nos moldes do que já tinha sido anunciado anteriormente: colocação de dois sacos transparentes de 100 litros em cada barraca, conscientização dos barraqueiros e freqüentadores da praia sobre a importância de não deixar o lixo na areia, coleta feita pelos barraqueiros e população do mesmo lixo, a utilização de triciclos que passarão quantas vezes for necessário para tirar os sacos cheios e trocá los por outros, depósito deste material em caçamba que será retirada pela Brasil Pet tão logo esteja cheia, quantas vezes/dia forem necessários e pagamento Brasil Pet do material recolhido a ser feito pela cooperativa dos barraqueiros Orla Nova.

O que é necessário que os moradores de Ipanema, freqüentadores da praia façam?

1) - que NÃO deixem o seu lixo na areia.

2) – que sejam atentos aos seus vizinhos de praia para que também não façam o mesmo. Lugar do lixo é na lixeira.

3) que sejam os fiscais dos barraqueiros para verificar se eles também estão mantendo o local limpo.

4) que sejam os olhos dos organizadores desta ação, nos dizendo o que está funcionando ou não, de preferência com dias, locais e horários.

projetodeipanema@terra.com.br

psipanema.blogspot.com

psi Ipanema – facebook

Sabemos que uma vez mais Ipanema pode ser pioneira em ações de cidadania inovadoras.

Ignez





PRAIA DE IPANEMA -





Em obras, postos da orla do Rio sobem preço

Locais, reformados há apenas dois anos, terão gradil de fibra sintética substituído; usar o banheiro agora custa R$ 1,50 e o chuveiro, R$ 3

- + Felipe Werneck -

O Estado de S. Paulo

RIO - Dois anos após uma reforma que consumiu R$ 2,7 milhões, os postos de salvamento da orla carioca receberão nova programação visual, que inclui a troca do bem conservado gradil branco de fibra sintética por uma proteção de vidro, ao custo de R$ 5 milhões. O primeiro dos 27 postos a receber o "projeto de modernização" será o 9, em Ipanema. As obras começaram neste mês.


Tasso Marcelo/AEIpanema. Posto 9 será o primeiro a passar por reforma após a concessão para a Orla RioA mudança é resultado da concessão de todos os postos à empresa Orla Rio, que já administra 309 quiosques das praias das zonas sul e oeste desde 2000. Em troca da extensão do contrato de exploração dos quiosques até 2030, a Orla Rio ganhou da prefeitura no fim de setembro a administração dos 27 postos de salvamento, tornado-se responsável por sua reforma, manutenção e operação.

A primeira medida da empresa foi aumentar o preço cobrado pelo uso dos banheiros e chuveiros nos postos, antes fixado em R$ 1,00. Com a nova administração, o banheiro passou a custar R$ 1,50, e a chuveirada, R$ 3,00. O presidente da Sociedade Amigos de Copacabana, Horácio Magalhães, não gostou da mudança. Para ele, o aumento é "absurdo".

"Estamos verificando a questão jurídica, porque não houve licitação. A Orla Rio pegou os postos e recebeu de presente a prorrogação da administração dos quiosques. Vemos com preocupação a forma como isso ocorreu, porque a primeira medida foi aumentar o preço, antes das obras", reclamou Horácio.

O secretário municipal de Conservação e Serviços Públicos, Carlos Roberto Osório, argumentou que a concessão foi a "solução encontrada" para melhorar um serviço que, diz ele, ocupava 82 garis, consumia R$ 3,2 milhões por ano e "não era adequado". Osório afirmou, porém, que a prefeitura "já entrou no circuito" para rever a questão do aumento. "É importante que façam o investimento primeiro. Não concordamos com esse aumento e vamos discutir o que achamos razoável", acrescentou Osório, sem fixar um valor. "A solução imediata é parar de cobrar o novo preço."

Ele reconheceu que o gradil de material sintético (resistente à maresia) é de boa qualidade e está conservado. Disse, porém, que o objetivo é "resgatar o projeto original dos postos usando vidro". Osório frisou que o investimento será privado e afirmou que o gradil será reaproveitado.

O vice-presidente da Orla Rio, João Marcello Barreto, afirmou que pretende investir R$ 5 milhões em um ano e meio. Ele disse que haverá mais banheiros, fraldário, armários e novos serviços. "Tem de ver o serviço que é prestado, a qualidade do sabonete, do papel higiênico. Teremos até placa solar para gerar energia", disse. "O contrato me permite cobrar até R$ 2,54 pelo sanitário. O banho, que era de 30 segundos, agora é de 3 minutos. O banheiro vai custar R$ 1,50 mesmo. O chuveiro, vamos ver." Ontem, Bruna Costa, de 15 anos, tentou usar o banheiro no Leme. Estava fechado para obras. "Pena. Sempre venho. Tomava até banho depois da praia por R$ 1,00."





MEDITAÇÃO NO ARPOADOR

Enviado por Giselle Saporito

Meditação coletiva contra a violência no Arpoador

Neste sábado, dia 16, quem estiver próximo à Pedra do Arpoador, em Ipanema, por volta das 16h, poderá meditar contra a violência. A meditação coletiva, intitulada América Medida, vai acontecer em mais de 100 cidades de Norte a Sul da América como Nova Iorque, Montreal, Cidade do México, Panamá, Santiago, Montevidéu e Buenos Aires. No Brasil, além do Rio de Janeiro, São Paulo, Salvador, Fortaleza e Recife vão participar do evento. Como a meditação irá começar no mesmo instante, o horário vai variar de acordo com o fuso de cada cidade. O evento é uma proposta da Fundação Arte de Viver, para mostrar que é possível reduzir a violência através de atos coletivos de meditação.

HORÁRIO DE VERÃO

Horário de verão começa nesta madrugada no Brasil

Moradores das regiões Sudeste, Centro-Oeste e Sul do País devem adiantar o relógio à 0h deste domingo

O horário de verão começa nesta madrugada de sábado para domingo e deverá proporcionar uma redução de cerca de 0,5% no consumo de energia elétrica nas regiões Sudeste, Centro-Oeste e Sul do País. Isso corresponde a 174 megawatts/hora (MWh) no Sudeste e Centro-Oeste e a 145 MWh no Sul. E equivale à energia consumida por uma cidade de 3,8 milhões de habitantes e de 1,1 milhão de habitantes, respectivamente. A estimativa foi feita pelo secretário de Energia Elétrica do Ministério de Minas e Energia, Ildo Grüdtner.

À meia-noite de sábado para o domingo, os moradores dessas regiões terão de adiantar os relógios em uma hora. A medida vai valer até zero hora do dia 20 de fevereiro de 2011.

Segundo o secretário de Energia Elétrica, esse porcentual de redução de 5% na demanda é o mesmo dos anos anteriores. O principal objetivo do horário de verão é aliviar a carga entre 19 horas e 21 horas, período em que a maioria das pessoas chega em casa, toma banho e a iluminação pública é acionada. Como os relógios são adiantados em uma hora, esse pico do consumo é diluído, pois a luz natural do dia é aproveitada por mais tempo.

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

ATA -13 DE OUTUBRO DE 2010

ATA DA REUNIAO DO DIA 13 DE OUTUBRO DE 2010

LOCAL: COLEGIO NOTRE DAME

REUNIAO CONDUZIDA POR: IGNEZ BARRETTO

Presentes nesta reunião: Leonardo Spritzer – Administrador Regional da Subprefeitura da Zona Sul e Felipe Costa também da mesma Subprefeitura.

1-Arrastão do dia 08 de Outubro – 6.f 17h00 na Praça Nossa Senhora da Paz

Relatou-se mais um caso de violência no bairro. O PSI ira relatar o ocorrido ao Sr.Fernando Veloso e pedir reforço na segurança.

Leonardo Spritzer sugere que o PSI vá conversar também com o Comandante Roberto Garcia que ira assumir o 23 BPM. Decidimos então marcar uma reunião com ele.


2-Praia Limpa, Praia Linda!

A ação continua firme e forte e crescendo. Informamos a respeito da reunião que houve dia 11 de Outubro organizada pela Nova Orla, onde estavam presentes os barraqueiros e parceiros da ação Praia Limpa Praia Linda!

Nesta reunião foi apresentado o plano de ação que agora vai do Arpoador ate o Jardim de Alah.

Nesta etapa teremos a entrada da empresa Brasil PET – selecionada pela Nova Orla – que ira recolher todo o material reciclado da praia. Sem custos.

Ira fornecer lixeiras, sacos apropriados, contêineres e um triciclo que ira transportar o material. Tudo isto sempre supervisionados pela SEOP.

Esta nova etapa terá inicio neste domingo dia 17 Outubro a partir das 10h00 no Posto 9. Pedimos por favor, a presença de todos.


3-Feira Hippie

Leonardo Spritzer nos informou que a Subprefeitura entrou em campo para ordenar a Feira. Disse que 60 barraqueiros perderam já suas licenças para comerciar ali, pois estavam atuando fora das regras. Disse também que irão atuar forte em cima dos ambulantes da região.

Constatamos que de fato já houve uma melhora no calcamento do piso da praça.

O PSI se colocou a disposição para dar suporte a Subprefeitura neste assunto sempre que solicitado. Colocamos-nos a disposição para contribuir.


4-Praça Nossa Senhora Da Paz

O PSI retomou o assunto da melhoria da segurança na Praça Nossa Sra. Da Paz, e neste momento – com o apoio do Secretario Alex Costa – conversa com a ABIH para verificar a melhor maneira de implantar o programa BACANA na Praça.

Leonardo Spritzer a partir de agora também ira participar deste assunto. Deu a sugestão de solicitarmos duplas de policiais com cachorros treinados, pois disse que tem um efeito muito positivo o trabalho de policias com cães treinados.


5- Estação de metro da N.Sra. Paz

Leonardo Spritzer informa que não haverá a estação. Voluntários do PSI disseram que leram no jornal O Globo recentemente que haverá a estação. Iremos apurar o assunto.

O PSI aguarda a posição dos voluntários a respeito da execução de uma enquete ou abaixo assinado a respeito deste assunto. Aguardamos a posição do grupo.


6-HSBC

Sandra Louzada – voluntaria do PSI – mantém contato com o HSBC a respeito da finalização da colocação das grades no banco do HSBC da Rua Vinicius de Moraes. Como o trabalho não foi finalizado, ainda algumas noites temos moradores de rua dormindo no local. Sandra ira apurar. Junto com o HSBC, Sandra ira conversar com a FEBRABAN, sugerindo que os outros bancos do bairro, também pensem em alternativas para a questão dos moradores de rua que ficam em frente às portas dos bancos.

7-Jardineiros de Ipanema

Cristina Zuccolo – voluntaria do PSI – finalizou o projeto dos Jardineiros de Ipanema que já mencionamos anteriormente nas outras ATAs. Esta ação será feita sob orientação da Secretaria de Conservação e da Fundação Parques e Jardins.

O próximo passo, será a solicitação de uma reunião com o Subsecretario Joaquim Monteiro de Carvalho – Secretaria de Conservação – para que ele faca as avaliações finais no Projeto Jardineiros de Ipanema.


8-Carnaval e Réveillon.

O PSI segue de perto o que ira acontecer neste Réveillon e Carnaval no bairro. Temos mantindo contato constante com a Promotora Ana Paula que já esteve com o Secretario de Turismo Antonio Pedro Figueira de Mello pedindo a ele um Oficio sobre estes assuntos. Na seqüência a Promotora ira nos contatar.

Cristina Zuccolo – PSI – sugere a possibilidade de ser exigido das empresas patrocinadoras um seguro. Ela ira nos enviar mais informações. Sugere também que seja pedido a Prefeitura um estudo do meio antropico, pois e com este estudo que se pode avaliar o que e que o bairro comporta e o que não comporta. Ela também ira nos dar maiores informações a respeito deste estudo.

PRÓXIMA REUNIÃO DIA 3/11 ÀS 18HS. NO COLÉGIO NOTRE DAME

DEDIC – 14ª DP. 23322866 – 2332 2880

DISQUE DENÚNCIA - 22531177

EMAIL MANDADO

Prezada Promotora Ana Paula Petra,


seguem algumas considerações que julgo podem ser muito importantes para a nossa ação referente ao carnaval e reveillon em Ipanema. Elas foram trazidas por uma de nossas voluntárias - Cristina Zuccolo.

a. Qualquer um que queira fazer EVENTOS ou FEIRAS ou qualquer outra atividade de impacto evidente em Ipanema (carnaval, ano novo, qualquer outro festejo, novas feiras de artesanato ou de orgânicos etc.) deveria ter um responsável pelo impacto no meio humano.

b. O responsável precisa obter uma licença da prefeitura.

c. Para obter a licença, o responsável deveria ser OBRIGADO a apresentar um estudo de impacto sobre o meio antrópico, que inclui fatores sociais, econômicos, culturais. Na prática no nosso caso: caos no trânsito, sujeira muito acima da capacidade de administrar, estacionamento, xixi na rua, tumulto, segurança pública, depredação, e tudo o mais que pode incomodar quem mora em Ipanema. Um estudo decente, aprovado por técnico capacitado da administração pública e/ou profissionais de reputação técnica da PUC, UFRJ, FGV etc.

d. O estudo do meio antrópico deve TAMBÉM propor medidas mitigadoras que não rara vezes resultam em obrigação de repor tudo que o evento destruiu, limpar tudo que sujou etc.

e. Como o risco é elevado para o responsável, em geral os organizadores elegem um "laranja.

f. Como o laranja é sempre um pobre coitado, que só vai nos fazer gastar tempo em ações de trinta anos sem resultado, o jeito é OBRIGAR os organizadores a terem um seguro que garanta todas as ações previstas no estudo do meio antrópico.

g. Como o seguro é caro, se o evento não for especial, boa parte das vezes os organizadores vão desistir.

A exigência do estudo do meio antrópico e do seguro podem ajudar nosso pedido de reduzir o número de blocos.

É o dinheiro a favor da cidadania.

No caso do carnaval, os blocos parecem ser tratados como "clientes", com direitos absurdos e nenhum dever. Para explicar melhor, veja o texto abaixo:

"O problema é que as instituições começaram a esquecer-se de que o público é de fato o dono da administração e não apenas um cliente tradicional das instituições. Cliente é alguém que possui expectativas e preferências pessoais, individuais, que demandam uma satisfação. E a aplicação da noção de "cliente" à administração pública, vinculando-se à satisfação de expectativas individuais conflita com o princípio de que a administração existe para satisfazer o interesse público, de todos, e não de um usuário especial."
[tirado do texto http://www.aqua.eng.br/index071108.htm]

Em Ipanema estamos com um caso bem concreto e que poderia ser usado para o pedido de um seguro: com muito esforço o Projeto de Segurança de Ipanema conseguiu trazer para o nosso bairro a instalação do projeto de restauração das dunas e do replantio da vegetação original da orla de Ipanema. Este é um projeto da Secretaria Municipal de Meio Ambiente coordenado pelo sr. Jovanildo Savastano - presidente do Comitê Gestor da Orla em parceria com o Instituto E, braço ambiental da Osklen. O Comitê Gestor conseguiu que a Osklen adotasse os canteiros , deu as areias e as mudas e o Instituto E cuida de sua e manutenção.O projeto é a menina dos olhos tanto dos moradores e freqüentadores do bairro, assim como da Secretaria de Meio Ambiente, do Comitê Gestor da Orla, do Instituto E e da Osklen. Plantamos, recentemente, mais de seis canteiros que vão desde a Farme de Amoedo até quase a Joana Angélic e temos dois outros conjuntos mais antigos que vão do canal do Jardim de Alah até mais ou menos a metade da quadra da Garcia d'Avila. Como a sra. pode bem imaginar estescanteiros têm um custo bastante grande que pode ser perfeitamente mensurado pelo Comitê Gestor e pelo Instituto E. Com o reveillon e carnaval no bairro se os canteiros forem danificados quem vai se responsabilizar pelos danos causados? O ambiental é certamente enorme, uma vez que as platinhas custam a crescer. Nos canteiros mais recentes elas estão naquela fase de adptação e as mudinhas só agora, depois de um mês estão ficando mais fortinhas. Nos outros dois módulos que vão da canal até a Garcia as plantas já estão bem grandes e a vegetação original praticamente recuperada. O custo moral tembém é incomensurável. toda uma população pendente das plantas que vai ver seu esforço ir por água a abixo por conta do interesse de grupos que resolveram fazer do nosso bairro o que bem entendem. O custo real pode ser perfeitamente levantado. Acho que cabria se esabelecer um seguro a ser pago pelos respo´sáveis destes eventos sejam or organizadores dos reveillons quanto os de cada bloco de carnaval.

Mais uma vez muito obrigado pela sua atenção, um abraço
Ignez

AGRADECIMENTO

O PSI agradece a presença do sr. Administrador de 6a.RA na reunião de ontem no colégio Notre Dame.

Seus esclarecimentos foram de muita utilidade.

Contamos sempre com a sua cooperação.

Atenciosamente,

George André

RUA REDENTOR 157

RUA REDENTOR 157


OBSERVEM O ESTADO DA BELA RESIDÊNCIA ABANDONADA NA RUA REDENTOR NUMERO 157

UMA CASA BELÍSSIMA EM ESTILO COLONIAL NA RUA REDENTOR 157(QUASE ESQUINA COM GARCIA D ÁVILA), ENCONTRA-SE NUM ESTADO DE ABANDONO, FANTASMAGÓRICO, TENDO VIDROS QUEBRADOS, ALEM DE UMA GROSSA CAMADA DE FOLHAS SECAS PELO CHÃO, E PORTAS COM ASPECTO DE ARROMBADAS.

É ALGO QUE CHAMA ATENÇÃO DE QUEM PASSA A PÉ UM PELA CALÇADA .

FUI INFORMADO POR UM SEGURANÇA DA RUA, QUE O DONO DO IMÓVEL FALECEU, E SEM HEREDEIROS DIRETOS, DESTINOU O PRÉDIO A PREFEITURA DA CIDADE (INFORMAÇÃO AINDA NÃO CONFIRMADA )

BOM, NÃO SERIA O LOCAL IDEAL PARA INSTALAÇÃO DE UM CENTRO CULTURAL DEVIDO AO TAMANHO.

PODERIA SEDIAR UMA UNIDADE DA PREFEITURA DE APOIO AO BAIRRO, E TB AO PSI, ASSOCIAÇÃO DE MORADORES, SEGURANÇA , ETC....UM ESPAÇO ALTERNATIVO EM FUNÇÃO DO BAIRRO DE IPANEMA.

NO MÍNIMO UM ALBERGUE DA JUVENTUDE ESCOLA MODELO DO BAIRRO.

FICAR NO ESTADO QUE ESTÁ AQUELE BELÍSSIMO PREDIO EXPOSTO A RATOS DENGUE ETC..., É QUE NÃO PODE !

PRAIA LIMPA !





Enviado por Bruna Talarico -

Praia linda, praia limpa


Começou esta semana um projeto que promete retomar o dourado da orla da Zona Sul. Ações de educação ambiental direcionadas a banhistas e barraqueiros foram somadas ao recolhimento de lixo reciclável deixado nas areias, em iniciativa organizada sem a ajuda do poder público.

O “Praia linda, praia limpa” é resultado de parceria entre o Projeto de Segurança de Ipanema com a ONG Eccovida, ligada ao meio ambiente; a Brasilpet, empresa de reciclagem de PET; e a Nova Orla, cooperativa de barraqueiros. Entre as ações previstas, estão promoção de palestras de educação ambiental; distribuição de sacos plásticos com capacidade para cem litros para barraqueiros; recolhimento do lixo visível em ações diárias, com exceção do coco; e ainda direcionamento de parte da verba oriunda da reciclagem para os próprios barraqueiros.

— Fizemos recentemente um levantamento dos problemas do bairro e uma das grandes preocupações era com a quantidade do lixo nas areias. O Choque de Ordem ordena a ocupação na praia, mas a limpeza fica mal resolvida — explica Ignez Barretto, coordenadora do Projeto de Segurança de Ipanema.

Segundo ela, cerca de 500 pessoas participam ativamente das discussões sobre o problema do lixo. Para reforçar a mentalidade consciente, triciclos com mensagens pelo meio ambiente percorrerão a orla de Ipanema nos fins de semana, e com uma grande mobilização organizada na última terça-feira, feriado de Dia da Criança.

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

METRÔ

Passageiros do Metrô se assustam com fumaça dentro de vagão

Rio - Passageiros de um trem do Metrô que seguia de Ipanema para a Tijuca levaram um grande susto quando um dos carros da composição começou a soltar fumaça, entre as estações Botafogo e Flamengo, no início da noite desta quarta-feira. Segundo o Metrô Rio, os passageiros desembarcaram na Estação Flamengo para aguardar outra composição.

Quem estava no vagão contou que o excesso de passageiros na plataforma provocou tumulto e que as catracas foram travadas, impedindo o acesso de mais pessoas à estação. O trem danificado foi levado para o pátio de manutenção da empresa e ainda não há informações sobre o que teria provocado o problema.

Em nota, a empresa informou que "não houve princípio de incêndio e a fumaça foi rapidamente dissipada pelo sistema de exaustão da estação. A operação durou quatro minutos e a circulação da Linha 1 já foi normalizada. A Linha 2 não foi afetada."

.

PROJETO LITERÁRIO - NOTRE DAME

















Destaque » Projeto literário do Notre Dame é destaque no GloboNews Projeto literário do Notre Dame é destaque no GloboNews


13 de outubro de 2010

Destaque, Ensino Fundamental I, Notícias

2 Comentários

Em outubro, o GloboNews, canal televisivo do grupo GloboSat, exibiu uma reportagem especial sobre o crescimento da literatura infanto-juvenil no Brasil. Assista ao vídeo abaixo. Na matéria, veiculada nacionalmente, o Colégio Notre Dame Ipanema teve destaque através de um de seus projetos literários, a Jornada Literária.

A Jornada Literária, desde 2005, proporciona a edição de um livro com conteúdo literário e ilustrações criados pelos próprios estudantes ao longo do ano de acordo com um tema pré-estabelecido. Em 2005, Monteiro Lobato inspirou os estudantes. Em 2006, a poesia foi o estilo literário proposto. Em 2007, o desafio foi transformar obras de arte em material literário. Machado de Assis inspirou contos na edição de 2008. No ano de 2009, a gentileza como antídoto para um planeta doente foi o mote para os estudantes escreverem seu quinto livro. Este ano, 23 países servem como pressuposto da criação literária abordando o encantamento de cada pedaço do planeta.

CAMPEONATO

Ipanema recebe campeonato de altinha no sábado

O Globo

RIO - Verdadeira mania nas areias das praias cariocas, a altinha vai receber seu primeiro campeonato neste sábado. O evento será apenas para as mulheres, a partir das 10h, no Posto 9 de Ipanema.

O título do Roda de Bola será disputado entre oito equipes, com quatro jogadoras cada. Em cada apresentação, os quartetos trocarão passes buscando manter a bola sempre no ar, combinando domínio de bola e trabalho em equipe com a plasticidade de toques arrojados das embaixadinhas. Uma comissão de jurados avaliará cada apresentação segundo três critérios - estilo, controle e criatividade.

AJUDEM !

AUDIOTECA SAL E LUZ

São áudios de 2.700 livros que podem ser enviados a pessoas com deficiência visual

Divulgue, por favor!
Eles não precisam de dinheiro, mas de DIVULGAÇÃO!!!



Procure o site
http://www.audioteca.org.br/catalogo.htm
e veja os nomes dos livros falados disponiveis.

Caros amigos,
Venho por meio deste e-mail divulgar o trabalho maravilhoso que é realizado na Audioteca Sal e Luz e corre o risco de acabar.
A Audioteca Sal e Luz é uma instituição filantrópica, sem fins lucrativos,que produz e empresta livros falados (audiolivros).

Mas o que seria isto?
São livros que alcançam cegos e deficientes visuais, (inclusive os com dificuldade de visão pela idade avançada) de forma totalmente gratuita.

Seu acervo conta com mais de 2.700 títulos que vão desde literatura em geral, passando por textos religiosos até textos e provas
corrigidas voltadas para concursos públicos em geral. São emprestados sob a forma de fita K7, CD ou MP3.

E agora, você está se perguntando: O que eu tenho a ver com isso?
É simples. Nos ajude divulgando. Se você conhece algum cego ou deficiente visual, fale do nosso trabalho. DIVULGUE!

Para ter acesso ao nosso acervo, basta se associar na nossa sede, que fica situada à Rua Primeiro de Março, 125- Centro. RJ.
Não precisa ser morador do Rio de Janeiro.

A outra opção, foi uma alternativa que se criou face a dificuldade de locomoção dos deficientes na nossa cidade. Eles podem
solicitar o livro pelo telefone, escolhendo o título pelo site, e enviaremos gratuitamente pelos Correios.

A nossa maior preocupação reside no fato que, apesar do governo estar ajudando imensamente, é preciso apresentar resultados. Precisamos atingir um número significativo de associados, que realmente contemplem o trabalho, se não ele irá se extinguir e os deficientes não poderão desfrutar da magia da leitura. Só quem tem o prazer na leitura, sabe dizer que é impossível imaginar o mundo sem os livros...

Ajudem-nos, Divulguem!
Atenciosamente,

Christiane Blume - Audioteca Sal e Luz
Rua Primeiro de Março, 125- 7. Andar
Centro- RJ. CEP 20010-000
Fone: (21) 2233-8007 (21) 2233-8007

Horário de atendimento: 08 às 16 horas
http://audioteca.org.br/noticias.htm

INSISTINDO: eles não precisam de dinheiro, mas de DIVULGAÇÃO!!!
Muito obrigada.

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

IPANEMA PODE TUDO !!!!!! VERGONHA !!!!!



CADÊ O CHOQUE DE ORDEM ????????????????????????



Trânsito

Leitor fotografa van estacionada em cima da ciclovia na Zona Sul do Rio

Texto e fotos do leitor Pedro Fernando André


RIO - Se já não bastassem os entregadores de gelo, carrocinhas de coco, pedestres e triciclos com propaganda eleitoral atrapalhando quem realmente usa a ciclovia para o fim a que ela se destina, agora temos que compartilhar a via com vans, como essa que aparece na foto, entre os bairros de Copacabana e Ipanema, na Rua Francisco Otaviano, Zona Sul do Rio.

De acordo com o artigo 181 do Código de Trânsito , estacionar no passeio, na faixa de pedestres ou sobre ciclovias é infração grave, sujeita a multa e remoção do veículo. O motorista que estaciona de forma irregular, sobre ciclovias, pode ainda perder cinco pontos na carteira.

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

PARCERIA





BARRQUEIROS FIRMAM PARCERIA PARA VENDER O LIXO DA PRAIA

No pico do verão a COMLURB retira das praias da Zona Sul 2.500 toneladas de lixo por mês. O material coletado é todo misturado e tem como destino os lixões, causando grande prejuizo ao meio ambiente e à saúde humana.

Antes de ser coletado, esse lixo fica exposto ao longo do dia, trazendo mais prejuizo à cidade e ao meio ambiente.

Esta é uma situação comum para um comportamento comum em nossa cidade.

Precisamos mudar essa realidade!

A receita: barraqueiros unidos e organizados, banhistas conscientes e mobilizados, incentivo empresarial e apoio governamental.

Coleta seletiva na praia:

Participe da reunião e ajude a construir esse sonho!

Data: Segunda- feira 11 outubro

Horário: 18:30 horas

Local: Clube Israelita Brasileiro, Rua Barata Ribeiro,489.

PRAIA LIMPA

Rio 07/10/2010


O Projeto de Segurança de Ipanema e a Prorio ( empresa que tem a concessão do comercio na areia ) preocupados com os baixos índices de qualidade das areias da praia de Ipanema resolveram promover uma ação no dia 07/08/2010 que juntou barraqueiros, população e freqüentadores da praia com o objetivo de ir recolhendo ao longo do dia todo o lixo deixado na areia. O resultado da ação em termos da limpeza, propriamente dita, e da conscientização da população, freqüentadores e barraqueiros foi muito bem sucedida. Ficou, porém um problema – o que fazer com o lixo acumulado ao longo de todo um dia de grande movimento? Depois de várias buscas, a Prorio e o PSI conseguiram encontrar uma solução que deve funcionar. Fizemos uma parceria com a empresa Brasil Pet que faz reciclagem de plásticos e pets. A Brasil Pet tem dois eco pontos no Leme e a capacidade de com triciclos recolher quantas vezes forem necessárias o lixo ao longo do dia. Eles desenvolveram um modelo de suporte para os sacos de lixos que é muito prático para o barraqueiro e que vai proporcionar a coleta seletiva. Com esta logística vamos conseguir manter a areia limpa e dar um destino correto ao lixo recolhido. A Brasil Pet vai pagar aos barraqueiros pelo lixo recolhido. Ficará faltando, ainda, a solução para o coco e o micro lixo deixados na areia. De toda forma, só a retirada do grosso do lixo que são as pets, os papelões de embalagem, os plásticos, guardanapos de papel etc. vai resultar:

1) – melhoria imediata do visual da praia com impacto positivo para os turistas e freqüentadores.

2)- melhoria nas condições de qualidade da areia que vai se refletir nas sua condições sanitárias. A poluição da areia pode acarretar graves problemas de saúde para a população que a freqüenta, e nela trabalha. Infecções nos olhos, rins, vias aéreas, lesões na pele, micoses etc.

3) – o lixo em lugar ser um passivo passa a ser um ativo.

4) – destino ambientalmente correto ao lixo.

5) conscientização da população que freqüenta e trabalha na praia da importância de se manter um ambiente limpo.

6) - contrapartida da Prorio, estabelecida no convênio com a SEOP, de manter limpa a área em torno das barracas.

7) – a grande bandeira do PSI é o cuidado com o bairro. Não queremos uma ocupação desqualificada. Entendemos que Ipanema sempre foi um bairro residencial, mas ao mesmo tempo de vanguarda em termos culturais e de formação de opinião. Foi pioneiro em iniciativas criativas, e não foi a toa que a bossa nova surgiu em nosso bairro.

Esta ação vai ter início dia 12/10 às 10hs. Em Ipanema entre o Arpoador e Jardim de Alá. A partir desta data estaremos diariamente fazendo a coleta do lixo na areia. A idéia é que este projeto, seja durante seis meses um piloto em Ipanema ( Arpoador ao Jardim de Alah ) e que depois dos ajustes necessários, se expanda do Leme ao Leblon e assim sucessivamente. Depois dos seis meses de experiência vamos encomendar uma análise para saber como estarão os índices de poluição das areias.

Precisamos muito de contar com seu apoio para a divulgação deste projeto, que é pioneiro e vai trazer enormes benefícios para os freqüentadores, turistas e trabalhadores da praia. Pedimos que repassem esta mensagem para seus amigos e vizinhos. Os que freqüentam a praia que conscientizem os outros freqüentadores a respeito, e que principalmente sejam os nossos fiscais. Se a coleta não estiver sendo feita a contento, se a areia continuar cheia de lixo etc, por favor, entrem em contato nos dizendo o horário e o local.

E –mail: projetodeipanema@terra.com.br



Blog: psipanema.blogspot.com

Face book psi ipanema





Um abraço,

Ignez

ORLA RECUPERADA





Enviado por Bruna Talarico -

Verde da orla recuperado


É quando não bastam esforços do poder público que surgem investimentos para restaurar aquilo que
nunca devia ter sofrido com o descaso. Na Zona Sul, parcerias público-privadas ajudam na recuperação de parques, como o Garota de Ipanema; de canteiros; e mesmo da vegetação da orla, devastada ao longo dos anos e alvo da mais recente investida.

O Instituto e, projeto de Oskar Metsavaht, dono da Osklen, já replantou mais de 2.800 mudas de vegetação fixadora de seis dunas em Ipanema, em parceria com a Sandálias Ipanema, marca da Grendene. As empresas são responsáveis pelo plantio, a manutenção diária da flora e a cerca onde as pequenas mudas se desenvolvem, enquanto a prefeitura do Rio fornece areia e as pequenas espécies.

A previsão é que outras 12 dunas sejam recuperadas até o verão, devolvendo a beleza à praia e tornando o meio ambiente equilibrado. Segundo a diretora do instituto, Nina Almeida Braga, Copacabana também será beneficiada, e receberá projeto de educação ambiental voltado para os “empreendedores da areia”.

CHOQUE DE ORDEM

Choque de Ordem apreende mercadorias
com ambulantes na zona sul

Moradores de rua foram acolhidos durante a operação


...Agentes da Secretaria Especial da Ordem Pública (Seop) apreenderam 200 quilos de verduras e 50 peças de porcelana com ambulantes não autorizados em Botafogo e na Glória, na zona sul do Rio de Janeiro.

Durante a fiscalização, sete moradores de rua, sendo um menor, foram acolhidos e levados para abrigos da Prefeitura. Também foram recolhidos 300 quilos de lixo e multados 35 veículos por estacionamento irregular em ruas de Ipanema e Copacabana, também na zona sul.

Participaram da operação, agentes da Equipe Bacana da Seop e guardas municipais.



LIXO DE IPANEMA





Enviado por Fernanda Dutra -

O quadrilátero do lixo de Ipanema


Entre as ruas Aníbal de Mendonça e Joana Angélica e as avenidas Vieira Souto e Epitácio Pessoa, o Quadrilátero do Charme de Ipanema tem associação comercial própria e lojas badaladas. Nas ruas, é difícil encontrar problemas. Agora um quarteirão ganhou apelido parecido no bairro: o quadrilátero do lixo, entre as ruas Vinicius de Moraes, Farme de Amoedo, Barão da Torre e Vieira Souto.

O apelido foi dado pela moradora Cristina Zuccolo, que participa do Projeto de Segurança de Ipanema (PSI). A presidente do grupo, Ignez Barretto, sustenta:

— A urbanização do Rio foi acontecendo do Centro para a Zona Sul, pela orla. E a degradação acontece do mesmo jeito. Glória e Catete estão deteriorados. Os problemas de Copacabana já estão chegando a Ipanema.

No último sábado à tarde, a equipe do GLOBO-Zona Sul caminhou pelo quarteirão e encontrou diversos problemas. Havia cinco apontadores negociando apostas de jogo do bicho. Em uma árvore da Rua Farme de Amoedo, um kit flanelinha estava pendurado.

— Eles deixam ali as sacolas com os apetrechos. Tem em tudo quanto é árvore — relata a moradora.

METRÔ





Metrô terá alteração no funcionamento nos dias 9 e 10 de outubro

A concessionária Metrô Rio vai realizar uma obra entre as estações de Colégio e Coelho Neto nos dias 9 e 10 de outubro para construir um estacionamento para trens, o que vai acarretar em algumas mudanças para os passageiros.

Os trens da Linha 2 vão circular normalmente do Estácio até Colégio, mas a partir desta última estação os usuários terão de embarcar em outro vagão para chegar até a Pavuna. Da mesma maneira vai acontecer no sentido contrário.

A Linha 2 vai operar até o Estácio, como acontece nos fins de semana, e os passageiros precisam fazer a transferência para a Linha 1.

Os ônibus Metrô Na Superfície, que partem dos bairros da Zona Sul da cidade (Botafogo e Ipanema/General Osório até a Gávea), vão circular acompanhando o horário das Linhas 1 e 2.

No dia 11, véspera do feriado, o funcionamento do metrô será o mesmo dos dias úteis, operando de 5h à meia-noite. A Linha 2 terá circulação direta de Pavuna a Botafogo. Durante o dia do feriado, o metrô funciona das 7h às 23h e a linha 2 opera até o Estácio.

ALGAS





Algas

Mancha verde aparece na Lagoa Rodrigo de Freitas

O Globo
..
RIO - Uma mancha verde se espalha pela Lagoa Rodrigo de Freitas, próximo ao Clube Monte Líbano. Segundo o biólogo Mário Moscatelli, que realizou uma vistoria nesta quarta-feira, a mancha é formada por plantas aquáticas conhecidas como macrófitas, típicas desta época e sem relação com poluição. No entanto, ele alertou para o despejo irregular de esgoto através das galerias de águas pluviais das avenidas Epitácio Pessoa, próximo ao número 3.700, e Borges de Medeiros, em frente à Rua Maria Angélica. A Cedae informou que toda rede de esgoto da região está conectada ao emissário de Ipanema e que o despejo pode ser resultado de limpeza de caixas de gordura por restaurantes.

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

EMAIL RECEBIDO

Prezada Sra. Regina


Bom dia. O meu nome é Raul, conheci a Sra. em um encontro no Colégio
N. Dame, no qual participou o Dr. Beltrame. Na ocasião a Sra. me deu
um cartão com o seu e-mail. Como achei a sra. muito participativa,
venho agora relatar a situação que está ocorrendo em nosso bairro:
com o término das eleições, os PM's "Cosme e Damião" que circulavam
por exemplo na R. Prudente de Morais simplesmente desapareceram. O
que está ocorrendo: os marginais retornaram para a região cometendo
assaltos diversos no horário das 17 às 22 hs. diariamente, focando
sempre mulheres, idosos e crianças. Precisamos nos mobilzar perante
as autoridades!

Tudo de bom,

Raul

terça-feira, 5 de outubro de 2010

INFRAÇÕES





Infrações em queda

Mesmo sem fradinhos, cai número de multas por estacionamento irregular em calçadas de Ipanema e do Leblon, na Zona Sul do Rio

Ediane Merola


RIO - As calçadas das avenidas Vieira Souto, em Ipanema, e Delfim Moreira, no Leblon, começaram a ficar livres dos fradinhos em julho e, apesar de algumas pessoas insistirem em estacionar irregularmente na Zona Sul, houve redução no número de infrações nestas áreas: em agosto, 177 motoristas foram punidos na Delfim Moreira e, em setembro, 48 (queda de 72,8%). Na Vieira Souto, o número caiu de 234 para 142 (39,3%). Os dados, divulgados segunda-feira pela Secretaria municipal de Conservação e Serviços Públicos, faz parte de um levantamento do primeiro trimestre do programa "Orla sem Fradinhos", aplicado do Flamengo ao Recreio dos Bandeirantes.

Desde julho, 1.428 fradinhos já foram retirados (699 na Barra da Tijuca, 501 em Ipanema e no Leblon, 198 na Enseada de Botafogo e 30 no Recreio) e, segundo o secretário de Conservação, Carlos Roberto Osório, faltam 220. Segundo ele, 90% dos balizadores eram irregulares. Mesmo quem tinha autorização da prefeitura teve que acatar a ordem.

- Apenas um edifício, na Vieira Souto, se recusou a cumprir a decisão. Nós retiramos os fradinhos e agora está sendo calculada a multa que será aplicada - disse Osório.

No domingo, a equipe do GLOBO flagrou carros estacionados na calçada da Rua Lineu de Paula Machado, esquina com General Garzon, na Lagoa . Até o mês passado havia fradinhos no local, mas os moradores optaram por retirá-los. No domingo à noite, após a reportagem, agentes estiveram no local e multaram três carros sobre a calçada. Segundo a Seop, nesta terça-feira haverá nova operação na área.

Segundo Osório, fica pronto este mês o estudo que as secretarias de Conservação, Urbanismo e Meio Ambiente estão preparando para criar o Plano de Ambiência Urbana do Rio. O Centro Histórico será a primeira região a ganhar regras para a utilização, por exemplo, de papeleiras, canteiros, placas e, claro, fradinhos.

VERGONHA !





Política x meio ambiente

Internauta mostra placa de político plantada em lugar de árvore em Ipanema, Zona Sul do Rio

Texto e foto da leitora Elisa Ryan


RIO - Na calçada em frente à Praça General Osório, em Ipanema, Zona Sul do Rio. Depois de ter tido os galhos quebrados várias vezes, os tímidos brotinhos arrancados, a pobre árvore não conseguiu crescer, não sobreviveu, morreu. Durante as eleições, um canditado achou que seria bem prático "plantar" um cartaz no lugar do buraco que restou. Será que, se eleito, ele vai se lembrar de colocar uma outra muda no lugar?

sábado, 2 de outubro de 2010

FISCALIZAÇÃO

Fiscalização

Visitas a cozinhas revelam sabores e sujeira

O Globo


RIO - A maioria dos consumidores não tem a curiosidade de conhecer a cozinha dos restaurantes, apesar de ser um direito previsto em lei desde 1999. Deveriam. Por trás do cardápio atraente, surpresas nada agradáveis podem aguardar aqueles que confiam na aparência do salão, conforme mostra reportagem de Taís Mendes, publicada na edição deste domingo do GLOBO. Um breve teste feito por repórteres do GLOBO em quatro restaurantes mostrou que as cozinhas estão de portas abertas, mas nem sempre um simples olhar revela detalhes que podem fazer a diferença. Escolhidos aleatoriamente, os restaurantes permitiram o acesso à cozinha, mas a visita não mostrou, por exemplo, as baratas que, na quinta-feira, fizeram ser interditada a tradicional Pizzaria Guanabara, no Leblon.

Fiscalização é usada como desculpa

Nos quatro restaurantes - La Mole, na Tijuca; Gula Gula, em Ipanema; Belmonte e Pizzaria Guanabara, no Leblon - os repórteres apresentaram-se como clientes e, antes de escolher o prato, pediram para conhecer a cozinha. Apenas um, o Gula Gula, permitiu fotografias, após saber que se tratava de uma reportagem. Somente na Guanabara houve tentativa de negar a visita, apesar da lei.

- A Vigilância Sanitária não permite visitas na cozinha. Mas, vamos lá. A senhora pode ver por fora - sugeriu a gerente da Pizzaria Guanabara, Zilda Castro.

Já na cozinha, a repórter identificou-se, esclareceu que se tratava de um teste para a reportagem e pediu para fotografar, o que foi negado. Dois funcionários recolhiam lixo do chão, sem luvas, no meio da cozinha. A gerente tentou justificar:

- Está na hora da limpeza.

Eram cerca de 15h de quarta-feira da semana passada e nas mesas da varanda, além dos repórteres, outros clientes faziam refeições. No dia seguinte, O GLOBO acompanhou a fiscalização da Vigilância Sanitária, que vistoriou três restaurantes no Leblon e interditou a Pizzaria Guanabara. Os vizinhos Jobi e Diagonal foram multados.

- No Jobi e no Diagonal, os problemas são pontuais e de fácil resolução. Não tem nem comparação com a Pizzaria Guanabara, onde, além de alimentos guardados irregularmente, encontramos baratas e muita sujeira. Foi a pior cozinha que fiscalizamos - comentou o fiscal Antônio Marinho.

Dos restaurantes testados, o Gula Gula de Ipanema, há quatro anos no local, é o que tem a cozinha mais limpa e organizada, num contraste com a tradição de 46 anos da Guanabara.

- Adoramos mostrar a nossa cozinha, mas é raro as pessoas pedirem para conhecer. Muitas vezes, quem pede é do ramo ou pretende abrir um restaurante - comentou o diretor da casa de Ipanema, Bertrand Letouze, dizendo que alguns querem mesmo é conhecer os segredos das receitas.

No La Mole da Tijuca, segundo o gerente Augusto Avila, cerca de quatro clientes pedem para conhecer a cozinha a cada mês:

- Temos um cliente antigo que já faz o pedido direto na cozinha.

CHOQUE DE ORDEM





Enviado por Fernanda Dutra -

Kombis com alto-falantes incomodam moradores da Zona Sul

“Moço está passando/Moço compra ferro-velho” — o alto-falante amplifica o chamado das Kombis que passam pelas ruas da região. O leitor Marcelo Martins, por exemplo, escreveu ao GLOBO-Zona Sul contando que os carros passam todas as manhãs na Rua Benjamin Batista, no Jardim Botânico.


A presidente da AMALeblon, Evelyn Rosenzweig, vem travando uma batalha contra os compradores de ferro-velho há anos. Uma ideia, diz ela, é que os motoristas sejam autuados pelo artigo 42 da Lei de Contravenções Penais, que trata da perturbação do sossego.

O delegado titular da 10ª DP (Botafogo), Eduardo Lage, faz esse trabalho:

— Comecei a fazer quando estava na 14ª DP (Leblon) e continuo fazendo aqui. Prendi $deles. Como o equipamento e o carro são apreendidos, a abordagem funciona.

O delegado titular da 12ª DP (Copacabana), Antenor Martins, tem a mesma interpretação da lei e orienta:

— Quando for incomodado, o cidadão deve acionar o 190 ou o Disque Denúncia.

ACERVO ALBINO PINHEIRO





Ainda este ano, a história cultural da Zona Sul volta ao presente com fotos, vídeos e documentos de um dos mais expressivos agitadores culturais da cidade. Todo o acervo de Albino Pinheiro, um dos fundadores da Banda de Ipanema e idealizador do projeto “Seis e meia”, que deu início à tradição de sessões musicais populares, está sendo organizado e restaurado pelo Instituto Rio Scenarium, e vai ser aberto ao público em 7 de dezembro, data prevista para a conclusão dos trabalhos.

O material adquirido pelo instituto, braço do grupo Rio Scenarium que se dedica à preservação da memória
cultural do Rio, abrange um total de 60 caixas com fitas K7 e VHS, rolos de filme em 8mm e 16mm, discos de vinil — que vão desde Nat King Cole até Villa-Lobos — e CDs, recortes de jornal, pôsteres, coleções do “Pasquim” e da revista “Careta”, material sobre a formação e a história da Banda de Ipanema e mais de dez mil fotos.

CHOQUE DE ORDEM


Motoristas de táxi fazem ponto irregular toda tarde em frente a saída do metrô na Praça General Osório, em Ipanema.

ATA

ATA DA REUNIAO DO DIA 29 DE SETEMBRO - 18H00 - NO COLEGIO NOTRE DAME

CONDUZIDA POR: SANDRA LOUZADA


1-CEPOA/Secretaria de Ação Social. Luiza Salatino veio na reunião representando a Secretaria de Ação Social para agradecer ao PSI por ter conseguido que o CEPOA – Centro Oftalmológico – que tem no seu quadro de integrantes Valdemar que e voluntario do PSI, o atendimento a 120 pessoas dos abrigos da Prefeitura. Este atendimento será gratuito, e ocorrera no dia 02 de Outubro e no dia 16 de Outubro (sábados) das 08h00 as 14h00 na Rua Jornalista Orlando Dantas 49 em Botafogo.
Quem quiser ir prestigiar a ação serão bem-vindos.

A ação terá o suporte da Secretaria de Ação Social sob a coordenação da Luiza Salatino.

O próximo passo do PSI dentro desta ação, será busca doações de óculos.

2- Moradores de Rua de Ipanema. Luiza Salatino aproveitou para dizer que precisamos pensar numa maneira de comunicar com mais eficiência aos moradores de Ipanema a questão de não sustentar os moradores de rua. Pois e a população do bairro ou quem trabalha no bairro que da comida, esmolas, roupas etc... e com isto os moradores de rua irão permanecer no local. Luiza informou que em media cada um destes moradores de rua que pedem esmolas arrecadam cerca de R$ 2.000,00 por mês.
Cada vez que eles verificam que conseguem sobreviver na rua, não só não vão embora, como estimulam que outros façam a mesma coisa.
Luiza nos pediu que pensássemos em alguma ação sobre este tema.

3-Grupamento de Transito. Estiveram presentes nesta reunião dois representantes do Grupamento de Transito representando o Inspetor Claudio, que foram : Marco Antonio Alves e Josemar Pereira.
Nos comunicaram que poderemos fazer um diagnostico dos problemas do bairro relacionados ao transito e levar ao Inspetor Claudio na Rua Bambina 37. Ficamos de fazer isto e de agendar uma reunião. Eles também frisaram que sempre poderemos acioná-los através do 153.


4-Jardineiros de Ipanema – A voluntaria do PSI Cristina Zuccolo que lidera esta ação, nos apresentou o diagnostico muito completo que ela elaborou a respeito de todo o problema dos canteiros/jardineiras do bairro. Ela fez um trabalho muito técnico e completo, com fotografias diversas e medição das áreas.
Cristina já enviou uma solicitação a Fundação Parques e Jardins pedindo orientação a respeito deste assunto e solicitando uma reunião com eles para que o PSI entende de que maneira eles poderão dar suporte.

Cristina também entrou em contato com o diretor da agencia DPZRio – Campana – para que ele nos de suporte em relação a questão do melhor nome para esta ação e também de que maneira comunicá-la de modo mais interessante.

5-Praça Nossa Senhora da Paz. Foi informado o assunto referente a segurança da Praça Nossa Senhora da Paz. Esta iniciativa começou a cerca de 50 dias atrás por parte do PSI, e neste período contatamos os empresários que atuam ao redor da Praça, a Igreja e com o apoio deles fomos falar com o Secretario Alex Costa da SEOP que também nos apoio. A proposta e a implantação do sistema de segurança BACANA na Praça que já ocorre com sucesso em Copacabana e Barra.

Inicialmente a idéia e começar na área da Praça. Acertar a ação ali, e a partir desta área expandir para o resto do bairro. Após as eleições teremos mais algumas reuniões para verificar como ocorreria a implantação deste modelo de segurança na Praça.




ATA DA REUNIAO DO DIA 29 DE SETEMBRO - 18H00 - NO COLEGIO NOTRE DAME

CONDUZIDA POR: SANDRA LOUZADA


1-CEPOA/Secretaria de Ação Social. Luiza Salatino veio na reunião representando a Secretaria de Ação Social para agradecer ao PSI por ter conseguido que o CEPOA – Centro Oftalmológico – que tem no seu quadro de integrantes Valdemar que e voluntario do PSI, o atendimento a 120 pessoas dos abrigos da Prefeitura. Este atendimento será gratuito, e ocorrera no dia 02 de Outubro e no dia 09 de Outubro (sábados) das 08h00 as 14h00 na Rua Jornalista Orlando Dantas 49 em Botafogo.
Quem quiser ir prestigiar a ação serão bem-vindos.

A ação terá o suporte da Secretaria de Ação Social sob a coordenação da Luiza Salatino.

O próximo passo do PSI dentro desta ação, será busca doações de óculos.

2- Moradores de Rua de Ipanema. Luiza Salatino aproveitou para dizer que precisamos pensar numa maneira de comunicar com mais eficiência aos moradores de Ipanema a questão de não sustentar os moradores de rua. Pois e a população do bairro ou quem trabalha no bairro que da comida, esmolas, roupas etc... e com isto os moradores de rua irão permanecer no local. Luiza informou que em media cada um destes moradores de rua que pedem esmolas arrecadam cerca de R$ 2.000,00 por mês.
Cada vez que eles verificam que conseguem sobreviver na rua, não só não vão embora, como estimulam que outros façam a mesma coisa.
Luiza nos pediu que pensássemos em alguma ação sobre este tema.

3-Grupamento de Transito. Estiveram presentes nesta reunião dois representantes do Grupamento de Transito representando o Inspetor Claudio, que foram : Marco Antonio Alves e Josemar Pereira.
Nos comunicaram que poderemos fazer um diagnostico dos problemas do bairro relacionados ao transito e levar ao Inspetor Claudio na Rua Bambina 37. Ficamos de fazer isto e de agendar uma reunião. Eles também frisaram que sempre poderemos acioná-los através do 153.


4-Jardineiros de Ipanema – A voluntaria do PSI Cristina Zuccolo que lidera esta ação, nos apresentou o diagnostico muito completo que ela elaborou a respeito de todo o problema dos canteiros/jardineiras do bairro. Ela fez um trabalho muito técnico e completo, com fotografias diversas e medição das áreas.
Cristina já enviou uma solicitação a Fundação Parques e Jardins pedindo orientação a respeito deste assunto e solicitando uma reunião com eles para que o PSI entende de que maneira eles poderão dar suporte.

Cristina também entrou em contato com o diretor da agencia DPZRio – Campana – para que ele nos de suporte em relação a questão do melhor nome para esta ação e também de que maneira comunicá-la de modo mais interessante.

5-Praça Nossa Senhora da Paz. Foi informado o assunto referente a segurança da Praça Nossa Senhora da Paz. Esta iniciativa começou a cerca de 50 dias atrás por parte do PSI, e neste período contatamos os empresários que atuam ao redor da Praça, a Igreja e com o apoio deles fomos falar com o Secretario Alex Costa da SEOP que também nos apoio. A proposta e a implantação do sistema de segurança BACANA na Praça que já ocorre com sucesso em Copacabana e Barra.

Inicialmente a idéia e começar na área da Praça. Acertar a ação ali, e a partir desta área expandir para o resto do bairro. Após as eleições teremos mais algumas reuniões para verificar como ocorreria a implantação deste modelo de segurança na Praça.